s
Iscas Intelectuais
Nem tudo se desfaz
Nem tudo se desfaz
Vale muito a pena ver a história da qual somos ...

Ver mais

Henrique Viana
Henrique Viana
O convidado para o LíderCast desta vez é Henrique ...

Ver mais

Deduzir ou induzir
Deduzir ou induzir
Veja a quantidade de gente que induz coisas, ...

Ver mais

Origem da Covid – seguindo as pistas
Origem da Covid – seguindo as pistas
Tradução automática feita pelo Google, de artigo de ...

Ver mais

Café Brasil 792 – Solte o belo!
Café Brasil 792 – Solte o belo!
A beleza existe? Ou é só coisa da nossa cabeça? E se ...

Ver mais

Café Brasil 791 – Tempo Perdido
Café Brasil 791 – Tempo Perdido
Você certamente já ouviu falar do Complexo de ...

Ver mais

Café Brasil 790 – Don´t be evil
Café Brasil 790 – Don´t be evil
Existe uma preocupação crescente sobre o nível de ...

Ver mais

Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Hoje bato um papo com Osvaldo Pimentel, CEO da ...

Ver mais

Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Hoje bato um papo com Osvaldo Pimentel, CEO da ...

Ver mais

Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Sabe quem ajuda este programa chegar até você? É a ...

Ver mais

Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Um papo muito interessante com Henrique Viana, um jovem ...

Ver mais

Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Aurélio Alfieri é um educador físico e youtuber, ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

O Brasil e o Dia do Professor
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
O Brasil e o Dia do Professor Aulinha de dois mil réis Apesar das frequentes notícias que vêm a público, dando conta do elevado grau de corrupção existente em nosso país, e da terrível ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 4 – Definição dos Termos (parte 4)
Alexandre Gomes
  Uma definição torna explícita a INTENSÃO* ou significado de um termo, a essência que este termo representa.   *  você deve ter estranhado a palavra INTENSÃO, imaginando que seria ...

Ver mais

Enquanto isso
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Em setembro do ano passado o STF julgou um processo muito interessante, sobre a propriedade do Palácio Guanabara, sede do governo do Estado do Rio de Janeiro. Foi decidido que o palácio pertence ...

Ver mais

Agronegócio, indústria e mudança de mindset
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Agronegócio, indústria e mudança de mindset “Quando adotamos um mindset, ingressamos num novo mundo. Num dos mundos – o das características fixas –, o sucesso consiste em provar que você é ...

Ver mais

Cafezinho 430 – A desigualdade nossa de cada dia
Cafezinho 430 – A desigualdade nossa de cada dia
Gritaria ideológica em rede social, sustentada em ...

Ver mais

Cafezinho 429 – Minha tribo
Cafezinho 429 – Minha tribo
E no limite, a violência, o xingar, o ofender, o ...

Ver mais

Cafezinho 428 – A cultura da reclamação
Cafezinho 428 – A cultura da reclamação
O ser humano, naturalmente, só confia em membros de sua ...

Ver mais

Cafezinho 427 – Política e histeria
Cafezinho 427 – Política e histeria
A histeria política é sintoma da perda total do ...

Ver mais

Eles Não Querem Vender

Eles Não Querem Vender

Suely Pavan Zanella - Iscas Comportamentais -

ELES NÃO QUEREM VENDER!vendasbaixas

Por Suely Pavan Zanella

Crise, crise, crise…É a palavra que mais ouvimos na TV e lemos em diferentes portais.

Porém, na vida real, o que se vê em shoppings, lojas de rua e supermercados, são pessoas que não querem vender, e até sentem um prazer quase orgástico ao dizer “Não” para o cliente. São mal selecionadas para os cargos e extremamente mal treinadas.

Se antigamente a toda a vez que um vendedor ouvia um não como resposta isso significava venda perdida, hoje a impressão que tenho na maioria dos casos, sem fazer nenhum tipo de generalização, é que pouco importa se a venda é efetuada ou não.

E não é à toa que na maioria das vezes preferimos comprar via Internet, mesmo que tenhamos problema futuros. Como boa compradora pela Internet posso dizer que os prazos para a entrega na maioria das lojas aumentaram, e há uma quase escassez de produtos. Ou seja, se gastam rios de dinheiro em propaganda para absolutamente nada. Imagino até, que ao contrário do que dizem as notícias sobre a crise, os donos de lojas e supermercados estão pouco se lixando sobre o fato de venderem ou não.  Se apenas leem números ao invés de irem a campo não conseguirão detectar o problema do desatendimento e a falta de vontade em vender.

Compraram a tal crise como um produto da moda, ao invés de tomarem providencias assertivas e reforçarem sua força de vendas através de processos seletivos exemplares (a base de qualquer boa empresa) , bons treinamentos de vendas e atendimento ao cliente, e claro, acompanhamento acirrado por parte dos gestores através de processos e liderança (aquele ingrediente que anda em falta na maioria das empresas).

Na profecia de autorrealização, números e não sintomas são analisados, a crise finalmente vencerá. Faltam produtos nas lojas, embora hajam pessoas com desejo de comprar. Faltam também funcionários nos caixas o que gera descontentamento por parte dos clientes, e principalmente gente gabaritada para atender e vender.

Ontem tive o desabor de constatar mais uma vez este processo de não vendas por parte das lojas do shopping. É a semana que antecede o Dia da Criança. Comprar brinquedos pela Internet significava que o mesmo chegaria 3 ou 4 dias após a data. Lá fui eu ao shopping. Estresse na certa!

Mas, não pense você que isso aconteceu apenas nesta data, desde o ano passado tenho alertado para este problema. No Natal conversei com clientes, por exemplo, e o descontentamento com maus vendedores e atendentes era geral, além da falta de produtos que ocorreu também na Copa do Mundo, como já relatei em outros textos.

Quem quer saber o que acontece tem que ir pra rua, ao invés de ficar em escritórios, esta é a regra básica de vendas.

Mas, quem quer vender? É melhor mesmo acreditar em crise. Quando era uma das sócias da Natura dona Yara do Amaral Pricolli costumava dizer nas reuniões de vendas: Tirem a bunda da cadeira!

Hoje sobram bundas sentadas nas cadeiras assistindo TV e vendo notícias sobre a crise na Internet. Vender que é bom, nada!

Ver Todos os artigos de Suely Pavan Zanella