s
Iscas Intelectuais
Produtividade Antifrágil
Produtividade Antifrágil
PRODUTIVIDADE ANTIFRÁGIL vem para provocar você a rever ...

Ver mais

Cafezinho Live
Cafezinho Live
Luciano Pires, criador e apresentador dos podcasts Café ...

Ver mais

Me Engana Que Eu Gosto
Me Engana Que Eu Gosto
Me engana que eu gosto: dois meio brasis jamais somarão ...

Ver mais

Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando a hora do Podcast Café Brasil 700!

Ver mais

Café Brasil 726 – Gently Weeps
Café Brasil 726 – Gently Weeps
Olha, algumas canções são tão sagradas que eu me sinto ...

Ver mais

Café Brasil 725 – A revolução da mídia
Café Brasil 725 – A revolução da mídia
Estamos protagonizando uma revolução nas mídias, com ...

Ver mais

Café Brasil 724 – A Pátria dos bobos felizes
Café Brasil 724 – A Pátria dos bobos felizes
Nos últimos 100 anos, na Alemanha e nos EUA, o ...

Ver mais

Café Brasil 723 – O Paradoxo do Dadinho
Café Brasil 723 – O Paradoxo do Dadinho
Pois é... esta semana completo 64 anos de idade. ...

Ver mais

Comunicado sobre o LíderCast
Comunicado sobre o LíderCast
Em função da pandemia e quarentena, a temporada 16 do ...

Ver mais

LíderCast 204 – Marco Bianchi
LíderCast 204 – Marco Bianchi
Humorista, um dos criadores dos Sobrinhos do Athaíde, ...

Ver mais

LíderCast 203 – Marllon Gnocchi
LíderCast 203 – Marllon Gnocchi
Empreendedor de Vitória, no Espírito Santo, que começa ...

Ver mais

LíderCast 202 – Richard Vasconcelos
LíderCast 202 – Richard Vasconcelos
Que está à frente da LEO Learning Brasil, uma empresa ...

Ver mais

Sobre Liberdade
Sobre Liberdade
Abri uma das aulas de meu curso Produtividade ...

Ver mais

Minuto da Produtividade 4 – Registre os pensamentos e ideias
Minuto da Produtividade 4 – Registre os pensamentos e ideias
A mente da gente é que nem o Windows; está agitando mas ...

Ver mais

Minuto da Produtividade 3 – Livre-se do lixo
Minuto da Produtividade 3 – Livre-se do lixo
Minuto da Produtividade 3 - Livre-se do lixo

Ver mais

Minuto da Produtividade 2 – Desenvolva sua própria pegada produtiva
Minuto da Produtividade 2 – Desenvolva sua própria pegada produtiva
Desenvolva a sua própria pegada produtiva!

Ver mais

Isolamento social, ideologia e privilégio de classe
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
A linguagem é dialética. Para apreender toda a extensão do que é dito, é preciso captar não só o seu significado explícito, mas também o que se oculta. Todos sabemos: em período de pandemia, é ...

Ver mais

Polêmica indesejável
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Polêmica indesejável “Eu sou o que me cerca. Se eu não preservar o que me cerca, eu não me preservo.” José Ortega y Gasset A aprovação do marco regulatório do saneamento pelo Senado, no dia 24 de ...

Ver mais

O fenômeno da fraude acadêmica no Brasil
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
Existe um fenômeno curioso na cultura brasileira: a falsificação de credenciais acadêmicas. A mentira do novo ex-ministro da Educação, Carlos Decotelli, que afirma ter concluído um doutorado que ...

Ver mais

Pandemia ou misantropia?
Filipe Aprigliano
Iscas do Apriga
Mais importante que defender a sua opinião, é defender o direito de livre expressão e escolha.

Ver mais

Cafezinho 298 – Jogando luz sobre a incerteza
Cafezinho 298 – Jogando luz sobre a incerteza
Os dias de incertezas que hoje vivemos, estão repletos ...

Ver mais

Cafezinho 297 – Empatia Positiva
Cafezinho 297 – Empatia Positiva
Empatia positiva. Saborear a sensação boa do outro não ...

Ver mais

Cafezinho 296 – Conhecimento ao seu alcance
Cafezinho 296 – Conhecimento ao seu alcance
Se você tem acesso a informações que outras pessoas não ...

Ver mais

Cafezinho 295 – O Domingão do Faustinho
Cafezinho 295 – O Domingão do Faustinho
Estamos assistindo a uma revolução na mídia, meus ...

Ver mais

Militares de ouro do Brasil

Militares de ouro do Brasil

Adalberto Piotto - Olhar Brasileiro -

Por Adalberto Piotto

Por que a maior parte da imprensa esconde que a judoca Rafaela Silva, o primeiro ouro nacional nos Jogos do Rio, é sargento da Marinha do Brasil e faz parte do programa de desenvolvimento de atletas de alto nível das Forças Armadas?

Porque é imprecisa sobre os fatos e, mesmo estando em 2016, preconceituosa com os militares ao não reconhecer o trabalho bem feito em nome do país, neste caso dos militares, que são igualmente brasileiros e somam medalhas para o Brasil.

A maioria dos colegas das redações se esmera ao lembrar da origem humilde da atleta, o que é um fato, mas erra ao não citar e valorizar o meio como ela, com sua competência e dedicação, se superou. Este também um fato, mas desta vez ignorado.

Chega do coitadismo disfarçado de benemerência com desinformação conveniente.

Ressalte-se o sucesso pela competência dela e da estrutura a que teve acesso. Reconheça-se isso.

Em algum momento, o Brasil acertou com ela.

Este é um modelo a ser seguido.

A sargento Rafaela Silva, a primeira medalhista de ouro, foi grandiosa por si, pela sua superação depois de Londres, e pelos meios que a permitiram se desenvolver.

Ela é o exemplo a ser seguido.

É talento de uma brasileira de sempre e um êxito do Brasil contemporâneo.

__________________________________________________________________

Matéria publicada em http://www.cbj.com.br/militar/

judocas

Com o objetivo de fortalecer a equipe brasileira para a 5ª edição dos Jogos Mundiais Militares, realizada em 2011, no Rio de Janeiro, o Ministério da Defesa em parceria com o Ministério do Esporte criou em 2008 o Programa de Incorporação de Atletas de Alto Rendimento às Forças Armadas Brasileiras. O Exército e a Marinha foram os primeiros a aderir ao programa. Mais tarde, em 2014, a Força Aérea Brasileira (FAB) também passou a fazer parte do projeto, que visava também à preparação dos atletas para as Olimpíadas de Londres 2012 e do Rio 2016.
A Confederação Brasileira de Judô participa do Programa desde 2009, tendo, atualmente, 30 atletas da seleção que são também militares: 12 na equipe masculina e 18 na equipe feminina. Desses 30 atletas, 12 alistaram-se no Exército e 18 na Marinha.

O alistamento é feito de forma voluntária e o processo de seleção leva em conta os resultados dos atletas em competições nacionais e internacionais. Dessa forma, as medalhas já conquistadas na carreira transformam-se em pontuações nos concursos para preenchimento das vagas de sargento e marinheiro, por exemplo.

Na prática, a função dos atletas é defender o Brasil em competições militares como os Jogos Mundiais, que em 2015 acontecerão na Coréia do Sul. Em contrapartida, o atleta recebe instruções militares para uma formação básica com um treinamento que dura, em média, três semanas. A partir daí, ele passa a receber o soldo, tem direito à assistência médica e pode utilizar todas as instalações esportivas militares.

Jogos Mundiais Militares

O resultado do Programa foi notório, sobretudo na última edição dos Jogos Mundiais Militares, em 2011. O país ficou em primeiro lugar no quadro geral, conquistando 114 medalhas: 45 ouros, 33 pratas e 36 bronzes. Esse foi o melhor desempenho da história do Brasil na competição. Na edição anterior, em Hyderabad, na Índia, o país havia ficado apenas com a 31ª colocação no quadro geral.

O judô foi uma das modalidades fundamentais nessa campanha, apresentando também um resultado excelente com recorde de medalhas na competição. Ao todo, foram doze pódios: cinco ouros, quatro pratas e três bronzes. Os campeões foram os judocas Luciano Corrêa, Maria Portela e Leandro Guilheiro no individual. Na disputa por equipes, o Brasil levou a melhor tanto no feminino, quanto no masculino. As pratas ficaram com Sarah Menezes, Andressa Fernandes, Ketleyn Quadros e Maria Suelen Altheman. Leandro Cunha, Bruno Mendonça e Rafael Silva conquistaram o bronze.

Veja abaixo a lista de atletas da seleção sênior de Judô que integram os quadros Militares:
Masculino
Felipe Kitadai – Exército
Eric Takabatake – Exército
Charles Chibana – Exército
Bruno Mendonça – Marinha
Alex Pombo – Exército
Leandro Guilheiro – Exército
Victor Penalber – Exército
Tiago Camilo – Exército
Eduardo Santos – Marinha
Luciano Corrêa – Exército
Rafael Silva – Exército
Walter Santos – Marinha

Feminino
Sarah Menezes – Marinha
Gabriela Chibana – Exército
Nathália Brígida – Marinha
Érika Miranda – Marinha
Raquel Silva – Marinha
Eleudis Valentim – Exército
Rafaela Silva – Marinha
Ketleyn Quadros – Marinha
Flávia Gomes – Exército
Mariana Barros – Marinha
Mariana Silva – Marinha
Katherine Campos – Marinha
Maria Portela – Marinha
Nádia Merli – Exército
Bárbara Timo – Marinha
Mayra Aguiar – Marinha
Maria Suelen Altheman – Marinha
Claudirene Cézar – Marinha

Ver Todos os artigos de Adalberto Piotto