s
Portal Café Brasil
Cafezinho Live
Cafezinho Live
Luciano Pires, criador e apresentador dos podcasts Café ...

Ver mais

Me Engana Que Eu Gosto
Me Engana Que Eu Gosto
Me engana que eu gosto: dois meio brasis jamais somarão ...

Ver mais

Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando a hora do Podcast Café Brasil 700!

Ver mais

Aplicativos IOS e Android para o Café Brasil Premium!
Aplicativos IOS e Android para o Café Brasil Premium!
MUDANÇAS IMPORTANTES NO CAFÉ BRASIL PREMIUM A você que ...

Ver mais

Café Brasil 741 – A cascata de disponibilidade
Café Brasil 741 – A cascata de disponibilidade
De quando em quando certos temas tomam a sociedade de ...

Ver mais

Café Brasil 740 – O tempo passou na janela
Café Brasil 740 – O tempo passou na janela
O tempo passou na janela. Você viu?

Ver mais

Café Brasil 739 – O deleite – Revisitado
Café Brasil 739 – O deleite – Revisitado
Hoje tratamos da importância de divertir-se enquanto ...

Ver mais

Café Brasil 738 – O encantador de Millennials
Café Brasil 738 – O encantador de Millennials
Todo mês, publicamos no Café Brasil Premium um ...

Ver mais

LíderCast 206 – Alessandro Loiola
LíderCast 206 – Alessandro Loiola
Médico, segunda aparição no LíderCast, por conta de seu ...

Ver mais

LíderCast 205 – Lorenzo Ridolfi
LíderCast 205 – Lorenzo Ridolfi
Um “nerd” fascinado por matemática e por big data, que ...

Ver mais

Comunicado Café Brasil e Omnystudio
Comunicado Café Brasil e Omnystudio
Nos 14 anos em que produzimos podcasts, esta talvez ...

Ver mais

Comunicado sobre o LíderCast
Comunicado sobre o LíderCast
Em função da pandemia e quarentena, a temporada 16 do ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Leitura cafezinho 303 – Cérebro médio
Leitura cafezinho 303 – Cérebro médio
Escolha um tema quente, dê sua opinião e em seguida ...

Ver mais

A Dialética do Confinamento
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
O pensamento, como o próprio real, é dialético: a escolha de um caminho sempre revela mais sobre nós mesmos do que sobre a paisagem. A escuridão sempre ilumina o que está oculto na nossa alma. A ...

Ver mais

Prêmio Nobel de Economia 2020
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Nobel de Economia 2020 Um prêmio em consonância com seu tempo “A teoria dos leilões é uma das construções mais coletivas da teoria econômica, tendo recebido a contribuição de grande número de ...

Ver mais

A lição de Giordano
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
O médico Joseph Giordano esperava um dia tranquilo de trabalho naquele longínquo 30 de março de 1981, como cirurgião-chefe da equipe de traumatologia da Universidade George Washington, situado na ...

Ver mais

Em pauta, a verdade
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Em pauta, a verdade “O mundo do século XXI remete aos navegadores que conquistaram novas terras no século XVI: eles sabiam onde estavam e tinham apenas uma pálida indicação de onde chegariam. ...

Ver mais

Cafezinho 327 – A cascata da disponibilidade
Cafezinho 327 – A cascata da disponibilidade
Como funciona uma cadeia de eventos que pode provocar ...

Ver mais

Cafezinho 326 – O atalho
Cafezinho 326 – O atalho
Enriquecer seu processo de julgamento e tomada de decisão

Ver mais

Cafezinho 325 – Os 35 MLA
Cafezinho 325 – Os 35 MLA
Demos a largada num projeto ambicioso que chamamos de ...

Ver mais

Cafezinho 324 – A regra das 48 horas
Cafezinho 324 – A regra das 48 horas
Quando chega uma notícia bombástica, eu só me pronuncio ...

Ver mais

Cafezinho 321 – Motivo

Cafezinho 321 – Motivo

Luciano Pires -

 

Cecília Meirelles tem um poema maravilhoso chamado… Motivo. Ele diz assim, ó:

 

Eu canto porque o instante existe

e a minha vida está completa.

Não sou alegre nem sou triste:

sou poeta.

Irmão das coisas fugidias,

não sinto gozo nem tormento.

Atravesso noites e dias

no vento.

Se desmorono ou se edifico,

se permaneço ou se desfaço,

– Não sei, não sei. Não sei se fico

ou passo.

Sei que canto. E a canção é tudo.

Tem sangue eterno e asa ritmada.

E um dia sei que estarei mudo:

– mais nada.

 

Esse poema foi musicado por Raimundo Fagner e fez parte da trilha sonora da minha juventude. Cecília nos lembra da importância de viver aqui e agora, da vida que é passageira, das bobagens que consomem nosso tempo de vida e se vão com vento. E acena com a liberdade do poeta, da dúvida, do não sei. E da certeza de que um dia tudo acaba.

Eu trouxe esse poema para este momento porque a única forma de permanecer são em meio à loucura destes dias de pandemia, de ânimos políticos exacerbados, de agressividade e da cultura do confronto, é recorrer aos poetas.

Só eles podem explicar o mundo.

Ou não.

 

Este cafezinho chega a você com apoio do Cafebrasilpremium.com.br, conteúdo extra-forte para seu crescimento profissional www.cafebrasilpremium.com.br