s
Iscas Intelectuais
Henrique Viana
Henrique Viana
O convidado para o LíderCast desta vez é Henrique ...

Ver mais

Deduzir ou induzir
Deduzir ou induzir
Veja a quantidade de gente que induz coisas, ...

Ver mais

Origem da Covid – seguindo as pistas
Origem da Covid – seguindo as pistas
Tradução automática feita pelo Google, de artigo de ...

Ver mais

Palestra Planejamento Antifrágil
Palestra Planejamento Antifrágil
Aproveite o embalo, pois além de ouvir a história, você ...

Ver mais

Café Brasil 781 – Stalinismo tecnológico
Café Brasil 781 – Stalinismo tecnológico
Se você não é do ramo do marketing, da comunicação, da ...

Ver mais

Café Brasil 780 – LíderCast Barone & Priester
Café Brasil 780 – LíderCast Barone & Priester
Pronto. Chegou o dia de conversar com duas referências ...

Ver mais

Café Brasil 779 – Grávida? Você está demitida!
Café Brasil 779 – Grávida? Você está demitida!
Há quatro anos, uma amiga me relatou uma história ...

Ver mais

Café Brasil 778 – Cringe: a maldição dos Millennials
Café Brasil 778 – Cringe: a maldição dos Millennials
Um novo termo entrou em evidência: o cringe. A tradução ...

Ver mais

Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Um papo muito interessante com Henrique Viana, um jovem ...

Ver mais

Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Aurélio Alfieri é um educador físico e youtuber, ...

Ver mais

Café Brasil 766 – LíderCast Ilona Becskeházy
Café Brasil 766 – LíderCast Ilona Becskeházy
E a educação brasileira, como é que vai, hein? Mal, não ...

Ver mais

Café Brasil 762 – LíderCast Alessandro Santana
Café Brasil 762 – LíderCast Alessandro Santana
Da mesma forma como o Youtube joga no colo da gente um ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Leitura cafezinho 303 – Cérebro médio
Leitura cafezinho 303 – Cérebro médio
Escolha um tema quente, dê sua opinião e em seguida ...

Ver mais

Olímpica expectativa
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Olímpica expectativa “O esporte tem o poder de unificar, passar uma imagem de paz e resiliência, e nos dá esperança de seguir nossa jornada juntos.” Thomas Bach (Presidente do Comitê Olímpico ...

Ver mais

Economia do crime
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Economia do crime  O crime compensa?  “Na faculdade, fui atraído pelos problemas estudados por sociólogos e as técnicas analíticas utilizadas pelos economistas. Esses interesses começaram a se ...

Ver mais

Reprise
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Reprise  Já vi esse filme outras vezes… e não gostei do final A combinação de novas denúncias de irregularidades envolvendo membros do governo, o andamento da CPI da Covid e a sucessão de ...

Ver mais

O infalível ministro
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
A piada é antiga. Dá pra contar, se a turma do politicamente correto ainda não inventou o crime de lusofobia: A famosa cena bíblica do apedrejamento da adúltera, quando o Mestre teria dito… ...

Ver mais

Cafezinho 408 – Correlações e causalidades
Cafezinho 408 – Correlações e causalidades
Preste muita atenção nos discursos dos educadores, dos ...

Ver mais

Cafezinho 407 – A teoria do valor subjetivo
Cafezinho 407 – A teoria do valor subjetivo
Trocar um apartamento por um automóvel? Como assim?

Ver mais

Cafezinho 406 – Ressentimentos passivos
Cafezinho 406 – Ressentimentos passivos
Eu escolhi participar ativamente, usando as armas que tenho.

Ver mais

Cafezinho 405 – O babaca
Cafezinho 405 – O babaca
Qual tipo de reação você acha que levo em consideração ...

Ver mais

A força da vocação

A força da vocação

Tom Coelho - Sete Vidas -

“Eu nunca quis ser o maior ou o melhor.
Queria apenas desenhar.”
(Mauricio de Sousa)

 

Mônica, Cebolinha, Cascão, Magali. É quase impossível que estes personagens de histórias em quadrinhos não sejam seus conhecidos e praticamente improvável que não tenham participado de sua vida, em especial durante sua infância.

Tive a honra de compartilhar momentos especiais ao lado de Mauricio de Sousa em evento organizado pelo Núcleo de Jovens Empreendedores (NJE) do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (CIESP) em conjunto com o Comitê de Jovens Empreendedores (CJE) da Federação das Indústrias de Estado de São Paulo (FIESP). Na ocasião, ela relatou sua trajetória profissional, compartilhando algumas lições especiais que descrevo a seguir:

1. Propósito de vida. Inspirado por um pai poeta, pintor e compositor, e uma mãe também poetisa, Mauricio cresceu envolvido pela arte e desde cedo identificou que seu maior sonho e perspectiva para o futuro seria desenhar. Por isso, descubra o que lhe agrada e o que lhe faz feliz, pois estes são os grandes indicadores para você alcançar o sucesso profissional.

2. Resiliência. Um dos momentos de maior impacto em sua vida foi quando ele visitou a Folha da Manhã para apresentar algumas de suas criações. Na ocasião, quem o recebeu agiu de forma muito assertiva, dizendo-lhe que desenhar não seria um meio para que ele avançasse na carreira, pois aquela iniciativa não teria êxito. Naquele momento Mauricio aprendeu algo que vale para todos nós: não podemos desistir, não podemos desanimar, não podemos desesperançar.

3. Coragem para mudar. Mauricio acabou ingressando na Folha da Manhã, atuando como repórter policial. Escrevia suas reportagens ilustrando-as com desenhos. Certo dia, surgiu uma oportunidade de atuar exclusivamente com quadrinhos, ocasião em que não hesitou: pediu demissão imediatamente do cargo anterior, mesmo sabendo que ganharia menos e que estava migrando para algo incerto. E você, tem protelado a tomada de decisões por medo e receio, adiando a busca por aquilo que pode efetivamente lhe fazer feliz?

4. Inspiração na vida real. O que pode nos impulsionar muitas vezes está em nosso entorno. Assim nasceu o Cascão, baseado em um garoto que brincava com o irmão de Mauricio, na cidade de Mogi das Cruzes, onde moravam, e que tinha este apelido pelo fato de não ser muito “amigo da água”.

5. Sublimação. Para expandir os negócios, Mauricio teve que aceitar ver seus personagens sendo desenhados por outras pessoas. Não é uma decisão fácil, pois aquilo que fazemos com muito amor nos traz apego, mas é necessário abortar o ciúme para crescer e evoluir.

6. Aprendizado contínuo. Quando era repórter policial, Mauricio via colegas de outro departamento receberem materiais de marketing dos syndicates americanos. Então, o futuro empresário solicitava: “Por favor, não joguem fora este material após usá-lo. Passem para mim”. Assim ele desenvolveu novas técnicas de comunicação que são até hoje aplicadas em sua empresa, a Mauricio de Sousa Produções.

7. A influência da família. Uma das mais importantes lições conferidas por seu pai foi: “Desenhe pela manhã, mas se envolva com questões práticas à tarde”. Esta é uma forma de unir razão e emoção, e demonstra a relevância de pais presentes, ora inspirando, ora orientando seus filhos.

8. Foco e trabalho em equipe. Sonhar é bom e melhor ainda é buscar a realização dos desejos. Mas é essencial ter foco naquilo que se faz. Muitos alvos confundem um arqueiro. Por isso, aprenda a renunciar, pois não se pode fazer tudo bem feito ao mesmo tempo. E para ampliar seus horizontes, aprenda também a delegar. Para isso, você precisa de um time, pessoas em quem possa confiar.

9. Inovação. Mudanças fazem parte de nossa vida. Porém, as mudanças estão cada vez mais rápidas e intensas. Por isso, é necessário repensar e se reinventar continuamente. O mais difícil não é chegar ao topo, mas permanecer lá.

10. Sucesso é consequência. Essa foi, sem dúvida, a maior lição compartilhada por Mauricio. Ele relatou que não lutou para ser o maior e não brigou para ser o melhor. Mas todos nós sabemos quem ele se tornou. Uma referência mundial, alguém que enaltece nosso país por onde passa. Diretor de uma empresa com mais de 400 colaboradores. Mas, acima de tudo, uma pessoa generosa e humilde.

Dinheiro e sucesso são consequências. Não foque neles, mas em sua vocação. Certamente você deixará um legado, inspirando e influenciando positivamente outras pessoas como faz nosso querido Mauricio de Sousa.

 

* Tom Coelho é educador, palestrante em gestão de pessoas e negócios, escritor com artigos publicados em 17 países e autor de nove livros. E-mail: tomcoelho@tomcoelho.com.br. Visite: www.tomcoelho.com.br, www.setevidas.com.br e www.zeroacidente.com.br.

Ver Todos os artigos de Tom Coelho