s
Iscas Intelectuais
Deduzir ou induzir
Deduzir ou induzir
Veja a quantidade de gente que induz coisas, ...

Ver mais

Origem da Covid – seguindo as pistas
Origem da Covid – seguindo as pistas
Tradução automática feita pelo Google, de artigo de ...

Ver mais

Palestra Planejamento Antifrágil
Palestra Planejamento Antifrágil
Aproveite o embalo, pois além de ouvir a história, você ...

Ver mais

Como se proteger da manipulação das mídias
Como se proteger da manipulação das mídias
Descubra o passo a passo para se proteger das mentiras, ...

Ver mais

Café Brasil 774 – Adversário x Inimigo
Café Brasil 774 – Adversário x Inimigo
Publiquei um post em minha página do Facebook, dizendo ...

Ver mais

Café Brasil 773 – Falando sobre nação – Revisitado
Café Brasil 773 – Falando sobre nação – Revisitado
O Brasil é um grande país, que precisa de um povo unido ...

Ver mais

Café Brasil 772 – ComunicaAgro – Live com Tejon
Café Brasil 772 – ComunicaAgro – Live com Tejon
Um dia, descobri que grande parte dos ouvintes do ...

Ver mais

Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Aurélio Alfieri é um educador físico e youtuber, ...

Ver mais

Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Aurélio Alfieri é um educador físico e youtuber, ...

Ver mais

Café Brasil 766 – LíderCast Ilona Becskeházy
Café Brasil 766 – LíderCast Ilona Becskeházy
E a educação brasileira, como é que vai, hein? Mal, não ...

Ver mais

Café Brasil 762 – LíderCast Alessandro Santana
Café Brasil 762 – LíderCast Alessandro Santana
Da mesma forma como o Youtube joga no colo da gente um ...

Ver mais

Café Brasil 758 – LíderCast César Menotti
Café Brasil 758 – LíderCast César Menotti
Há muito tempo tínhamos a ideia de trazer para o ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Leitura cafezinho 303 – Cérebro médio
Leitura cafezinho 303 – Cérebro médio
Escolha um tema quente, dê sua opinião e em seguida ...

Ver mais

Entulho? Só quando convém
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Nestes tempos estranhos, algumas expressões da moda são muito ridículas, reverberadas principalmente pelas redes sociais; as politicamente corretas geralmente são as piores. Mas há outras, como o ...

Ver mais

Conhecendo a história do Brasil
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Conhecendo a história do Brasil… por meio dos que contaram a história “A história é a justiça imparcial, mas tem a mania de chegar tarde.” Roberto Campos[1] Em artigo intitulado Livros para ...

Ver mais

Tributo a Jaime Lerner
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Tributo a Jaime Lerner Recebi, com enorme tristeza, a notícia do falecimento de Jaime Lerner, ocorrido em Curitiba, dia 27 de maio. Seu trabalho como urbanista é merecedor de reconhecimento tanto ...

Ver mais

Macrotendências
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Macrotendências: mudanças em curso  “As mortes totais causadas pelo terrorismo em todo o mundo despencaram 59% desde seu pico em 2014. No Ocidente, a ameaça presente é menos da violência islâmica ...

Ver mais

Cafezinho 395 – Ervas daninhas
Cafezinho 395 – Ervas daninhas
Afinal, em que tipo de solo você acha que brota a ...

Ver mais

Cafezinho 394 – Seu trabalho não nos interessa
Cafezinho 394 – Seu trabalho não nos interessa
Isso é o que eu chamo de “celebrar o fracasso”: ...

Ver mais

Cafezinho 393 – Velhos Ranzinzas
Cafezinho 393 – Velhos Ranzinzas
Se no reino animal é a degeneração física que torna os ...

Ver mais

Cafezinho 392 – Eu vou matar a rainha
Cafezinho 392 – Eu vou matar a rainha
Tem tanta mentira em volta da gente, que acabamos ...

Ver mais

Exemplos positivos da sociedade

Exemplos positivos da sociedade

Luiz Alberto Machado - Iscas Econômicas -

Exemplos positivos da sociedade

O início do outono foi marcado pela publicação de dois documentos apresentados por diferentes segmentos da sociedade com considerações críticas e sugestões para o enfrentamento da difícil situação vivida pelo País.

Um dos documentos, apresentado na forma de Carta Aberta à Sociedade Referente a Medidas de Combate à Pandemia, que se tornou conhecido como Carta dos Economistas, tem por título “O País Exige Respeito; a Vida Necessita da Ciência e do Bom Governo”. Conta com 500 assinaturas (de economistas na sua esmagadora maioria, entre os quais ex-ocupantes de cargos de primeiro escalão como Pedro Malan, Rubens Ricupero, Armínio Fraga, Maílson da Nóbrega, Pérsio Arida, Affonso Celso Pastore, Edmar Bacha e Elena Landau) e pode ser lido na íntegra em file:///C:/Users/Dell/Downloads/2509996288-carta-aberta-medidas-de-combate-a-pandemia-28com-assinaturas-29.pdf.

O outro documento foi apresentado pelo Movimento Convergência Brasil, que foi criado no final de 2020 contando com destacados empresários brasileiros, entre os quais Maria Luiza Trajano (Magazine Luiza), Jorge Gerdau Johannpeter (Grupo Gerdau), Hélio Magalhães, ex-presidente do Citi e presidente do conselho de administração do Banco do Brasil, Helena Nader, vice-presidente da Academia Brasileira de Ciências, Paulo Hartung, ex-governador do Espírito Santo, e Fabio Barbosa, membro do Conselho das Nações Unidas.  O documento propõe um programa de renda mínima com recursos provenientes de privatizações e de economias decorrentes da reforma administrativa, na qual merece destaque a ideia de acabar com “penduricalhos” em salários do serviço público. Pela proposta, 30% das receitas obtidas seriam colocadas em um fundo financeiro administrado pelo BNDES. Mais informações estão disponíveis em https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,empresarios-articulam-proposta-para-programa-de-renda-basica-no-pais,70003655453.

Gostaria, em primeiro lugar, de salientar a importância das duas iniciativas, pois as contribuições dos diversos segmentos da sociedade são fundamentais para o aperfeiçoamento das instituições e para o amadurecimento da nossa democracia.

Depois de examinar os dois documentos, fiquei com a sensação de que o do Movimento Convergência Brasil é mais realista e aponta para soluções que demandam a participação de diversos segmentos da sociedade, quer do setor público (e não só do Executivo), quer do setor privado. Já o dos economistas atribui toda a responsabilidade pela situação atual ao governo federal, o que, a meu juízo, transforma-o num documento mais limitado e até tendencioso. Embora concorde que o presidente Bolsonaro tem sido pródigo em ações que beiram à irresponsabilidade, não considero adequado atribuir a ele toda a responsabilidade pela situação.

Fazendo coro ao jornalista William Waack, espero que essas manifestações de empresários e de economistas sejam vistas como alertas ao governo, que muitas vezes parece viver numa realidade paralela, e não como ameaças ou tentativas de desestabilização.

Ver Todos os artigos de Luiz Alberto Machado