s
Portal Café Brasil
Corrente pra trás
Corrente pra trás
O que vai a seguir é um capítulo de meu livro ...

Ver mais

O que é um “bom” número de downloads para podcasts?
O que é um “bom” número de downloads para podcasts?
A Omny Studio, plataforma global na qual publico meus ...

Ver mais

O campeão
O campeão
Morreu Zagallo. Morreu o futebol brasileiro que aprendi ...

Ver mais

O potencial dos microinfluenciadores
O potencial dos microinfluenciadores
O potencial das personalidades digitais para as marcas ...

Ver mais

Café Brasil 915 – O Homem Brinquedo
Café Brasil 915 – O Homem Brinquedo
A Inteligência Artificial é uma maravilha e está ...

Ver mais

Café Brasil 914 – Os canteiros de Cecília
Café Brasil 914 – Os canteiros de Cecília
Cecília Meireles deixou uma obra que transcende o ...

Ver mais

Café Brasil 913 – Tá ligado?
Café Brasil 913 – Tá ligado?
Na animação da Disney "A Bela e a Fera", de 1991, Bela, ...

Ver mais

Café Brasil 912 – Pobreza e Riqueza revisitado
Café Brasil 912 – Pobreza e Riqueza revisitado
Para que o Brasil estabeleça os requisitos básicos para ...

Ver mais

LíderCast 312 – Renata Silbert
LíderCast 312 – Renata Silbert
No episódio de hoje trazemos Renata Silbert, que tem ...

Ver mais

LíderCast 311 – Gus Erlichmann e Ariel Krok
LíderCast 311 – Gus Erlichmann e Ariel Krok
O episódio de hoje é especial, com dois convidados: Gus ...

Ver mais

LíderCast 310 – Estevan Oliveira
LíderCast 310 – Estevan Oliveira
No episódio de hoje temos Estevan Oliveira, que tem uma ...

Ver mais

LíderCast 309 – Sérgio Siqueira
LíderCast 309 – Sérgio Siqueira
No episódio de hoje temos Sérgio Siqueira, um ouvinte ...

Ver mais

Café² – Live com Christian Gurtner
Café² – Live com Christian Gurtner
O Café², live eventual que faço com o Christian ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Os 30 anos do Plano Real
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Os 30 anos do Plano Real   Paulo Galvão Júnior (*) Luiz Alberto Machado (**)   1. Considerações iniciais É preciso sempre debater os destinos econômicos, sociais e ambientais de nosso ...

Ver mais

Releituras
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Releituras   “Quando um país é capaz de contar com as instituições preservadoras da autonomia individual (Estado de Direito e economia de mercado), de melhorar a qualificação de seus ...

Ver mais

Canadenses ganhadores do Prêmio Nobel de Economia
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Visão geral dos economistas canadenses ganhadores do Prêmio Nobel de Economia Paulo Galvão Júnior (*) Luiz Alberto Machado (**) Enquanto o Brasil, com população estimada de 203,0 milhões de ...

Ver mais

Temperatura e Calor
alexsoletto
Iscas Científicas
TEMPERATURA E CALOR Esse texto é baseado no livro de Robert L. Wolke, professor emérito de química da Universidade de São Pittsburg (EUA) “Lo Que Einstein  Le Contó A Su Barbeiro”.   Texto de ...

Ver mais

Cafezinho 613 – Baixe a bola? Eu não!
Cafezinho 613 – Baixe a bola? Eu não!
Pô, Luciano, nessa idade você já devia ter baixado a ...

Ver mais

Cafezinho 612 – Se o Facebook não protege as crianças…
Cafezinho 612 – Se o Facebook não protege as crianças…
Em 2021, Frances Haugen, ex-diretora do Facebook, vazou ...

Ver mais

Cafezinho 611 – O funk no busão
Cafezinho 611 – O funk no busão
Não é difícil comprovar que as pessoas, em geral, estão ...

Ver mais

Cafezinho 610 – Siga Los Pájaros!
Cafezinho 610 – Siga Los Pájaros!
As decisões triviais que tomamos podem ir muito além do ...

Ver mais

Cafezinho 608 – Ignorância é poder

Cafezinho 608 – Ignorância é poder

Luciano Pires -

Assine o Café Brasil em http://mundocafebrasil.com

Um memorando confidencial da indústria do tabaco, chamado de Proposta de Tabagismo e Saúde, foi revelado ao público nos Estados Unidos em 1979. Ele foi escrito uma década antes pela empresa de tabaco Brown e Williamson para combater as “forças anti-cigarro”. O documento examina as maneiras pelas quais os cigarros são vendidos ao público em massa, dizendo assim: “A dúvida é nosso produto, pois é o melhor meio de competir com o ‘conjunto de fatos’ que existe na mente do público em geral. É também o meio de estabelecer uma controvérsia.”

A revelação do memorando despertou o interesse de Robert Proctor, historiador da ciência da Universidade de Stanford, que começou a se aprofundar nas práticas das empresas de tabaco, que gastaram bilhões obscurecendo o conhecimento sobre os efeitos do tabagismo na saúde dos fumantes. Essa busca levou Proctor a criar uma palavra para o estudo da propagação deliberada da ignorância: agnotologia.

Agnotologia vem de “agnosis”, a palavra grega neoclássica para ignorância ou “não saber”, e “ontologia”, o ramo da metafísica que trata da natureza do ser.

A agnotologia explora como os interesses políticos, econômicos, culturais e ideológicos podem promover a criação de dúvidas e incertezas em torno de questões científicas, históricas e sociais, geralmente para vender um produto ou ganhar favores. Isso inclui a disseminação de desinformação deliberada, a manipulação da opinião pública, a ocultação de informações relevantes e a criação de ambiguidades.

Alguns grupos ou indivíduos negam eventos históricos amplamente aceitos, como a chegada do homem à lua ou o Holocausto, por exemplo. Eles espalham teorias da conspiração e desinformação para minar o conhecimento histórico e criar dúvidas sobre a ocorrência desses eventos.

Políticos e partidos políticos distorcem fatos e dados para promover suas agendas e criar incertezas sobre questões importantes, como a economia, a segurança nacional e a saúde pública.

Esses grupos usam especialmente a imprensa, hoje em dia todas as mídias, para espalhar propagar a ignorância sob o pretexto de um debate equilibrado. Mas a ideia comum de que sempre haverá duas visões opostas nem sempre resulta em uma conclusão racional.

A agnotologia é um campo de estudo interdisciplinar que combina elementos da sociologia, da história, da comunicação e da psicologia para entender como o desconhecimento é produzido e sustentado em diferentes contextos sociais e culturais.

Proctor diz. “A ignorância não é apenas o ainda não conhecido, é também um estratagema político, uma criação deliberada de agentes poderosos que querem que você ‘não saiba’.”

Entendeu? O conhecimento está acessível como nunca antes, é importante que esse acesso seja cortado. Por quê?

Porque ignorância é poder, meu caro.

Aprenda isso.