s
Portal Café Brasil
O Lado Cheio
O Lado Cheio
Aqui é o lugar onde você encontrará análises sobre o ...

Ver mais

Pelé e os parasitas.
Pelé e os parasitas.
Meu herói está lá, a Copa de 1970 está lá, o futebol ...

Ver mais

Branding a preço de banana.
Branding a preço de banana.
Quanto vale o branding? Pelo que estou vendo acontecer ...

Ver mais

O Tigre Branco. Ou poderia ser Cidade de Budah…
O Tigre Branco. Ou poderia ser Cidade de Budah…
Um grande comentário sócio-político sobre a divisão em ...

Ver mais

Café Brasil 764 – LíderCast Live – Gastronomia Viva
Café Brasil 764 – LíderCast Live – Gastronomia Viva
Medidas restritivas desproporcionais impostas pelos ...

Ver mais

Café Brasil 763 – A Agro é pop?
Café Brasil 763 – A Agro é pop?
Você já sabe que a Perfetto patrocina o Café Brasil,  ...

Ver mais

Café Brasil 762 – LíderCast Alessandro Santana
Café Brasil 762 – LíderCast Alessandro Santana
Da mesma forma como o Youtube joga no colo da gente um ...

Ver mais

Café Brasil 761 – O viés nosso de cada dia
Café Brasil 761 – O viés nosso de cada dia
Você já ouviu falar em autoilusão? A forma como nós ...

Ver mais

LíderCast 217 – Amyr Klink
LíderCast 217 – Amyr Klink
Meu nome é Amyr Klink, tenho 65 anos e eu construo viagens.

Ver mais

LíderCast 216 – Denise Pitta
LíderCast 216 – Denise Pitta
Empreendedora digital, dona do site Fashion Bubbles, ...

Ver mais

LíderCast 215 – Marco Antonio Villa
LíderCast 215 – Marco Antonio Villa
Historiador, professor, comentarista polêmico em rádio ...

Ver mais

LíderCast 214 – Bianca Oliveira
LíderCast 214 – Bianca Oliveira
Jornalista e apresentadora, hoje vivendo na Europa, ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Leitura cafezinho 303 – Cérebro médio
Leitura cafezinho 303 – Cérebro médio
Escolha um tema quente, dê sua opinião e em seguida ...

Ver mais

Três livros sobre corrupção e como combatê-la
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
A corrupção e o desafio de combatê-la em três livros “Ao contrário da maioria dos crimes violento ou passionais, a corrupção em larga escala é um crime absolutamente racional, baseado na análise ...

Ver mais

Richard Feynman desancando a universidade brasileira… de 1951
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
Como acabar com o mito de que a educação brasileira dos anos 50 tinha boa qualidade…   Em 1951, o físico norte-americano Richard Feynman (que posteriormente ganharia o Nobel de Física) veio ...

Ver mais

Exemplos positivos da sociedade
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Exemplos positivos da sociedade O início do outono foi marcado pela publicação de dois documentos apresentados por diferentes segmentos da sociedade com considerações críticas e sugestões para o ...

Ver mais

Efeito da pandemia na economia mundial
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Efeito da pandemia na economia mundial “O PIB brasileiro se apresentou melhor do que o de muitos países da Europa, por exemplo. No início da pandemia, a expectativa era de que o PIB brasileiro ...

Ver mais

Cafezinho 375 – As Mídias E Eu
Cafezinho 375 – As Mídias E Eu
Dias 26, 27 e 28 de abril vai acontecer o DESAFIO AS ...

Ver mais

Cafezinho 374 – Amizades perdidas
Cafezinho 374 – Amizades perdidas
Não brigue com seu amigo por causa da política. Depois ...

Ver mais

Cafezinho 373 – oladocheio.com
Cafezinho 373 – oladocheio.com
Venha para o lado dos que querem construir.

Ver mais

Cafezinho 372 – (des)Equilíbrio
Cafezinho 372 – (des)Equilíbrio
Após anos de condicionamento recebendo más notícias, ...

Ver mais

Cafezinho 342 –Tornando aceitável o reprovável

Cafezinho 342 –Tornando aceitável o reprovável

Luciano Pires -

“Todas as pessoas são capazes de construir ideologias morais para justificar seus comportamentos, e geralmente tendem a convencer a si e aos outros de seus princípios conforme lhes convêm.” Essa frase é de Albert Bandura, psicólogo e pedagogo autor do livro Desengajamento Moral, que deveria ser obrigatório em todas as escolas.

No processo de justificativa moral, tentamos fazer com que a conduta prejudicial aos outros seja apresentada como algo valioso para propósitos morais e sociais. E assim, o que seria reprovável passa a ser aceitável.

Uma das ferramentas do processo de desengajamento moral é a linguagem eufemística, que troca termos ou expressões que possam ofender alguém, por outros mais suaves. Caixa dois vira “recursos não contabilizados”…  ditadura vira “democracia social”… censura à imprensa vira “controle social da mídia”… Privatização é chamada de “desestatização”. Quarentena vira lockdown. Cada eufemismo permite um alívio moral.

Sabe qual é o problema? As pessoas se comportam de forma muito mais cruel quando suas ações são verbalmente atenuadas.

Racionalizar a conduta delituosa, é disso que trata o desengajamento moral.

Recorro a William Sheakespeare, na fala de Julieta, a namorada de Romeu:

“O que há num simples nome? O que chamamos rosa, sob uma outra designação teria igual perfume.”

Pense nisso.

 

Este cafezinho chega a você com apoio do Cafebrasilpremium.com.br, conteúdo extra-forte para seu crescimento profissional www.cafebrasilpremium.com.br.

 

Versão do Youtube em https://www.youtube.com/watch?v=-loaPx27CTM&feature=youtu.be