s
Portal Café Brasil
Nem tudo se desfaz
Nem tudo se desfaz
Vale muito a pena ver a história da qual somos ...

Ver mais

Henrique Viana
Henrique Viana
O convidado para o LíderCast desta vez é Henrique ...

Ver mais

Deduzir ou induzir
Deduzir ou induzir
Veja a quantidade de gente que induz coisas, ...

Ver mais

Origem da Covid – seguindo as pistas
Origem da Covid – seguindo as pistas
Tradução automática feita pelo Google, de artigo de ...

Ver mais

Café Brasil 791 – Tempo Perdido
Café Brasil 791 – Tempo Perdido
Você certamente já ouviu falar do Complexo de ...

Ver mais

Café Brasil 790 – Don´t be evil
Café Brasil 790 – Don´t be evil
Existe uma preocupação crescente sobre o nível de ...

Ver mais

Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Hoje bato um papo com Osvaldo Pimentel, CEO da ...

Ver mais

Café Brasil 788 – Love, Janis
Café Brasil 788 – Love, Janis
Janis Joplin era uma garota incompreendida, saiu da ...

Ver mais

Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Hoje bato um papo com Osvaldo Pimentel, CEO da ...

Ver mais

Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Sabe quem ajuda este programa chegar até você? É a ...

Ver mais

Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Um papo muito interessante com Henrique Viana, um jovem ...

Ver mais

Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Aurélio Alfieri é um educador físico e youtuber, ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

O Brasil e o Dia do Professor
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
O Brasil e o Dia do Professor Aulinha de dois mil réis Apesar das frequentes notícias que vêm a público, dando conta do elevado grau de corrupção existente em nosso país, e da terrível ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 4 – Definição dos Termos (parte 4)
Alexandre Gomes
  Uma definição torna explícita a INTENSÃO* ou significado de um termo, a essência que este termo representa.   *  você deve ter estranhado a palavra INTENSÃO, imaginando que seria ...

Ver mais

Enquanto isso
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Em setembro do ano passado o STF julgou um processo muito interessante, sobre a propriedade do Palácio Guanabara, sede do governo do Estado do Rio de Janeiro. Foi decidido que o palácio pertence ...

Ver mais

Agronegócio, indústria e mudança de mindset
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Agronegócio, indústria e mudança de mindset “Quando adotamos um mindset, ingressamos num novo mundo. Num dos mundos – o das características fixas –, o sucesso consiste em provar que você é ...

Ver mais

Cafezinho 429 – Minha tribo
Cafezinho 429 – Minha tribo
E no limite, a violência, o xingar, o ofender, o ...

Ver mais

Cafezinho 428 – A cultura da reclamação
Cafezinho 428 – A cultura da reclamação
O ser humano, naturalmente, só confia em membros de sua ...

Ver mais

Cafezinho 427 – Política e histeria
Cafezinho 427 – Política e histeria
A histeria política é sintoma da perda total do ...

Ver mais

Cafezinho 426 – Quem tem pressa?
Cafezinho 426 – Quem tem pressa?
Hoje as narrativas familiares perderam espaço para uma ...

Ver mais

Cafezinho 97 – Os ciclos

Cafezinho 97 – Os ciclos

Luciano Pires -

Uma das vantagens de envelhecer é a oportunidade de compreender que a vida é feita de ciclos. Olha só: temos a infância, a adolescência, a juventude, a maturidade, a envelhescência e a velhice. Em cada fase descobrimos coisas novas que servem de base para a fase seguinte. Aos 50 anos comprovei que a partir da maturidade são os ciclos de nossos filhos que determinam os nossos. Pouco depois que meu filho nasceu, 34 anos atrás, mudei-me de São Paulo para Alphaville em busca de um lugar calmo para viver, que me lembrasse a Bauru onde nasci. O interior, a comunidade, o sossego e a qualidade de vida que aquela Alphaville de 1986 oferecia. E assim foi.

O nascimento de minha filha, 28 anos atrás, coincidiu com a mudança para uma casa em Aldeia da Serra onde permaneci por 8 anos, até que as crianças atingiram uma idade crítica dos 12 a 14 anos, quando Aldeia da Serra não bastava mais. Foi quando percebi que um ciclo havia passado, o da infância dos filhos. Era hora de retornar para Alphaville, onde as necessidades da adolescência seriam melhor atendidas. Em 1997 fomos para o condomínio Melville, para a casa de nossos sonhos. E ali foram anos fantásticos até os adolescentes chegarem aos 20 anos… Em 2012 meu filho mudou-se para São Paulo e minha filha estudava e trabalhava também por lá. O ciclo da adolescência se encerrara. E a casa dos meus sonhos ficou grande e vazia. As “crianças” estavam distantes. Era hora de mudar novamente. E me vi às voltas com a busca de uma nova casa, desta vez dentro de São Paulo, perto dos filhos, menor e mais adequada ao novo ciclo que se iniciava. Perdi o sono a cada noite, só de pensar que iria me desfazer da casa de meus sonhos…

E então, em dezembro de 2014 encontrei um apartamento em Moema e, muito a contragosto, comecei o processo de mudança. Iniciado o processo, as coisas começaram a acontecer. Encontrei uma casinha deliciosa para instalar meu escritório, distante 80 metros de meu apartamento. Parei de usar automóvel. Faço quase tudo que preciso a pé e de UBER. E apareceu uma oportunidade de construir um estúdio dentro da casa que eu aluguei. O apartamento se mostra mais que suficiente, fica todo mundo feliz e, aos 60 anos, comecei um novo ciclo, o da envelhescência. O da velhice ainda vai chegar. Olho para trás e não me arrependo de nada.

É assim mesmo que a vida acontece, em ciclos. E fica a cada dia mais claro que permanecer preso a um ciclo é negar-se a oportunidade de evoluir.

Assine gratuitamente o Cafezinho por WhatsApp: bit.ly/assinecafezinho

Feed: http://feed.portalcafebrasil.com.br/tools/cafezinho.xml

Oferecimento: blog.nakata.com.br