s
Iscas Intelectuais
Deduzir ou induzir
Deduzir ou induzir
Veja a quantidade de gente que induz coisas, ...

Ver mais

Origem da Covid – seguindo as pistas
Origem da Covid – seguindo as pistas
Tradução automática feita pelo Google, de artigo de ...

Ver mais

Palestra Planejamento Antifrágil
Palestra Planejamento Antifrágil
Aproveite o embalo, pois além de ouvir a história, você ...

Ver mais

Como se proteger da manipulação das mídias
Como se proteger da manipulação das mídias
Descubra o passo a passo para se proteger das mentiras, ...

Ver mais

Café Brasil 774 – Adversário x Inimigo
Café Brasil 774 – Adversário x Inimigo
Publiquei um post em minha página do Facebook, dizendo ...

Ver mais

Café Brasil 773 – Falando sobre nação – Revisitado
Café Brasil 773 – Falando sobre nação – Revisitado
O Brasil é um grande país, que precisa de um povo unido ...

Ver mais

Café Brasil 772 – ComunicaAgro – Live com Tejon
Café Brasil 772 – ComunicaAgro – Live com Tejon
Um dia, descobri que grande parte dos ouvintes do ...

Ver mais

Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Aurélio Alfieri é um educador físico e youtuber, ...

Ver mais

Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Aurélio Alfieri é um educador físico e youtuber, ...

Ver mais

Café Brasil 766 – LíderCast Ilona Becskeházy
Café Brasil 766 – LíderCast Ilona Becskeházy
E a educação brasileira, como é que vai, hein? Mal, não ...

Ver mais

Café Brasil 762 – LíderCast Alessandro Santana
Café Brasil 762 – LíderCast Alessandro Santana
Da mesma forma como o Youtube joga no colo da gente um ...

Ver mais

Café Brasil 758 – LíderCast César Menotti
Café Brasil 758 – LíderCast César Menotti
Há muito tempo tínhamos a ideia de trazer para o ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Leitura cafezinho 303 – Cérebro médio
Leitura cafezinho 303 – Cérebro médio
Escolha um tema quente, dê sua opinião e em seguida ...

Ver mais

Entulho? Só quando convém
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Nestes tempos estranhos, algumas expressões da moda são muito ridículas, reverberadas principalmente pelas redes sociais; as politicamente corretas geralmente são as piores. Mas há outras, como o ...

Ver mais

Conhecendo a história do Brasil
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Conhecendo a história do Brasil… por meio dos que contaram a história “A história é a justiça imparcial, mas tem a mania de chegar tarde.” Roberto Campos[1] Em artigo intitulado Livros para ...

Ver mais

Tributo a Jaime Lerner
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Tributo a Jaime Lerner Recebi, com enorme tristeza, a notícia do falecimento de Jaime Lerner, ocorrido em Curitiba, dia 27 de maio. Seu trabalho como urbanista é merecedor de reconhecimento tanto ...

Ver mais

Macrotendências
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Macrotendências: mudanças em curso  “As mortes totais causadas pelo terrorismo em todo o mundo despencaram 59% desde seu pico em 2014. No Ocidente, a ameaça presente é menos da violência islâmica ...

Ver mais

Cafezinho 395 – Ervas daninhas
Cafezinho 395 – Ervas daninhas
Afinal, em que tipo de solo você acha que brota a ...

Ver mais

Cafezinho 394 – Seu trabalho não nos interessa
Cafezinho 394 – Seu trabalho não nos interessa
Isso é o que eu chamo de “celebrar o fracasso”: ...

Ver mais

Cafezinho 393 – Velhos Ranzinzas
Cafezinho 393 – Velhos Ranzinzas
Se no reino animal é a degeneração física que torna os ...

Ver mais

Cafezinho 392 – Eu vou matar a rainha
Cafezinho 392 – Eu vou matar a rainha
Tem tanta mentira em volta da gente, que acabamos ...

Ver mais

Guerra de narrativas

Guerra de narrativas

Luiz Alberto Machado - Iscas Econômicas -

Guerra de narrativas

 “Cada vez mais, somos um País dividido em dois lados, em duas culturas, e, mais ainda, em duas linguagens que se contrapõem com o mesmo desprezo pelos fatos.”

Bolívar Lamounier

 A divulgação da taxa do crescimento do PIB no terceiro trimestre deu origem, imediatamente, ao surgimento de comentários diametralmente opostos, evidenciando não apenas o clima de polarização reinante entre boa parte dos analistas, numa verdadeira guerra de narrativas, mas também uma clara falta de preocupação com a indicação de caminhos a seguir.

A taxa de 7,7% anunciada pelo IBGE veio abaixo da média das expectativas que apontavam para uma taxa em torno de 9%, situando o desempenho da economia brasileira num estágio intermediário[1] em comparação com o de outros países no mesmo período, como pode se ver no gráfico 1.

Gráfico 1

Os que se posicionaram favoravelmente, identificados como aliados do governo Bolsonaro, deram ênfase à capacidade de reação em plena pandemia, revertendo a tendência de queda verificada nos trimestres anteriores, na maior variação observada na comparação trimestral, como mostra o gráfico 2. Com o resultado, o País sai da recessão técnica após dois recuos nos trimestres anteriores.

Gráfico 2

Já os que se posicionaram criticamente enfatizaram a insuficiência das medidas adotadas pela equipe comandada por Paulo Guedes, criticando a tímida participação do Estado nas políticas adotadas.

Aos que procuram se posicionar de forma menos apaixonada, entre os quais eu me incluo, resta, em primeiro lugar, torcer para que as vacinas que se encontram em fase final de testes consigam bons resultados no menor espaço de tempo possível, permitindo o abandono das restrições em curso em vários países do mundo e a volta à normalidade no comportamento dos agentes econômicos.

Com relação ao Brasil, fica a expectativa quanto ao desempenho da economia no quarto trimestre e, mais do que isso, quanto à capacidade de reação em 2021 e nos anos seguintes, considerando o cenário difícil deixado pelo ano de 2020, com destaque para a questão fiscal, o elevado desemprego e a crescente pressão inflacionária.

Espero que tenhamos: (i) a retomada da agenda das reformas estruturantes cujo andamento foi interrompido pela pandemia do Covid-19, como a administrativa e a tributária; (ii) o avanço do programa de privatizações; e (iii) a efetivação de ações aprovadas na Lei de Liberdade Econômica com o objetivo de reduzir os custos de transação e aumentar a competitividade de nossas empresas.

A dúvida reside na capacidade de articulação do governo para viabilizar politicamente tal conjunto de iniciativas.

Iscas para ir mais fundo no assunto

Referências bibliográficas e webgráficas

DESEMPENHO do PIB do Brasil no 3° tri fica em 25° em ranking de 51 países. Disponível em https://g1.globo.com/economia/noticia/2020/12/03/desempenho-do-pib-do-brasil-no-3o-tri-fica-em-25o-em-ranking-de-51-paises.ghtml.

LAMOUNIER, Bolívar. Guerra de narrativas. Revista IstoÉ, 18 de agosto de 2018. Disponível em https://istoe.com.br/guerra-de-narrativas-2/.

TRIGO, Luciano. Guerra das narrativas: a crise política e a luta pelo controle do imaginário. São Paulo: Globo Livros, 2018.

[1] O desempenho do Produto Interno Bruno (PIB) brasileiro no 3º trimestre de 2020 ocupa o 25º lugar dentro de um ranking com 51 países, elaborado pela Austing Rating. A lista traz os resultados das maiores economias do mundo.

Ver Todos os artigos de Luiz Alberto Machado