s
Portal Café Brasil
Corrente pra trás
Corrente pra trás
O que vai a seguir é um capítulo de meu livro ...

Ver mais

O que é um “bom” número de downloads para podcasts?
O que é um “bom” número de downloads para podcasts?
A Omny Studio, plataforma global na qual publico meus ...

Ver mais

O campeão
O campeão
Morreu Zagallo. Morreu o futebol brasileiro que aprendi ...

Ver mais

O potencial dos microinfluenciadores
O potencial dos microinfluenciadores
O potencial das personalidades digitais para as marcas ...

Ver mais

Café Brasil 927 – Quando a água baixar
Café Brasil 927 – Quando a água baixar
A história de Frodo Bolseiro em "O Senhor dos Anéis" ...

Ver mais

Café Brasil 926 – Definição de Gaúcho – Revisitado
Café Brasil 926 – Definição de Gaúcho – Revisitado
Então... diante dos acontecimentos dos últimos dias eu ...

Ver mais

Café Brasil 925 – No Beyond The Cave
Café Brasil 925 – No Beyond The Cave
Recebi um convite para participar do podcast Beyond The ...

Ver mais

Café Brasil 924 – Portugal dos Cravos – Revisitado
Café Brasil 924 – Portugal dos Cravos – Revisitado
Lááááááááá em 2007, na pré-história do Café Brasil, ...

Ver mais

LíderCast 321 – Rafel Cortez
LíderCast 321 – Rafel Cortez
Tá no ar o #LC321 O convidado de hoje é Rafael Cortez, ...

Ver mais

LíderCast 320 – Alessandra Bottini
LíderCast 320 – Alessandra Bottini
A convidada de hoje é Alessandra Bottini, da 270B, uma ...

Ver mais

LíderCast Especial – Rodrigo Gurgel – Revisitado
LíderCast Especial – Rodrigo Gurgel – Revisitado
No episódio de hoje a revisita a uma conversa que foi ...

Ver mais

LíderCast 319 – Anna Rita Zanier
LíderCast 319 – Anna Rita Zanier
A convidada de hoje é Anna Rita Zanier, italiana há 27 ...

Ver mais

Segunda Live do Café Com Leite, com Alessandro Loiola
Segunda Live do Café Com Leite, com Alessandro Loiola
Segunda live do Café Com Leite, com Alessandro Loiola, ...

Ver mais

Live Café Com Leite com Roberto Motta
Live Café Com Leite com Roberto Motta
Live inaugural da série Café Com Leite Na Escola, ...

Ver mais

Café² – Live com Christian Gurtner
Café² – Live com Christian Gurtner
O Café², live eventual que faço com o Christian ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Americanah
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Americanah   “O identitarismo tem duas dimensões, uma dimensão intelectual e uma dimensão política, que estão profundamente articuladas, integradas. A dimensão intelectual é resultado ...

Ver mais

A tragédia e o princípio da subsidiariedade
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
A tragédia e o princípio da subsidiariedade “Ações que se limitam às respostas de emergência em situações de crise não são suficiente. Eventos como esse – cada vez mais comuns por ...

Ver mais

Percepções opostas sobre a Argentina
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Percepções opostas sobre a Argentina “A lista de perrengues diários e dramas nacionais é grande, e a inflação, com certeza, é um dos mais complicados. […] A falta de confiança na ...

Ver mais

Economia + Criatividade = Economia Criativa
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Economia + Criatividade = Economia Criativa Já se encontra à disposição no Espaço Democrático, a segunda edição revista, atualizada e ampliada do livro Economia + Criatividade = Economia ...

Ver mais

Cafezinho 624 – Desastres não naturais
Cafezinho 624 – Desastres não naturais
Ao longo dos anos, o Brasil experimentou uma variedade ...

Ver mais

Cafezinho 623 – Duas lamas, duas tragédias
Cafezinho 623 – Duas lamas, duas tragédias
O Brasil está vivenciando duas lamas que revelam muito ...

Ver mais

Cafezinho 622 – Sobre liderança e culhões
Cafezinho 622 – Sobre liderança e culhões
Minhas palestras e cursos sobre liderança abrem assim: ...

Ver mais

Cafezinho 621 – Obrigado por me chamar de ignorante
Cafezinho 621 – Obrigado por me chamar de ignorante
Seja raso. Não sofistique. Ninguém vai entender. E as ...

Ver mais

Cafezinho 608 – Ignorância é poder

Cafezinho 608 – Ignorância é poder

Luciano Pires -

Assine o Café Brasil em http://mundocafebrasil.com

Um memorando confidencial da indústria do tabaco, chamado de Proposta de Tabagismo e Saúde, foi revelado ao público nos Estados Unidos em 1979. Ele foi escrito uma década antes pela empresa de tabaco Brown e Williamson para combater as “forças anti-cigarro”. O documento examina as maneiras pelas quais os cigarros são vendidos ao público em massa, dizendo assim: “A dúvida é nosso produto, pois é o melhor meio de competir com o ‘conjunto de fatos’ que existe na mente do público em geral. É também o meio de estabelecer uma controvérsia.”

A revelação do memorando despertou o interesse de Robert Proctor, historiador da ciência da Universidade de Stanford, que começou a se aprofundar nas práticas das empresas de tabaco, que gastaram bilhões obscurecendo o conhecimento sobre os efeitos do tabagismo na saúde dos fumantes. Essa busca levou Proctor a criar uma palavra para o estudo da propagação deliberada da ignorância: agnotologia.

Agnotologia vem de “agnosis”, a palavra grega neoclássica para ignorância ou “não saber”, e “ontologia”, o ramo da metafísica que trata da natureza do ser.

A agnotologia explora como os interesses políticos, econômicos, culturais e ideológicos podem promover a criação de dúvidas e incertezas em torno de questões científicas, históricas e sociais, geralmente para vender um produto ou ganhar favores. Isso inclui a disseminação de desinformação deliberada, a manipulação da opinião pública, a ocultação de informações relevantes e a criação de ambiguidades.

Alguns grupos ou indivíduos negam eventos históricos amplamente aceitos, como a chegada do homem à lua ou o Holocausto, por exemplo. Eles espalham teorias da conspiração e desinformação para minar o conhecimento histórico e criar dúvidas sobre a ocorrência desses eventos.

Políticos e partidos políticos distorcem fatos e dados para promover suas agendas e criar incertezas sobre questões importantes, como a economia, a segurança nacional e a saúde pública.

Esses grupos usam especialmente a imprensa, hoje em dia todas as mídias, para espalhar propagar a ignorância sob o pretexto de um debate equilibrado. Mas a ideia comum de que sempre haverá duas visões opostas nem sempre resulta em uma conclusão racional.

A agnotologia é um campo de estudo interdisciplinar que combina elementos da sociologia, da história, da comunicação e da psicologia para entender como o desconhecimento é produzido e sustentado em diferentes contextos sociais e culturais.

Proctor diz. “A ignorância não é apenas o ainda não conhecido, é também um estratagema político, uma criação deliberada de agentes poderosos que querem que você ‘não saiba’.”

Entendeu? O conhecimento está acessível como nunca antes, é importante que esse acesso seja cortado. Por quê?

Porque ignorância é poder, meu caro.

Aprenda isso.