s
Iscas Intelectuais
Palestra Planejamento Antifrágil
Palestra Planejamento Antifrágil
Aproveite o embalo, pois além de ouvir a história, você ...

Ver mais

Como se proteger da manipulação das mídias
Como se proteger da manipulação das mídias
Descubra o passo a passo para se proteger das mentiras, ...

Ver mais

O Lado Cheio
O Lado Cheio
Aqui é o lugar onde você encontrará análises sobre o ...

Ver mais

Pelé e os parasitas.
Pelé e os parasitas.
Meu herói está lá, a Copa de 1970 está lá, o futebol ...

Ver mais

Café Brasil 769 – Paulo Gustavo e as 48 horas
Café Brasil 769 – Paulo Gustavo e as 48 horas
Olha: eu tinha já começado a montar um programa sobre a ...

Ver mais

Café Brasil 768 – A Expedição Franklin
Café Brasil 768 – A Expedição Franklin
Como é que a gente age diante do desconhecido, hein? ...

Ver mais

Café Brasil 767 – Sexo bom – Revisitado
Café Brasil 767 – Sexo bom – Revisitado
Uma revisita a um programa de 2013 com um ponto de ...

Ver mais

Café Brasil 766 – LíderCast Ilona Becskeházy
Café Brasil 766 – LíderCast Ilona Becskeházy
E a educação brasileira, como é que vai, hein? Mal, não ...

Ver mais

Café Brasil 766 – LíderCast Ilona Becskeházy
Café Brasil 766 – LíderCast Ilona Becskeházy
E a educação brasileira, como é que vai, hein? Mal, não ...

Ver mais

Café Brasil 762 – LíderCast Alessandro Santana
Café Brasil 762 – LíderCast Alessandro Santana
Da mesma forma como o Youtube joga no colo da gente um ...

Ver mais

Café Brasil 758 – LíderCast César Menotti
Café Brasil 758 – LíderCast César Menotti
Há muito tempo tínhamos a ideia de trazer para o ...

Ver mais

LíderCast 217 – Amyr Klink
LíderCast 217 – Amyr Klink
Meu nome é Amyr Klink, tenho 65 anos e eu construo viagens.

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Leitura cafezinho 303 – Cérebro médio
Leitura cafezinho 303 – Cérebro médio
Escolha um tema quente, dê sua opinião e em seguida ...

Ver mais

Fôlego novo para a equipe econômica?
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Fôlego novo para a equipe econômica? Em março, ficamos sabendo que o crescimento negativo de 4,1% registrado em 2020 havia colocado o Brasil no 21° lugar num ranking de 50 países, segundo ...

Ver mais

Qual é o problema mais grave do Brasil?
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
Qual é o problema mais grave do nosso país?   Vão dizer que é a corrupção. Vão dizer que é a criminalidade. Que é a desigualdade social, a qualidade dos nossos políticos, a ignorância da nossa ...

Ver mais

Externalidades
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Externalidades negativas ou positivas na economia mundial[1] O termo econômico “externalidade” tem origem no trabalho do economista britânico Alfred Marshall (1842-1924), professor de Economia ...

Ver mais

O nosso Olimpo
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Brasileiro em geral não gosta muito de ler, infelizmente. Com a chegada do smartphone então… O celular faz-tudo é primeirão em qualquer aspecto, do prazer ao ócio total. Se os clássicos não ...

Ver mais

Cafezinho 384 – Gente estúpida
Cafezinho 384 – Gente estúpida
Distinguir talento de reputação, veja que questão ...

Ver mais

Cafezinho 383 – Dicas do tio Lu
Cafezinho 383 – Dicas do tio Lu
Não sei quantos anos você tem, mas garanto que perdeu ...

Ver mais

Cafezinho 382 – Fazer o quê?
Cafezinho 382 – Fazer o quê?
“Fazer o quê?” é a marca registrada do fatalismo brasileiro.

Ver mais

Cafezinho 381 – País-pererê
Cafezinho 381 – País-pererê
Esse é um trecho de um poema de Affonso Romano de ...

Ver mais

Ano novo, vida nova. 10 dicas para você construir um 2014 de sucesso!

Ano novo, vida nova. 10 dicas para você construir um 2014 de sucesso!

Waleska Farias - Iscas Liderança -

O ano está chegando ao fim, um novo ciclo profissional se encerra e a promessa de um ano melhor enche de esperança milhões de pessoas. E como fazer este sonho tornar-se realidade?

O primeiro passo é despertar. O segundo é resgatar um sentido que faça a dinâmica da vida valer à pena! A grande maioria das pessoas, inconscientes, vive a inércia dos ciclos da vida sem perceber que em qualquer situação existe o livre arbítrio – o poder de escolha.

Muito tempo gasto em rotinas repetitivas e contínuas distante da percepção consciente constrói a condição de quem já não mais dá conta de seus próprios desejos de realização. Mas ser vítima ou protagonista da própria existência é decisão de cada um.

Através dos processos de coaching lido com muitas demandas de profissionais insatisfeitos com suas rotinas, e na dificuldade de identificar o que, de fato, reponde pela insatisfação investem todas as suas disponibilidades em qualificações técnicas e chancelas acadêmicas, sem conseguir achar o real sentido que sustente a decisão de ser pleno.

E por não serem capazes de validar seus valores e identificar o que realmente motiva e mobiliza perdem-se dos seus valores, distanciando-se da sua missão de vida e por consequência do sucesso da sua trajetória profissional.

Cada um é responsável por construir sua realização através da conjugação do que quer com quem realmente é!  Essa dinâmica é o que permite ao indivíduo exercer de modo consciente a gestão da sua trajetória profissional.

Somente a partir da percepção dos próprios valores é que o profissional chega ao significado da sua missão e conquista sua plenitude por trabalhar na condição de ser fiel aos seus propósitos, alcançando seus objetivos não por imposição da convenção de sucesso, mas por ser integral na disposição do que é em essência pela escolha de ser feliz.

O sucesso do plano de gestão de carreira é proporcional à legitimação do desejo de cada um na determinação única de conjugar sua rotina pessoal e profissional pela validação dos seus sonhos e aspirações. Diante de um novo ano, um novo ciclo de oportunidades pode ser construído. Sem mais perda de tempo, Retome as rédeas da sua vida para suas mãos. Reposicione-se, efetue as manobras necessárias e valide as novas diretrizes:

1. Defina o significado da sua carreira.

2. Investigue suas reais necessidades e aspirações/inspirações.

3. Identifique seus objetivos e alinhe-os ao seu querer.

Enxergue-se como autor e não refém da sua história e determine-se na disposição de efetivar como realidade o que você acredita ser o seu ideal de vida. Através destas 10 dicas você poderá planejar e construir um 2014 com muitas realizações e conquistas:

1. Descubra a si mesmo – Saiba quem é, para que identificar o que realmente quer conquistar. Busque caminhos que o permita descobrir o que hoje é a sua justa medida. O autoconhecimento é o caminho para reencontra nossos valores e validar o caminho para o sucesso profissional.

2. Desenvolva sua autoconfiança – Acredite em você! Como dizia Shakespeare: se você acredita que é capaz, é. Se acredita que não, também. Você é o que se julga ser. A confiança em si mesmo é o antídoto contra a inércia e a vitimização. Aqueles que se julgam capazes não esperam pelas conquistas, as fazem acontecer.

3. Acredite que vai dar certo!  – É essencial enxergar por lentes positivas. O julgamento do entorno pauta os resultados. A crença em si mesmo e no sucesso é o combustível que nutre a motivação e faz do céu o limite.

4. Seja criativo, ouse! Desenvolver o lado lúdico e ver a vida também por outro ponto de vista ajuda a criar novas perspectivas e descobrir novos caminhos para o sucesso. Descontraia, permita-se e abstraia. Grandes descobertas surgem em momentos de descontração.

5. Planeje-se! Para quem não sabe aonde vai, qualquer lugar serve como destino final. O final do ano é uma excelente época para planejar e traçar novos planos objetivos e estratégias. Visualize o que deseja: ser promovido, trocar de trabalho, abrir uma empresa, fazer um sabatino? Decida e monte estratégicas que o leve em direção ao seu objetivo.

6. Aprenda a escutar. Já dizia o sábio Rei Salomão: “Quem tem ouvidos para ouvir, ouça…” A boa comunicação começa pelos ouvidos e oferece bons conselhos e reflexões. Ouça as pessoas que você admira e escute e atente para o que elas têm a dizer. Muitas vezes um bate-papo informal com um profissional de sucesso é mais valioso do que lições e teorias ilustradas em sala de aula.

7. Pare de criticar e reclamar – A pessoa que foca somente o lado negativo das situações, também é obrigado a lidar com suas consequências. Quem só reclama sabota a si mesmo, pois o tempo que perde reclamando deixa de ser investido na construção de novas possibilidades.  Se não está satisfeito com algo, não perca tempo reclamando, pense à frente e visualize uma solução ou um novo caminho.

8. Seja responsável, sempre! É preciso assumir as consequências do que dá ou não certo e se necessário rever o mapa, traçar novas direções e conquistar novos resultados. O lugar de vítima imobiliza e inviabiliza as conquistas.

9. Respeite a sua verdade – A verdade é a ponte para a integralidade e o mapa da felicidade. Só consegue ser verdadeiramente feliz quem alinha seus valores, querer e essência.  A partir do momento que você se percebe como de fato é, sua vida ganha outro sentido e o sucesso advêm como consequência!

10. Relaxe – Todos nós precisamos de uma válvula de escape para o stress do dia a dia. O corpo é uma fonte de energia renovável e precisamos “recarregar” em atividades que nos deem prazer genuinamente. Encontre gatilhos que o permita relaxar e oxigenar as ideias. É preciso descobrir fontes de prazer. Permita-se e você verá a diferença!

Waleska Farias
Coaching, Gestão de Carreira & Imagem

Ver Todos os artigos de Waleska Farias