s
Iscas Intelectuais
Cafezinho Live
Cafezinho Live
Luciano Pires, criador e apresentador dos podcasts Café ...

Ver mais

Me Engana Que Eu Gosto
Me Engana Que Eu Gosto
Me engana que eu gosto: dois meio brasis jamais somarão ...

Ver mais

Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando a hora do Podcast Café Brasil 700!

Ver mais

Aplicativos IOS e Android para o Café Brasil Premium!
Aplicativos IOS e Android para o Café Brasil Premium!
MUDANÇAS IMPORTANTES NO CAFÉ BRASIL PREMIUM A você que ...

Ver mais

Café Brasil 740 – O tempo passou na janela
Café Brasil 740 – O tempo passou na janela
O tempo passou na janela. Você viu?

Ver mais

Café Brasil 739 – O deleite – Revisitado
Café Brasil 739 – O deleite – Revisitado
Hoje tratamos da importância de divertir-se enquanto ...

Ver mais

Café Brasil 738 – O encantador de Millennials
Café Brasil 738 – O encantador de Millennials
Todo mês, publicamos no Café Brasil Premium um ...

Ver mais

Café Brasil 737 – A Lei de Murphy
Café Brasil 737 – A Lei de Murphy
Ei! Vai um sorvete aí? Ah! Só se for Perfetto! A ...

Ver mais

LíderCast 206 – Alessandro Loiola
LíderCast 206 – Alessandro Loiola
Médico, segunda aparição no LíderCast, por conta de seu ...

Ver mais

LíderCast 205 – Lorenzo Ridolfi
LíderCast 205 – Lorenzo Ridolfi
Um “nerd” fascinado por matemática e por big data, que ...

Ver mais

Comunicado Café Brasil e Omnystudio
Comunicado Café Brasil e Omnystudio
Nos 14 anos em que produzimos podcasts, esta talvez ...

Ver mais

Comunicado sobre o LíderCast
Comunicado sobre o LíderCast
Em função da pandemia e quarentena, a temporada 16 do ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Leitura cafezinho 303 – Cérebro médio
Leitura cafezinho 303 – Cérebro médio
Escolha um tema quente, dê sua opinião e em seguida ...

Ver mais

Prêmio Nobel de Economia 2020
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Nobel de Economia 2020 Um prêmio em consonância com seu tempo “A teoria dos leilões é uma das construções mais coletivas da teoria econômica, tendo recebido a contribuição de grande número de ...

Ver mais

A lição de Giordano
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
O médico Joseph Giordano esperava um dia tranquilo de trabalho naquele longínquo 30 de março de 1981, como cirurgião-chefe da equipe de traumatologia da Universidade George Washington, situado na ...

Ver mais

Em pauta, a verdade
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Em pauta, a verdade “O mundo do século XXI remete aos navegadores que conquistaram novas terras no século XVI: eles sabiam onde estavam e tinham apenas uma pálida indicação de onde chegariam. ...

Ver mais

Quando abandonamos a literatura, a língua nos abandona
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
O domínio da língua não se esgota na leitura e na escrita proficiente. A língua é composta por muitas linguagens que se inscrevem em diferentes regiões hermenêuticas. Ao transitar por um texto ...

Ver mais

Cafezinho 327 – A cascata da disponibilidade
Cafezinho 327 – A cascata da disponibilidade
Como funciona uma cadeia de eventos que pode provocar ...

Ver mais

Cafezinho 326 – O atalho
Cafezinho 326 – O atalho
Enriquecer seu processo de julgamento e tomada de decisão

Ver mais

Cafezinho 325 – Os 35 MLA
Cafezinho 325 – Os 35 MLA
Demos a largada num projeto ambicioso que chamamos de ...

Ver mais

Cafezinho 324 – A regra das 48 horas
Cafezinho 324 – A regra das 48 horas
Quando chega uma notícia bombástica, eu só me pronuncio ...

Ver mais

De olhos bem fechados

De olhos bem fechados

Labi Mendonça - Iscas Anarquiscas -

VAMOS ANALISAR UMAS COISAS…

Não quero chover no molhado. Faz mais de uma semana que só se fala em manifestação, as revistas estampam capas e tecem verdadeiros teoremas para explicar a onda de indignação.

A maioria das pessoas já formou uma opinião e seu julgamento dos fatos, e muitos acreditam que o tal do gigante adormecido agora está de pé e marchando. Eu sou sempre muito frio com todas essas coisas, porque já vi muito, já aprendi como se fabricam os movimentos, e também estudei como se provocam situações para um determinado efeito.

Muito bem. Hoje convido os leitores para uma análise simples de alguns aspectos que “pesquei” no quadro geral da situação.

  • Uma semana inteira de mobilização popular – que nasceu “aparentemente” de forma espontânea (como em outras partes do mundo, não é incrível?);
  • Do nada as ruas transbordam de gente, que bota pra fora sua insatisfação. Como se fosse geração espontânea. Nada disso vem sendo articulado, dizem os analistas. Não creio;
  • Alguns baderneiros e depredadores sempre muito bem articulados, no momento oportuno, e nos locais estratégicos, provocaram vandalismo, quebradeiras e violência, justamente para dar o clima de revolta;
  • Além de “elevar” o nível de questionamento da sociedade, e criar a impressão de que o País “acordou” de fato, esses movimentos sem um “engajamento político específico”, na mão “livre” da sociedade e embalados pelas redes sociais (classe média) criaram uma “pauta” de reivindicações, que ficou no ar e no desejo das massas. A bola quicando na área e só esperando a pessoa certa para chutar em gol;
  • Depois de mais de uma semana de agito, e se for bem verificado onde os prefeitos são mais populistas, alguns Estados e Capitais recuam, reveem os preços das tarifas de transporte público, e dão a sensação de que as mobilizações das ruas deram resultado. O povo sente coragem para sair de novo e forçar mais. A semana chega ao fim com a sensação de que o Brasil Está MUDANDO;
  • Aí, entra em cena a Presidente Dilma, faz um pronunciamento muito bem articulado, se coloca como porta-voz do descontentamento, a favor de mudanças, e capitaliza para si essa imagem de coerência e de “piloto” do que parece que será uma cruzada de mudanças no País. Ela vai capitanear perante os governadores uma pauta de debates e mudanças;
  • Querem apostar no resultado? Querem apostar que se ela conseguir fazer aprovar algumas das medidas que anunciou, será reeleita em 2014?
  • Não sei de vocês, mas eu achei que ela agiu profissionalmente com perfeição, muito bem orientada, e com o marketing correto, estrategicamente vai tirar o melhor proveito de tudo que aconteceu. E o povo feliz da vida, achando que mudou o Brasil. Até pode… Mas tem muita água para passar sob essa ponte. Será que vai? Estou de OLHOS BEM ABERTOS.

Ver Todos os artigos de Labi Mendonça