s
Iscas Intelectuais
Nem tudo se desfaz
Nem tudo se desfaz
Vale muito a pena ver a história da qual somos ...

Ver mais

Henrique Viana
Henrique Viana
O convidado para o LíderCast desta vez é Henrique ...

Ver mais

Deduzir ou induzir
Deduzir ou induzir
Veja a quantidade de gente que induz coisas, ...

Ver mais

Origem da Covid – seguindo as pistas
Origem da Covid – seguindo as pistas
Tradução automática feita pelo Google, de artigo de ...

Ver mais

Café Brasil 792 – Solte o belo!
Café Brasil 792 – Solte o belo!
A beleza existe? Ou é só coisa da nossa cabeça? E se ...

Ver mais

Café Brasil 791 – Tempo Perdido
Café Brasil 791 – Tempo Perdido
Você certamente já ouviu falar do Complexo de ...

Ver mais

Café Brasil 790 – Don´t be evil
Café Brasil 790 – Don´t be evil
Existe uma preocupação crescente sobre o nível de ...

Ver mais

Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Hoje bato um papo com Osvaldo Pimentel, CEO da ...

Ver mais

Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Hoje bato um papo com Osvaldo Pimentel, CEO da ...

Ver mais

Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Sabe quem ajuda este programa chegar até você? É a ...

Ver mais

Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Um papo muito interessante com Henrique Viana, um jovem ...

Ver mais

Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Aurélio Alfieri é um educador físico e youtuber, ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 4 – Regras de Definição (parte 5)
Alexandre Gomes
  Para cumprir a função de DEFINIÇÃO, esta deve atender alguns requisitos. Do contrário, será apenas enrolação ou retórica vazia. Os requisitos são: 1. CONVERSÍVEL em relação ao sujeito, à ...

Ver mais

O Brasil e o Dia do Professor
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
O Brasil e o Dia do Professor Aulinha de dois mil réis Apesar das frequentes notícias que vêm a público, dando conta do elevado grau de corrupção existente em nosso país, e da terrível ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 4 – Definição dos Termos (parte 4)
Alexandre Gomes
  Uma definição torna explícita a INTENSÃO* ou significado de um termo, a essência que este termo representa.   *  você deve ter estranhado a palavra INTENSÃO, imaginando que seria ...

Ver mais

Enquanto isso
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Em setembro do ano passado o STF julgou um processo muito interessante, sobre a propriedade do Palácio Guanabara, sede do governo do Estado do Rio de Janeiro. Foi decidido que o palácio pertence ...

Ver mais

Cafezinho 431 – Sobre Egosidade
Cafezinho 431 – Sobre Egosidade
Descobri o que acontece com aquela gente enfática, que ...

Ver mais

Cafezinho 430 – A desigualdade nossa de cada dia
Cafezinho 430 – A desigualdade nossa de cada dia
Gritaria ideológica em rede social, sustentada em ...

Ver mais

Cafezinho 429 – Minha tribo
Cafezinho 429 – Minha tribo
E no limite, a violência, o xingar, o ofender, o ...

Ver mais

Cafezinho 428 – A cultura da reclamação
Cafezinho 428 – A cultura da reclamação
O ser humano, naturalmente, só confia em membros de sua ...

Ver mais

Liderança pelo exemplo

Liderança pelo exemplo

ivan carlos witt - Iscas Horizontes -

goldfish jumping - improvement and career concept

Motive o seu time e busque o que ele tem de melhor

Líderes que buscam alinhamento de seus times sabem que para motivá-los precisam, acima de tudo, fazer o que dizem, conhecido como “walk the talk”. Muito tato e cuidado nessa hora, se você é um líder. Não seja demagogo nem menospreze a capacidade do seu pessoal. Eles saberão diferenciar suas intenções facilmente.Por isso incentive o feedback e torne-se permeável a ele. Escutar posições antagônicas requer treino. É preciso realmente ouvir. Evite rebater a informação ou propor mudanças imediatamente. Isso evidencia uma postura defensiva. Costumamos ser lenientes conosco. Achamos que somos participativos, mas não se engane meu amigo, você, eu e todo mundo temos mecanismos de defesa e os usamos sem parcimônia.

Siga o roteiro. Feedback tem que pedir, o que sinaliza que você o deseja, que é importante para você. Depois é preciso ouvir, de preferência anotar o que esta ouvindo. Na dúvida, pergunte. Mas atenção: não justifique nem iniba o interlocutor. Tente quantificar, peça exemplos, quanto mais específico melhor. Entenda que dar feedback acarreta risco e por isso, caso não exista a confiança necessária ao processo, melhor garantir o anonimato das pessoas envolvidas. Com tempo, reflita sobre o que foi dito, trace um plano de ação que culmine em melhorias na tratativa com o grupo e comunique oportunamente o que fará a respeito do que lhe foi informado.

Grande parte dos problemas pode ser resolvida com comunicação efetiva. Não basta tomar uma decisão. É preciso prestar conta dela para seu pessoal. Explique o porquê das coisas. Use sua posição, que lhe permite enxergar mais longe, para esclarecer ao seu time a razão das suas escolhas. Eles apreenderão com você e assim, como por mágica, as coisas começaram a fluir melhor, com pessoas alinhadas em torno de objetivos conhecidos.

Acostume-se também a oposição, seja por diferença de opiniões, seja pelo fogo-amigo, presente em todos os grupos sociais. Ninguém é obrigado a pensar como você, nem mesmo seus liderados. Ouça atentamente, deixe que outras pessoas do grupo exponham suas ideias. No fim, tome sua decisão levando em conta todos os ângulos e aspectos apresentados. Quando a escolha não tiver sido a melhor, e isso acontece para todos, assuma rapidamente a responsabilidade e busque outra alternativa. Não gaste tempo justificando-se. Esse tempo é precioso para a solução do problema. Tente outra vez, de outra maneira.

Busque no seu time a força da superação, a tenacidade de permanecer tentando até o problema ser resolvido. Mar calmo nunca forma bons capitães. Desenvolva em seu pessoal o gosto pelo novo, pelo desconhecido, pelo difícil, pelo impossível até. Grupos vencedores são, antes de tudo, resilientes e não desanimam diante de adversidades. Reconheça sempre o esforço de todos, promovendo os melhores, ajudando os demais a superarem seus bloqueios. Para finalizar, nunca, mas nunca mesmo, perca seu senso de humor e vá contra seus valores.

Não é fácil liderar, mas desenvolver a si mesmo e aos outros é uma das coisas mais recompensadoras que existem.

Boa sorte!

Ver Todos os artigos de ivan carlos witt