Iscas Intelectuais
Produtividade Antifrágil
Produtividade Antifrágil
PRODUTIVIDADE ANTIFRÁGIL vem para provocar você a rever ...

Ver mais

Cafezinho Live
Cafezinho Live
Luciano Pires, criador e apresentador dos podcasts Café ...

Ver mais

Me Engana Que Eu Gosto
Me Engana Que Eu Gosto
Me engana que eu gosto: dois meio brasis jamais somarão ...

Ver mais

Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando a hora do Podcast Café Brasil 700!

Ver mais

Café Brasil 724 – A Pátria dos bobos felizes
Café Brasil 724 – A Pátria dos bobos felizes
Nos últimos 100 anos, na Alemanha e nos EUA, o ...

Ver mais

Café Brasil 723 – O Paradoxo do Dadinho
Café Brasil 723 – O Paradoxo do Dadinho
Pois é... esta semana completo 64 anos de idade. ...

Ver mais

Café Brasil 722 – O Poder do Mau
Café Brasil 722 – O Poder do Mau
Um Podcast Café Brasil com quase três horas de duração ...

Ver mais

Café Brasil 721 – Lake Street Dive
Café Brasil 721 – Lake Street Dive
Olha, os dias andam um saco! Todo mundo nervoso, ...

Ver mais

Comunicado sobre o LíderCast
Comunicado sobre o LíderCast
Em função da pandemia e quarentena, a temporada 16 do ...

Ver mais

LíderCast 204 – Marco Bianchi
LíderCast 204 – Marco Bianchi
Humorista, um dos criadores dos Sobrinhos do Athaíde, ...

Ver mais

LíderCast 203 – Marllon Gnocchi
LíderCast 203 – Marllon Gnocchi
Empreendedor de Vitória, no Espírito Santo, que começa ...

Ver mais

LíderCast 202 – Richard Vasconcelos
LíderCast 202 – Richard Vasconcelos
Que está à frente da LEO Learning Brasil, uma empresa ...

Ver mais

Sobre Liberdade
Sobre Liberdade
Abri uma das aulas de meu curso Produtividade ...

Ver mais

Minuto da Produtividade 4 – Registre os pensamentos e ideias
Minuto da Produtividade 4 – Registre os pensamentos e ideias
A mente da gente é que nem o Windows; está agitando mas ...

Ver mais

Minuto da Produtividade 3 – Livre-se do lixo
Minuto da Produtividade 3 – Livre-se do lixo
Minuto da Produtividade 3 - Livre-se do lixo

Ver mais

Minuto da Produtividade 2 – Desenvolva sua própria pegada produtiva
Minuto da Produtividade 2 – Desenvolva sua própria pegada produtiva
Desenvolva a sua própria pegada produtiva!

Ver mais

Revisionismos e intolerância
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Revisionismos e intolerância “Sabemos que ninguém jamais toma o poder com a intenção de largá-lo. O poder não é um meio, é um fim em si. Não se estabelece uma ditadura com o fito de salvaguardar ...

Ver mais

Motivos de orgulho
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Motivos de orgulho Numa época repleta de dificuldades, pessimismo e más notícias como a que estamos vivendo em razão da pandemia de coronavírus e suas consequências sanitárias, econômicas, ...

Ver mais

5 ações de marketing para ajudar a superar a crise do coronavírus
Michel Torres
Negócios em todo o mundo estão sentindo os efeitos da pandemia: menos clientes, menor receita e o medo de não ter condições de aguentar esse tempo de prejuízo. Precisamos salvaguardar a saúde e o ...

Ver mais

Brasis
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Brasis  “Quanto tempo um homem deve virar a cabeça, fingindo não ver o que está vendo?” Bob Dylan Minha primeira lembrança pra valer do que vou focalizar neste artigo é de quando li Os dos ...

Ver mais

Cafezinho 295 – O Domingão do Faustinho
Cafezinho 295 – O Domingão do Faustinho
Estamos assistindo a uma revolução na mídia, meus ...

Ver mais

Cafezinho 294 – Vem pra Confraria
Cafezinho 294 – Vem pra Confraria
Se você vê algum valor em nosso trabalho, acesse ...

Ver mais

Cafezinho 293 – Democracia da porta pra fora.
Cafezinho 293 – Democracia da porta pra fora.
Não coloque a distribuição do seu trabalho nas mãos das ...

Ver mais

Cafezinho 292 – A bunda da Daniele
Cafezinho 292 – A bunda da Daniele
Qual janela você escolheu para ver o mundo?

Ver mais

Democracia?

Democracia?

Jorge De Lima - Iscas Olhos&Alma -

Bandeira do brasil pegando fogo

 

Democracia?

 

Estes dias vi dois amigos discutindo sobre política. Eram no início da discussão amigos… depois de meia hora de contenda, os ânimos exaltados e a temática ficou acalorada. Mais dez minutos e a verborragia toma conta, impropérios, xingos, ofensas e o fim da amizade se consolida no desrespeito total e irrestrito. O fato que acabei assistindo tem me sido relatado em várias vezes em nossa atualidade. Passionalidade, o instinto que tomou conta, a razão obliterada, fanatismo, patrulhamento ideológico, intolerância, ataques, fofoca, maledicência. É proibido discordar, falar da realidade sem sofrer ataques ou perseguição.

 

Estecenário comum que hoje ocorre na sociedade tem início claro nas estratégias de campanha decretada pelos marqueteiros do horror. Dá audiência atacar, mostrar se truculento, agredir. Assim foi trucidada a candidata Marina no primeiro turno deste pleito. PT e PSDB desrespeitando a mulher, a candidata, a pessoa, a trajetória. E hoje ironicamente quem atacou sofre do mesmo mal feito a outrem.

 

Mas quem foi que falou que nossos políticos respeitam alguém? Acaso foi respeitada a população que foi as ruas em julho do ano passado pedir melhoria na área da educação e saúde? Não fez parte das estratégias dos políticos tirar a legitimidade dos movimentos sociais que queriam transformações? Quanto dinheiro não foi investido para classificar de arruaceiros, marginais os professores, os profissionais da saúde e educação que tinham reinvindicações objetivas? Eu que fui as ruas, que vi o povo querendo mudanças me vi silenciado, calado, amordaçado diante do discurso oficial e do jogo feito pela mídia.

 

Hoje vivemos uma ditadura que desrespeita a diversidade, a oposição, a democracia, o povo. Vivemos em uma ditadura velada que cerceia, que ataca, que é incapaz do debate e a construção de ideias a partir de pontos contraditórios, ou seja não existe consenso ou mediação. Isto para mim representa a falência de nosso sistema político e a falta total de habilidade de negociação dos futuros gestores de nossa nação. Sobra truculência, desrespeito, cinismo, ironia, mentiras, fofoca, e muito fanatismo de ambos os lados de uma polarização extremamente patológica.

 

As pessoas brigando nas redes sociais, nas ruas, com ofensas, humilhação são fiel retrato deste sistema, são o espelho da politica que pode ser traduzida em intolerância. Particularmente fiquei feliz ao ver que 46% de nossos políticos foram substituídos. Porém outros 54% ainda são os mesmos, muitos fundamentalistas, agressores, corruptos, moralistas de fachada.

 

Democracia é o jogo entre poder vigente e oposição em um sistema dialético. Isto é desconstruído em nossa atualidade que é permeada pela ideia de um poder eterno, vitalício e consequentemente burro.

Ver Todos os artigos de Jorge De Lima