s
Iscas Intelectuais
Nem tudo se desfaz
Nem tudo se desfaz
Vale muito a pena ver a história da qual somos ...

Ver mais

Henrique Viana
Henrique Viana
O convidado para o LíderCast desta vez é Henrique ...

Ver mais

Deduzir ou induzir
Deduzir ou induzir
Veja a quantidade de gente que induz coisas, ...

Ver mais

Origem da Covid – seguindo as pistas
Origem da Covid – seguindo as pistas
Tradução automática feita pelo Google, de artigo de ...

Ver mais

Café Brasil 792 – Solte o belo!
Café Brasil 792 – Solte o belo!
A beleza existe? Ou é só coisa da nossa cabeça? E se ...

Ver mais

Café Brasil 791 – Tempo Perdido
Café Brasil 791 – Tempo Perdido
Você certamente já ouviu falar do Complexo de ...

Ver mais

Café Brasil 790 – Don´t be evil
Café Brasil 790 – Don´t be evil
Existe uma preocupação crescente sobre o nível de ...

Ver mais

Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Hoje bato um papo com Osvaldo Pimentel, CEO da ...

Ver mais

Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Hoje bato um papo com Osvaldo Pimentel, CEO da ...

Ver mais

Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Sabe quem ajuda este programa chegar até você? É a ...

Ver mais

Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Um papo muito interessante com Henrique Viana, um jovem ...

Ver mais

Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Aurélio Alfieri é um educador físico e youtuber, ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 4 – Regras de Definição (parte 5)
Alexandre Gomes
  Para cumprir a função de DEFINIÇÃO, esta deve atender alguns requisitos. Do contrário, será apenas enrolação ou retórica vazia. Os requisitos são: 1. CONVERSÍVEL em relação ao sujeito, à ...

Ver mais

O Brasil e o Dia do Professor
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
O Brasil e o Dia do Professor Aulinha de dois mil réis Apesar das frequentes notícias que vêm a público, dando conta do elevado grau de corrupção existente em nosso país, e da terrível ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 4 – Definição dos Termos (parte 4)
Alexandre Gomes
  Uma definição torna explícita a INTENSÃO* ou significado de um termo, a essência que este termo representa.   *  você deve ter estranhado a palavra INTENSÃO, imaginando que seria ...

Ver mais

Enquanto isso
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Em setembro do ano passado o STF julgou um processo muito interessante, sobre a propriedade do Palácio Guanabara, sede do governo do Estado do Rio de Janeiro. Foi decidido que o palácio pertence ...

Ver mais

Cafezinho 431 – Sobre Egosidade
Cafezinho 431 – Sobre Egosidade
Descobri o que acontece com aquela gente enfática, que ...

Ver mais

Cafezinho 430 – A desigualdade nossa de cada dia
Cafezinho 430 – A desigualdade nossa de cada dia
Gritaria ideológica em rede social, sustentada em ...

Ver mais

Cafezinho 429 – Minha tribo
Cafezinho 429 – Minha tribo
E no limite, a violência, o xingar, o ofender, o ...

Ver mais

Cafezinho 428 – A cultura da reclamação
Cafezinho 428 – A cultura da reclamação
O ser humano, naturalmente, só confia em membros de sua ...

Ver mais

A Falta de Líderes Justos e Honestos Afeta as Pessoas

A Falta de Líderes Justos e Honestos Afeta as Pessoas

Waleska Farias - Iscas Liderança -

A Falta de Líderes Justos e Honestos Afeta as Pessoas.

Quando decidi investigar o perfil comportamental de alguns lideres bem sucedidos, a primeira evidência encontrou respaldo na natureza humana. Caráter, honestidade, valores que alicerçam a credibilidade da relação líder/colaborador e sustentam a realidade de que um líder empático às demandas sutis dos seus liderados é reconhecido como bem sucedido na sua missão de liderar pessoas.

Como contra fatos e dados não há argumentos, isso nos leva a crer que tratar bem as pessoas tornou-se um excelente negócio para aqueles que optam por alavancar a carreira liderando pessoas. E que fique claro: liderar pessoas, sim, é uma opção e sugere consequências.

Falando em “natureza humana”, o fato é que iniciamos a história no “ser”, depois enveredamos pelo “ter” e, frente às circunstâncias, estamos agora voltando, gradativamente, ao ser para resgatar alguns valores e princípios que por descuido (?) fugiu ao conceito de sucesso das relações profissionais. Mas, o que é essência, se faz por sê-lo crucial, por não poder inexistir e nessa condição precisa ser retomado.

Com base nos atendimentos de coaching, mentoring, resultado de testes e pesquisas dediquei-me a discorrer sobre a essencialidade da liderança humanizada no livro “O Líder Integral”* (FARIAS, Waleska. O Líder Integral: porque o bom ser humano precede o bom líder, São Paulo, Integrare Editora, 2014) como referencial de melhoria das relações de trabalho.

Em novembro de 2014 em parceria com a LeadPix Survey* decidimos realizar uma pesquisa que reafirmasse a vertente trabalhada no livro, ilustrando a necessidade dos líderes compreenderem as pessoas antes de dispor-se a liderá-las. Afinal, a liderança não pode ser tomada apenas como critério de ascensão na carreira e envolve responsabilidades as quais um gestor de pessoas não pode furtar-se de exercê-las.

A pesquisa considerou como base 3.154 entrevistas efetuadas no período de 03/11/2014 a 10/11/2014, onde aproximadamente 89% dos profissionais entrevistados tinham entre 25 e 59 anos, de classes e níveis hierárquicos diversos, distribuídos nas seguintes regiões e proporções: sudeste (52%), nordeste (19%), sul (14%) e 15% entre as regiões norte e centro oeste. 80,1% trabalhavam em empresas públicas e privadas e 14,7% eram autônomos.

 

 

Os profissionais foram questionados sobre quais aspectos consideravam como positivos e negativos no perfil de um líder:

 

1º. Honesto e Justo 54,10% Autoritário 22,58%
2º. Disponível para escutar 26,70% Tem descaso pela equipe 22,36%
3º. Flexível 24,60% Arrogante 21,74%
4º. Inspirador 23,10% Egoísta 21,22%
5º. Empático 23,10% Injusto 20,12%
6º. Acessível 21,80% Comunica-se inadequadamente 20,10%
7º. Envolvido com a equipe 20,70% Inflexível 19,10%
8º. Inovador 19,60% Inacessível 18,00%
9º. Motivador 16,00% Não busca inovar 16,34%

 

A pesquisa apontou “honesto e justo” em mais de 50% das citações como fator de maior relevância nas características positivas no perfil do líder. Autoritário e Arrogante representam 44% das respostas. O resultado, em linha com o fundamento da “Liderança Integral”, reafirma a importância da prática dos aspectos subjetivos da liderança no entendimento de que um bom líder, precisa, antes de tudo, ser um bom ser humano, como princípio de sustentabilidade das relações de trabalho.  Se o excesso de arrogância e autoritarismo somada à falta de honestidade afeta as pessoas, a pergunta que não pode ficar sem resposta é: Quanto vale um líder justo e honesto no mercado corporativo?

 

Waleska Farias
Coaching, Carreira & Imagem

 

*LeadPix, seu parceiro no resultado, Rio de Janeiro, Novembro 2014.

 

 

 

 

 

 

Ver Todos os artigos de Waleska Farias