s
Portal Café Brasil
Pelé e os parasitas.
Pelé e os parasitas.
Meu herói está lá, a Copa de 1970 está lá, o futebol ...

Ver mais

Branding a preço de banana.
Branding a preço de banana.
Quanto vale o branding? Pelo que estou vendo acontecer ...

Ver mais

O Tigre Branco. Ou poderia ser Cidade de Budah…
O Tigre Branco. Ou poderia ser Cidade de Budah…
Um grande comentário sócio-político sobre a divisão em ...

Ver mais

Cafezinho Live
Cafezinho Live
Luciano Pires, criador e apresentador dos podcasts Café ...

Ver mais

Café Brasil 759 – Karl Popper e os negacionistas
Café Brasil 759 – Karl Popper e os negacionistas
Não devemos aceitar verdades universais a partir de ...

Ver mais

Café Brasil 758 – LíderCast César Menotti
Café Brasil 758 – LíderCast César Menotti
Há muito tempo tínhamos a ideia de trazer para o ...

Ver mais

Café Brasil 757 – O dono da firma
Café Brasil 757 – O dono da firma
Vamos então a mais um programa que fala do empreendedor ...

Ver mais

Café Brasil 756 – Netiqueta e as mulas digitais
Café Brasil 756 – Netiqueta e as mulas digitais
Usar a internet de forma responsável, é isso que trata ...

Ver mais

LíderCast 217 – Amyr Klink
LíderCast 217 – Amyr Klink
Meu nome é Amyr Klink, tenho 65 anos e eu construo viagens.

Ver mais

LíderCast 216 – Denise Pitta
LíderCast 216 – Denise Pitta
Empreendedora digital, dona do site Fashion Bubbles, ...

Ver mais

LíderCast 215 – Marco Antonio Villa
LíderCast 215 – Marco Antonio Villa
Historiador, professor, comentarista polêmico em rádio ...

Ver mais

LíderCast 214 – Bianca Oliveira
LíderCast 214 – Bianca Oliveira
Jornalista e apresentadora, hoje vivendo na Europa, ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Leitura cafezinho 303 – Cérebro médio
Leitura cafezinho 303 – Cérebro médio
Escolha um tema quente, dê sua opinião e em seguida ...

Ver mais

A guerra dos pelados
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
De 1912 a 1916 o Estado de Santa Catarina sofreu a Guerra do Contestado, conflito armado que opôs, de um lado, posseiros e pequenos produtores rurais, e de outro militares federais e estaduais. ...

Ver mais

A americanização do Brasil
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
O imperialismo sedutor     “Chegou a hora dessa gente bronzeada mostrar seu valor Eu fui à  Penha, fui pedir à Padroeira para me ajudar Salve o Morro do Vintém, pendura a saia que eu quero ...

Ver mais

Economia da desigualdade
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Economia da desigualdade “Os valores que conferem ao capitalismo sua legitimidade são prosperidade e liberdade para todos. […[ Se você concentra poder e renda em um pequeno grupo, o ...

Ver mais

Autonomia do Banco Central
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Caminhando rumo à autonomia do Banco Central ˜O desejo parece ser o de que a política econômica saia de uma vez por todas da alçada dos presidentes da república. […]. Delega-se para a diretoria ...

Ver mais

Cafezinho 365 – (IN)segurança Nacional
Cafezinho 365 – (IN)segurança Nacional
Nem precisa prender o Danilo Gentili, a simples ameaça ...

Ver mais

Cafezinho 364 – Isolacionismo intelectual
Cafezinho 364 – Isolacionismo intelectual
O viés de confirmação leva ao isolacionismo ...

Ver mais

Cafezinho 363 – Chapeuzinho Vermelho 4.0
Cafezinho 363 – Chapeuzinho Vermelho 4.0
No Chapeuzinho Vermelho 4.0, tá cheio de lobo se ...

Ver mais

Cafezinho 362 – Na bala!
Cafezinho 362 – Na bala!
Se a constituição brasileira não proíbe que o deputado ...

Ver mais

Cafezinho 316 – Não somos estúpidos

Cafezinho 316 – Não somos estúpidos

Luciano Pires -

 

Há muito tempo nós, brasileiros, temos sido convencidos de que somos incapazes, que precisamos de alguém para nos orientar, disciplinar e cuidar de nós. E assim tivemos paizões e mãezonas com soluções para tudo. E chegamos onde chegamos.

Ferreira Gullar uma vez disse que “Você tem de ter uma visão crítica das coisas, não pode ficar eternamente se deixando levar por revolta, por ressentimentos. A melhor coisa para o inimigo é o outro perder a cabeça. Lutar contra quem está lúcido é mais difícil do que lutar contra um desvairado.”

É isso. Manter-se lúcido, explorar novas possibilidades, sair do coitadismo, tirar a mente para fora do cenário de confronto, de vingança, no qual fomos jogados. Mas a turma dos histéricos se nega a permitir que tentemos uma nova solução. Que comecemos a tomar as rédeas em nossas mãos. Ela nos quer histéricos.

Manter-se lúcido é fundamental para perceber as mentiras, os engodos, as manipulações, e só isso já nos dá uma centelha de esperança. Uma razão para o otimismo.

Não, não é para mergulhar no otimismo cego, que é tão burro e talvez até mais prejudicial que o pessimismo cego. É para perceber quais causas dos eventos negativos estão sob nosso controle. Sobre quais delas podemos influir.

Afinal, viver a vida sendo pessimista é um porre, não é? Ao pessimista falta a esperança, o horizonte, sem os quais fica muito difícil levantar da cama para a batalha diária.

O que resta é a sensação de estupidez que nos leva à depressão.

No final da minha palestra GERAÇÃO T, digo que quem estiver tomado por essa sensação de estupidez, que não perca as esperanças.

Não somos estúpidos, estamos estúpidos.

Estar é uma condição. E se é condição, pode ser mudada.

Comece por manter a lucidez.

 

Este cafezinho chega a você com apoio do Cafebrasilpremium.com.br, conteúdo extra-forte para seu crescimento profissional www.cafebrasilpremium.com.br

Versão do Youtube você encontra em bit.ly/lucianonoyoutube