Iscas Intelectuais
Produtividade Antifrágil
Produtividade Antifrágil
PRODUTIVIDADE ANTIFRÁGIL vem para provocar você a rever ...

Ver mais

Cafezinho Live
Cafezinho Live
Luciano Pires, criador e apresentador dos podcasts Café ...

Ver mais

Me Engana Que Eu Gosto
Me Engana Que Eu Gosto
Me engana que eu gosto: dois meio brasis jamais somarão ...

Ver mais

Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando a hora do Podcast Café Brasil 700!

Ver mais

Café Brasil 724 – A Pátria dos bobos felizes
Café Brasil 724 – A Pátria dos bobos felizes
Nos últimos 100 anos, na Alemanha e nos EUA, o ...

Ver mais

Café Brasil 723 – O Paradoxo do Dadinho
Café Brasil 723 – O Paradoxo do Dadinho
Pois é... esta semana completo 64 anos de idade. ...

Ver mais

Café Brasil 722 – O Poder do Mau
Café Brasil 722 – O Poder do Mau
Um Podcast Café Brasil com quase três horas de duração ...

Ver mais

Café Brasil 721 – Lake Street Dive
Café Brasil 721 – Lake Street Dive
Olha, os dias andam um saco! Todo mundo nervoso, ...

Ver mais

Comunicado sobre o LíderCast
Comunicado sobre o LíderCast
Em função da pandemia e quarentena, a temporada 16 do ...

Ver mais

LíderCast 204 – Marco Bianchi
LíderCast 204 – Marco Bianchi
Humorista, um dos criadores dos Sobrinhos do Athaíde, ...

Ver mais

LíderCast 203 – Marllon Gnocchi
LíderCast 203 – Marllon Gnocchi
Empreendedor de Vitória, no Espírito Santo, que começa ...

Ver mais

LíderCast 202 – Richard Vasconcelos
LíderCast 202 – Richard Vasconcelos
Que está à frente da LEO Learning Brasil, uma empresa ...

Ver mais

Sobre Liberdade
Sobre Liberdade
Abri uma das aulas de meu curso Produtividade ...

Ver mais

Minuto da Produtividade 4 – Registre os pensamentos e ideias
Minuto da Produtividade 4 – Registre os pensamentos e ideias
A mente da gente é que nem o Windows; está agitando mas ...

Ver mais

Minuto da Produtividade 3 – Livre-se do lixo
Minuto da Produtividade 3 – Livre-se do lixo
Minuto da Produtividade 3 - Livre-se do lixo

Ver mais

Minuto da Produtividade 2 – Desenvolva sua própria pegada produtiva
Minuto da Produtividade 2 – Desenvolva sua própria pegada produtiva
Desenvolva a sua própria pegada produtiva!

Ver mais

Revisionismos e intolerância
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Revisionismos e intolerância “Sabemos que ninguém jamais toma o poder com a intenção de largá-lo. O poder não é um meio, é um fim em si. Não se estabelece uma ditadura com o fito de salvaguardar ...

Ver mais

Motivos de orgulho
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Motivos de orgulho Numa época repleta de dificuldades, pessimismo e más notícias como a que estamos vivendo em razão da pandemia de coronavírus e suas consequências sanitárias, econômicas, ...

Ver mais

5 ações de marketing para ajudar a superar a crise do coronavírus
Michel Torres
Negócios em todo o mundo estão sentindo os efeitos da pandemia: menos clientes, menor receita e o medo de não ter condições de aguentar esse tempo de prejuízo. Precisamos salvaguardar a saúde e o ...

Ver mais

Brasis
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Brasis  “Quanto tempo um homem deve virar a cabeça, fingindo não ver o que está vendo?” Bob Dylan Minha primeira lembrança pra valer do que vou focalizar neste artigo é de quando li Os dos ...

Ver mais

Cafezinho 295 – O Domingão do Faustinho
Cafezinho 295 – O Domingão do Faustinho
Estamos assistindo a uma revolução na mídia, meus ...

Ver mais

Cafezinho 294 – Vem pra Confraria
Cafezinho 294 – Vem pra Confraria
Se você vê algum valor em nosso trabalho, acesse ...

Ver mais

Cafezinho 293 – Democracia da porta pra fora.
Cafezinho 293 – Democracia da porta pra fora.
Não coloque a distribuição do seu trabalho nas mãos das ...

Ver mais

Cafezinho 292 – A bunda da Daniele
Cafezinho 292 – A bunda da Daniele
Qual janela você escolheu para ver o mundo?

Ver mais

Não se iludam

Não se iludam

Labi Mendonça - Iscas Anarquiscas -

SOMOS TODOS HONESTOS?

BRASIL SOMOS TODOS

BRASIL SOMOS TODOS


Não se iludam, tudo tem uma origem, um motivo, uma gênese.

Escuto e leio depoimentos indignados, daqueles que julgam serem os baluartes da probidade e da retidão… Vejo tantas pessoas acreditando que são isentos de qualquer culpa, modelos de honestidade e de decência… Os errados são os outros, sempre.
Não-se-iluda
A grande maioria das pessoas, se mostra revoltada com a desonestidade, com a corrupção, com a falta de caráter, e com facilidade, jogam a culpa em alguém, no governo, nos outros.
Praticamente ninguém se coloca no meio, como mais um dos que estão fazendo parte desse processo. Ninguém diz que tem uma parcela de culpa nisso!

Culpa desse povo!

Culpa desse povo!


“Que é isso? Sou honesto! Pago minhas contas! Não engano ninguém! Não roubo nem desvio! Não corrompo! Não…” Escutei muitas vezes.
Mas eu imagino que são muitos desses os que “sonegam” fazendo uma declaração de imposto de renda de forma a pagar menos do que deveria, ou nem pagar… São muitos os que podendo, levam uma vantagem mesmo que prejudicando muitos outros, não obedecem leis, violam regulamentos, dão um “jeitinho” e enganam quando podem.
Quer mudar?

Quer mudar?


Aí eu me pergunto: Como julgar quando se sabe que temos a maioria de “aproveitadores”, oportunistas, enganadores, dupla-face, sonegadores, ilegais, foras das normas….
Quantos:
– Traindo seu cônjuge, e mentindo ou omitindo…
– Pisando na grama proibida…
– Ultrapassando na faixa contínua…
– Não declarando lucros…
– Estacionando onde não é permitido…
– Falando ao celular ao dirigir veículos…
– Tirando um proveito a mais quando não percebido…
– Trazendo o artigo comprado no exterior sem declarar na Alfândega…
– Não colocando zona azul no carro quando o fiscal não está…
– Colocando o primo ou o filho do amigo em vantagem numa situação de poder…
São muitas situações, pequenos e “inocentes” delitos, inúmeras as vezes em que o lado torto, a cultura do aproveitador, do fora-da-lei nos conduz, e nos induz a fazer o errado… Está na nossa genética? Na nossa cultura? Não sei…
SOMOS HONESTOS?

SOMOS HONESTOS?


O que eu sei, é que a realidade é assim… Portanto, me pergunto, com que direito essas pessoas vociferam contra os que são pegos em erro, os que estão corrompendo ou sendo corrompidos, levando vantagens em situações não lícitas, tirando proveito de alguma condição privilegiada?
Nossos políticos – nessa falsa e deformada democracia – são escolhidos pelo voto, e são os representantes legais e fiéis dessa sociedade que os pariu, que os embala, e que os condena quando não estão fazendo algo que seja do proveito daquele que está criticando e julgando.
Por isso, tenho ficado cada dia mais enojado, não com a descoberta dos podres que vão aparecendo nas investigações, pois eu sabia que eles existiam, não gosto disso, e não é surpresa, mas não tinha a informação de quanto, quem e onde, mas porque me admiro como é que os podres, rotos e sujos se arvoram a condenar os esfarrapados…
Não reconheço como sadia essa indignação da sociedade… Reconheço apenas como um interesse específico de estar contra um lado da questão, sem que o lado oposto esteja do lado certo… a tendência a jogar pedra e julgar, sem olhar para si, para seu próprio jeito de ser e agir…
acreditar basta?

acreditar basta?


Não me sinto feliz, nem também satisfeito ao escrever isto, e constatar tal realidade… Pelo contrário, lamento muito que assim seja… Mas não acho que seja culpa dos outros, eu acho que é culpa NOSSA, me incluo nessa grande massa da sociedade brasileira, que acha que está certa, fica admirada, indignada e enojada ao ver os podres aparecendo, mas também me coloco no meio daqueles que sabem e têm consciência de que tudo isso ocorre porque somos de certa forma, parecidos, até iguais, coniventes, cúmplices e/ou iludidos, já que pensamos que poderá ser diferente… Não dá para esperar nasceram cordeiros num rebanho de cabritos… Se é que me entendem…
oportunistas espertos?

oportunistas espertos?


O povo brasileiro é assim, nossa realidade é o retrato do que fazemos com nossa história e nossos atos… Lamentavelmente.
quer mudar? Comece!

quer mudar? Comece!

Ver Todos os artigos de Labi Mendonça