s
Iscas Intelectuais
Nem tudo se desfaz
Nem tudo se desfaz
Vale muito a pena ver a história da qual somos ...

Ver mais

Henrique Viana
Henrique Viana
O convidado para o LíderCast desta vez é Henrique ...

Ver mais

Deduzir ou induzir
Deduzir ou induzir
Veja a quantidade de gente que induz coisas, ...

Ver mais

Origem da Covid – seguindo as pistas
Origem da Covid – seguindo as pistas
Tradução automática feita pelo Google, de artigo de ...

Ver mais

Café Brasil 792 – Solte o belo!
Café Brasil 792 – Solte o belo!
A beleza existe? Ou é só coisa da nossa cabeça? E se ...

Ver mais

Café Brasil 791 – Tempo Perdido
Café Brasil 791 – Tempo Perdido
Você certamente já ouviu falar do Complexo de ...

Ver mais

Café Brasil 790 – Don´t be evil
Café Brasil 790 – Don´t be evil
Existe uma preocupação crescente sobre o nível de ...

Ver mais

Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Hoje bato um papo com Osvaldo Pimentel, CEO da ...

Ver mais

Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Hoje bato um papo com Osvaldo Pimentel, CEO da ...

Ver mais

Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Sabe quem ajuda este programa chegar até você? É a ...

Ver mais

Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Um papo muito interessante com Henrique Viana, um jovem ...

Ver mais

Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Aurélio Alfieri é um educador físico e youtuber, ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 4 – Regras de Definição (parte 5)
Alexandre Gomes
  Para cumprir a função de DEFINIÇÃO, esta deve atender alguns requisitos. Do contrário, será apenas enrolação ou retórica vazia. Os requisitos são: 1. CONVERSÍVEL em relação ao sujeito, à ...

Ver mais

O Brasil e o Dia do Professor
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
O Brasil e o Dia do Professor Aulinha de dois mil réis Apesar das frequentes notícias que vêm a público, dando conta do elevado grau de corrupção existente em nosso país, e da terrível ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 4 – Definição dos Termos (parte 4)
Alexandre Gomes
  Uma definição torna explícita a INTENSÃO* ou significado de um termo, a essência que este termo representa.   *  você deve ter estranhado a palavra INTENSÃO, imaginando que seria ...

Ver mais

Enquanto isso
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Em setembro do ano passado o STF julgou um processo muito interessante, sobre a propriedade do Palácio Guanabara, sede do governo do Estado do Rio de Janeiro. Foi decidido que o palácio pertence ...

Ver mais

Cafezinho 431 – Sobre Egosidade
Cafezinho 431 – Sobre Egosidade
Descobri o que acontece com aquela gente enfática, que ...

Ver mais

Cafezinho 430 – A desigualdade nossa de cada dia
Cafezinho 430 – A desigualdade nossa de cada dia
Gritaria ideológica em rede social, sustentada em ...

Ver mais

Cafezinho 429 – Minha tribo
Cafezinho 429 – Minha tribo
E no limite, a violência, o xingar, o ofender, o ...

Ver mais

Cafezinho 428 – A cultura da reclamação
Cafezinho 428 – A cultura da reclamação
O ser humano, naturalmente, só confia em membros de sua ...

Ver mais

O egoismo

O egoismo

Jorge De Lima - Iscas Olhos&Alma -

“A juventude acaba quando termina o egoísmo, a velhice começa com a vida para os outros…” –  Herman Hesse

Há duas semanas fui indagado por uma leitora qual seria o pior defeito de uma pessoa, o que traz mais problemas em seu desenvolvimento pessoal, psicológico, social, profissional, espiritual. Em mais de duas décadas de experiência clínica diária pude notar que as pessoas egoístas têm enorme dificuldade para aprenderem, compartilharem sua experiência, apresentam enorme rigidez e inflexibilidade, intolerância a frustração, mergulham com facilidade em transtornos de ansiedade com intensa somatização. Se hoje temos no mundo 2 bilhões de pessoas com transtorno de ansiedade, e 350 milhões de pessoas com depressão devemos isto ao egoísmo.

Egoísmo é o auto centramento, a introversão da energia psíquica, a distorção do narcisismo, o descarte da empatia – a não percepção das necessidades do outro, o excesso de auto-importância, do personalismo, o pensar só em você próprio, a busca desenfreada de prazer. Egoísmo é viver para si próprio sem pensar nos outros. É o querer intenso e excessivo.

Em nosso pós modernismo o mercado de consumo transformou a política, a religião, a socialização em valores ficcionais em  uma gigantesca fábrica de seres hedônicos. Competir! Pensar em si próprio, o mote de toda era moderna. O vizinho é um inimigo. A era moderna tornou instável os preceitos da função da personalidade moldando de forma maleável os valores e virtudes. Na pós modernidade a instabilidade criada pela necessidade de consumo, no emprego da tecnologia acentuou o auto centramento. As experiências compartilhadas são existentes pelo auto centramento. As experiências das redes sociais evidenciam a crise do pouco contato físico na era do virtual, o descarte da presença física real dos outros. A consequência, mais egoísmo. “Estamos a construir uma sociedade de egoístas(…) … que importa é o que compras, e segundo o que compras têm mais ou menos consideração por ti”… testemunha José de Sousa Saramago.

Todo egoísta é um sofredor nato. Sofre e não aprende, buscando novas experiências, e novamente sofrer do calote ao chifre passando pelas doenças, é o ser que vive dando cabeçadas, resmungando da vida, sem uma socialização genuína. São a crise da afetividade da pós modernidade, ou seja, são amigos desprezíveis, péssimos amantes, são a carência, a frustração, solidão e isolamento, o fim programado de namoro, noivado, casamento. Tudo em nome do eu que esquece o querer do outro.

O egoísta necessita de uma psicoterapia profunda para não adoecer mais. Tratar o egoísmo é simples: auto- conhecimento, doação, caridade, compaixão, e persistência. Neste mundo no atual estágio de nossa civilização este deve ser um exercício constante, rotineiro diário para todos. É o único caminho para uma felicidade genuína, para evolução psicológica e espiritual.

Ver Todos os artigos de Jorge De Lima