s
Iscas Intelectuais
Nem tudo se desfaz
Nem tudo se desfaz
Vale muito a pena ver a história da qual somos ...

Ver mais

Henrique Viana
Henrique Viana
O convidado para o LíderCast desta vez é Henrique ...

Ver mais

Deduzir ou induzir
Deduzir ou induzir
Veja a quantidade de gente que induz coisas, ...

Ver mais

Origem da Covid – seguindo as pistas
Origem da Covid – seguindo as pistas
Tradução automática feita pelo Google, de artigo de ...

Ver mais

Café Brasil 792 – Solte o belo!
Café Brasil 792 – Solte o belo!
A beleza existe? Ou é só coisa da nossa cabeça? E se ...

Ver mais

Café Brasil 791 – Tempo Perdido
Café Brasil 791 – Tempo Perdido
Você certamente já ouviu falar do Complexo de ...

Ver mais

Café Brasil 790 – Don´t be evil
Café Brasil 790 – Don´t be evil
Existe uma preocupação crescente sobre o nível de ...

Ver mais

Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Hoje bato um papo com Osvaldo Pimentel, CEO da ...

Ver mais

Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Hoje bato um papo com Osvaldo Pimentel, CEO da ...

Ver mais

Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Sabe quem ajuda este programa chegar até você? É a ...

Ver mais

Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Um papo muito interessante com Henrique Viana, um jovem ...

Ver mais

Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Aurélio Alfieri é um educador físico e youtuber, ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 4 – Regras de Definição (parte 5)
Alexandre Gomes
  Para cumprir a função de DEFINIÇÃO, esta deve atender alguns requisitos. Do contrário, será apenas enrolação ou retórica vazia. Os requisitos são: 1. CONVERSÍVEL em relação ao sujeito, à ...

Ver mais

O Brasil e o Dia do Professor
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
O Brasil e o Dia do Professor Aulinha de dois mil réis Apesar das frequentes notícias que vêm a público, dando conta do elevado grau de corrupção existente em nosso país, e da terrível ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 4 – Definição dos Termos (parte 4)
Alexandre Gomes
  Uma definição torna explícita a INTENSÃO* ou significado de um termo, a essência que este termo representa.   *  você deve ter estranhado a palavra INTENSÃO, imaginando que seria ...

Ver mais

Enquanto isso
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Em setembro do ano passado o STF julgou um processo muito interessante, sobre a propriedade do Palácio Guanabara, sede do governo do Estado do Rio de Janeiro. Foi decidido que o palácio pertence ...

Ver mais

Cafezinho 431 – Sobre Egosidade
Cafezinho 431 – Sobre Egosidade
Descobri o que acontece com aquela gente enfática, que ...

Ver mais

Cafezinho 430 – A desigualdade nossa de cada dia
Cafezinho 430 – A desigualdade nossa de cada dia
Gritaria ideológica em rede social, sustentada em ...

Ver mais

Cafezinho 429 – Minha tribo
Cafezinho 429 – Minha tribo
E no limite, a violência, o xingar, o ofender, o ...

Ver mais

Cafezinho 428 – A cultura da reclamação
Cafezinho 428 – A cultura da reclamação
O ser humano, naturalmente, só confia em membros de sua ...

Ver mais

O que fazer quando tudo dá errado?

O que fazer quando tudo dá errado?

Jorge De Lima - Iscas Olhos&Alma -

De manhã cedo, tentando retirar o carro da garagem, arranca o retrovisor. Ganha uma multa por furar o sinal. Chega atrasado e ganha uma bela bronca de sua patroa, que ameaça demiti-lo. Abre o email e descobre que sua paquera lhe deu um fora.  O dono da casa que aluga pediu o imóvel com urgência. A companhia telefônica o acha com cara de milionário e lhe manda uma conta astronômica, casualmente errada, já debitada em sua conta corrente no banco. Vida caótica, instabilidade no emprego, ganhando mal e aguentando muita encheção de saco. Mas o que fazer quando tudo dá errado?

Em certas noites até a lua se esconde! Calmaria no mar é a típica sensação, nada anda, o inverno ressurge no ciclo da existência. Reler Augusto dos Anjos não ajuda. Será que algo ajuda? O que fazer em períodos de dissolução, em que tudo vai dando errado?

A primeira coisa a fazer quando tudo dá errado é ficar quieto. Nestes períodos de alta ansiedade, o melhor é sair de férias e tentar se equilibrar fazendo uma profunda introspecção, revendo valores e objetivos de vida. Para sair de uma crise que é periódica na vida de todo mundo, você deve saber primeiramente o que quer para sua vida e ter a consciência que isto é um processo de médio e  longo prazo. Tudo piora quando não existe um norte, um direcionamento na vida.

Em nossa cultura maníaca e ansiosa você vai encontrar milhares de kits mágicos propondo soluções e salvação instantâneas. Esqueça! Ou você quer se enganar? Tudo que é superficial nestes casos só atrapalha.

No segundo item evite pedir conselhos a qualquer um e/ou se expor demais. Uma das características do auto boicote começa quando pedimos conselhos para pessoas erradas e isto é feito por desespero e apatia. Existem pessoas que pedem conselho sobre vida moral a uma prostituta; pedem aconselhamento afetivo a uma encalhada e frustrada; pedir conselhos de trabalho a um preguiçoso; pedir dicas de administração a um falido; pedir caminhos do destino a uma pessoa iludida e superficial; são exemplos de péssimas escolhas para orientação. Isto chama se auto boicote e aumenta em muito as possibilidades das coisas continuarem dando errado especialmente por vivermos em uma sociedade perversa em que a fofoca é natural.

O terceiro ponto aprendi com meus pacientes, como analista e psicólogo clínico ao longo de minha carreira, que o desespero e o negativismo deve ser evitado. Quem consegue resolver algo no desespero? E a atitude negativista e pessimista acentuam e recriam o ciclo.

Ver Todos os artigos de Jorge De Lima