s
Iscas Intelectuais
Nem tudo se desfaz
Nem tudo se desfaz
Vale muito a pena ver a história da qual somos ...

Ver mais

Henrique Viana
Henrique Viana
O convidado para o LíderCast desta vez é Henrique ...

Ver mais

Deduzir ou induzir
Deduzir ou induzir
Veja a quantidade de gente que induz coisas, ...

Ver mais

Origem da Covid – seguindo as pistas
Origem da Covid – seguindo as pistas
Tradução automática feita pelo Google, de artigo de ...

Ver mais

Café Brasil 792 – Solte o belo!
Café Brasil 792 – Solte o belo!
A beleza existe? Ou é só coisa da nossa cabeça? E se ...

Ver mais

Café Brasil 791 – Tempo Perdido
Café Brasil 791 – Tempo Perdido
Você certamente já ouviu falar do Complexo de ...

Ver mais

Café Brasil 790 – Don´t be evil
Café Brasil 790 – Don´t be evil
Existe uma preocupação crescente sobre o nível de ...

Ver mais

Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Hoje bato um papo com Osvaldo Pimentel, CEO da ...

Ver mais

Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Hoje bato um papo com Osvaldo Pimentel, CEO da ...

Ver mais

Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Sabe quem ajuda este programa chegar até você? É a ...

Ver mais

Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Um papo muito interessante com Henrique Viana, um jovem ...

Ver mais

Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Aurélio Alfieri é um educador físico e youtuber, ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 4 – Regras de Definição (parte 5)
Alexandre Gomes
  Para cumprir a função de DEFINIÇÃO, esta deve atender alguns requisitos. Do contrário, será apenas enrolação ou retórica vazia. Os requisitos são: 1. CONVERSÍVEL em relação ao sujeito, à ...

Ver mais

O Brasil e o Dia do Professor
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
O Brasil e o Dia do Professor Aulinha de dois mil réis Apesar das frequentes notícias que vêm a público, dando conta do elevado grau de corrupção existente em nosso país, e da terrível ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 4 – Definição dos Termos (parte 4)
Alexandre Gomes
  Uma definição torna explícita a INTENSÃO* ou significado de um termo, a essência que este termo representa.   *  você deve ter estranhado a palavra INTENSÃO, imaginando que seria ...

Ver mais

Enquanto isso
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Em setembro do ano passado o STF julgou um processo muito interessante, sobre a propriedade do Palácio Guanabara, sede do governo do Estado do Rio de Janeiro. Foi decidido que o palácio pertence ...

Ver mais

Cafezinho 432 – O vencedor
Cafezinho 432 – O vencedor
As pessoas não se importam com o que você diz, desde ...

Ver mais

Cafezinho 431 – Sobre Egosidade
Cafezinho 431 – Sobre Egosidade
Descobri o que acontece com aquela gente enfática, que ...

Ver mais

Cafezinho 430 – A desigualdade nossa de cada dia
Cafezinho 430 – A desigualdade nossa de cada dia
Gritaria ideológica em rede social, sustentada em ...

Ver mais

Cafezinho 429 – Minha tribo
Cafezinho 429 – Minha tribo
E no limite, a violência, o xingar, o ofender, o ...

Ver mais

Baterias Orgânicas

Baterias Orgânicas

alexsoletto - Iscas Científicas -

Que as fontes de energia renováveis como a eólica, a solar e a biomassa são inesgotáveis, parece ser o óbvio. Que contribuem para reduzir o aquecimento global, diminuem a poluição e aumentam as oportunidades de empregos, idem. Mas nem tudo são flores. Elas têm um alto custo no investimento primário e quando em funcionamento estão sujeitas as incertezas climáticas. Sem vento para a eólica e sem sol para a solar, por exemplo. Nestes casos, como armazenar e manter o fluxo de energia de modo constante mantendo o fornecimento de energia para a demanda? Uma saída são as chamadas baterias de fluxo líquido. Essas baterias, na sua maioria, funcionam com sais metálicos diluídos em um meio líquido formando um componente eletroativoos eletrólitos – que convertem energia química em eletricidade e são recarregáveis. Contudo as que usam sais metálicos, vanádio, bromo e enxofre têm desvantagens, digamos, significativas. Alto custo pelo kW/h entre U$700~U$800; não são auto-sustentáveis e nem são bem aceitas no meio ambiente de hoje. Foi pensando nestes problemas que uma equipe de cientistas liderada pelo físico Ph.D. Brian Huskinson, Havard School of Engineering and Applied Science, trabalhando em um modelo melhorado das baterias de fluxo de sais metálicos. A diferença fundamental está no tipo de composto usado nos eletrólitos. Não mais sais metálicos, mas moléculas orgânicas chamadas moléculas quinones. A quinone é um composto orgânico encontrado na natureza como pigmento em certas bactérias, plantas e alguns tipos de fungi. As principais vantagens mencionadas pelos pesquisadores são: escalabilidade (usa átomos abundantes na Terra); cinética (a rapidez com que os elétrons realizam as oxi-reduções para criar energia); estabilidade (relação entre seu grande tamanho e carga com o anion sulfanato em solução aquosa); solubilidade (alta solubilidade em meio aquoso) e uma pré-definição (o potencial de redução e solubilidade podem ser estimulados com outros grupos de moléculas quinones).

bateria organica 2

O esquema de uma bateria orgânica

Huskinson e a equipe de cientistas, ao que parece, deram um grande passo na direção de uma nova tecnologia de baterias orgânicas de fluxo a custos mais baixos e uma maior eficiência energética para estocar grandes quantidades de energia produzidas pelas fontes renováveis.

Letter publicada na revista Nature de janeiro de 2014 nas pags. De 195 a 198 sob o titulo “A Metal-Free Organic-Inorganic Aqueos Flow Baterry”.

Alex Soletto

Ver Todos os artigos de alexsoletto