s
Iscas Intelectuais
Cafezinho Live
Cafezinho Live
Luciano Pires, criador e apresentador dos podcasts Café ...

Ver mais

Me Engana Que Eu Gosto
Me Engana Que Eu Gosto
Me engana que eu gosto: dois meio brasis jamais somarão ...

Ver mais

Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando a hora do Podcast Café Brasil 700!

Ver mais

Aplicativos IOS e Android para o Café Brasil Premium!
Aplicativos IOS e Android para o Café Brasil Premium!
MUDANÇAS IMPORTANTES NO CAFÉ BRASIL PREMIUM A você que ...

Ver mais

Café Brasil 735 – Morrer de quê?
Café Brasil 735 – Morrer de quê?
Fala a verdade, quem é que não se pegou pensando sobre ...

Ver mais

Café Brasil 734 – Globalização e Globalismo
Café Brasil 734 – Globalização e Globalismo
Olha, vira e mexe a gente ouve falar em globalização e ...

Ver mais

Café Brasil 733 – Agro Resenha
Café Brasil 733 – Agro Resenha
O agronegócio, que talvez seja o mais espetacular caso ...

Ver mais

Café Brasil 732 – Os quatro Princípios da Objetividade
Café Brasil 732 – Os quatro Princípios da Objetividade
Que tempo de medos, não? Mas será um medo ...

Ver mais

Comunicado Café Brasil e Omnystudio
Comunicado Café Brasil e Omnystudio
Nos 14 anos em que produzimos podcasts, esta talvez ...

Ver mais

Comunicado sobre o LíderCast
Comunicado sobre o LíderCast
Em função da pandemia e quarentena, a temporada 16 do ...

Ver mais

LíderCast 204 – Marco Bianchi
LíderCast 204 – Marco Bianchi
Humorista, um dos criadores dos Sobrinhos do Athaíde, ...

Ver mais

LíderCast 203 – Marllon Gnocchi
LíderCast 203 – Marllon Gnocchi
Empreendedor de Vitória, no Espírito Santo, que começa ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Leitura cafezinho 303 – Cérebro médio
Leitura cafezinho 303 – Cérebro médio
Escolha um tema quente, dê sua opinião e em seguida ...

Ver mais

O boom no turismo regional no mundo pós-pandemia do coronavírus
Michel Torres
Estratégias para diferenciação e melhor aproveitamento da imensa demanda por hotéis e pousadas Um detalhe sobre a pandemia do coronavírus em curso é que as áreas com focos concentrados são ...

Ver mais

Boicote, Coelhinho?
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
O britânico Charles Cunningham entrou pra História de um jeito muito diferente. Em 1880, foi à Irlanda dirigir os negócios de um grande proprietário de terras local. Acabou entrando em desavenças ...

Ver mais

Aquém do potencial
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Aquém do potencial  “A economia está sujeita a conveniências políticas que a levaram por maus caminhos. Por isso enfatizo tanto a gravidade da situação, na esperança de levar seus responsáveis ao ...

Ver mais

Forjado na derrota
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Forjado na derrota “A um escritor, assim como a um armador, não era permitido sentir medo.” Pat Conroy Conversando por telefone com minha irmã, depois de meses sem nos vermos por ...

Ver mais

Cafezinho 317 – Declaração de Princípios
Cafezinho 317 – Declaração de Princípios
Quando decidi que lançaria meu primeiro curso on-line, ...

Ver mais

Cafezinho 316 – Não somos estúpidos
Cafezinho 316 – Não somos estúpidos
Não, não é para mergulhar no otimismo cego, que é tão ...

Ver mais

Cafezinho 315 – Como nasce uma palestra
Cafezinho 315 – Como nasce uma palestra
É exatamente como um pintor, um escultor, um músico ...

Ver mais

Cafezinho 314 – Punguistas intelectuais
Cafezinho 314 – Punguistas intelectuais
Ser capaz de detectar as merdades deveria ser a ...

Ver mais

Moralidade e Capitalismo 2: A Liberdade

Moralidade e Capitalismo 2: A Liberdade

Alessandro Loiola -

A Liberdade sempre foi a primeira linha de defesa de todos que amam o Capitalismo. “O capitalismo é o respeito constitucional ao livre comércio e à propriedade privada – todo o resto é socialismo”, escreveu Hans-Hermann Hoppe. Mas a liberdade do capitalismo deve ser limitada para manter a ordem e a segurança social – incluindo salvaguardas contra crises financeiras e expedientes predatórios. Em um paradoxo, a liberdade capitalista requer uma esfera privada, protegida, onde os indivíduos possam perseguir seus meios e seus fins sem a interferência de outros. Ainda que seja uma liberdade, ela não é tão libertária quanto seus entusiastas propõem.

A Moralidade, como Aristóteles definiu em Ética das Virtudes, não pode ser alcançada exceto quando se possui soberania de escolha sem coerção. Uma vez que o capitalismo nutre a esperança de ostentar uma liberdade aparentada desta, ele proclama outorgar o melhor ambiente possível para o progresso da Moralidade e do Caráter: em teoria, o sucesso nos negócios não apenas exige, mas também recompensa, o comportamento virtuoso, o pensamento independente, a criatividade e as diferenças de talentos entre os indivíduos.

O lance é que nenhum sistema econômico pode tornar as pessoas boas: o melhor que eles podem fazer é permitir que as pessoas o sejam. Somente quando o indivíduo tem a contingência de escolha e arca com as implicações de suas condutas ele pode ser Moral. O capitalismo, mais que qualquer outro sistema econômico, promete este exercício do livre arbítrio.

Para fabricar prosperidade, o capitalismo aplica persuasão e trocas voluntárias, e não coerção ou força. Ele viceja a partir do princípio de não-agressão à liberdade humana. As negociações de propriedades privadas devem oferecer garantias voluntárias de que a autonomia moral e física dos envolvidos será protegida de qualquer ataque violento. Liberdade pessoal e liberdade econômica, por conseguinte, passariam a significar a mesma coisa.

Muitos afirmam que a natureza materialista do capitalismo é no mínimo amoral. Entretanto, é um equívoco estigmatizá-lo por ser muito preocupado com coisas materiais: são os indivíduos soberanos e desobrigados inseridos nele que decidem, por si mesmos, os objetivos a serem perseguidos. A liberdade, no final, carrega algumas sequelas desagradáveis.

Ver Todos os artigos de Alessandro Loiola