Iscas Intelectuais
Produtividade Antifrágil
Produtividade Antifrágil
PRODUTIVIDADE ANTIFRÁGIL vem para provocar você a rever ...

Ver mais

Cafezinho Live
Cafezinho Live
Luciano Pires, criador e apresentador dos podcasts Café ...

Ver mais

Me Engana Que Eu Gosto
Me Engana Que Eu Gosto
Me engana que eu gosto: dois meio brasis jamais somarão ...

Ver mais

Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando a hora do Podcast Café Brasil 700!

Ver mais

Café Brasil 724 – A Pátria dos bobos felizes
Café Brasil 724 – A Pátria dos bobos felizes
Nos últimos 100 anos, na Alemanha e nos EUA, o ...

Ver mais

Café Brasil 723 – O Paradoxo do Dadinho
Café Brasil 723 – O Paradoxo do Dadinho
Pois é... esta semana completo 64 anos de idade. ...

Ver mais

Café Brasil 722 – O Poder do Mau
Café Brasil 722 – O Poder do Mau
Um Podcast Café Brasil com quase três horas de duração ...

Ver mais

Café Brasil 721 – Lake Street Dive
Café Brasil 721 – Lake Street Dive
Olha, os dias andam um saco! Todo mundo nervoso, ...

Ver mais

Comunicado sobre o LíderCast
Comunicado sobre o LíderCast
Em função da pandemia e quarentena, a temporada 16 do ...

Ver mais

LíderCast 204 – Marco Bianchi
LíderCast 204 – Marco Bianchi
Humorista, um dos criadores dos Sobrinhos do Athaíde, ...

Ver mais

LíderCast 203 – Marllon Gnocchi
LíderCast 203 – Marllon Gnocchi
Empreendedor de Vitória, no Espírito Santo, que começa ...

Ver mais

LíderCast 202 – Richard Vasconcelos
LíderCast 202 – Richard Vasconcelos
Que está à frente da LEO Learning Brasil, uma empresa ...

Ver mais

Sobre Liberdade
Sobre Liberdade
Abri uma das aulas de meu curso Produtividade ...

Ver mais

Minuto da Produtividade 4 – Registre os pensamentos e ideias
Minuto da Produtividade 4 – Registre os pensamentos e ideias
A mente da gente é que nem o Windows; está agitando mas ...

Ver mais

Minuto da Produtividade 3 – Livre-se do lixo
Minuto da Produtividade 3 – Livre-se do lixo
Minuto da Produtividade 3 - Livre-se do lixo

Ver mais

Minuto da Produtividade 2 – Desenvolva sua própria pegada produtiva
Minuto da Produtividade 2 – Desenvolva sua própria pegada produtiva
Desenvolva a sua própria pegada produtiva!

Ver mais

Revisionismos e intolerância
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Revisionismos e intolerância “Sabemos que ninguém jamais toma o poder com a intenção de largá-lo. O poder não é um meio, é um fim em si. Não se estabelece uma ditadura com o fito de salvaguardar ...

Ver mais

Motivos de orgulho
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Motivos de orgulho Numa época repleta de dificuldades, pessimismo e más notícias como a que estamos vivendo em razão da pandemia de coronavírus e suas consequências sanitárias, econômicas, ...

Ver mais

5 ações de marketing para ajudar a superar a crise do coronavírus
Michel Torres
Negócios em todo o mundo estão sentindo os efeitos da pandemia: menos clientes, menor receita e o medo de não ter condições de aguentar esse tempo de prejuízo. Precisamos salvaguardar a saúde e o ...

Ver mais

Brasis
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Brasis  “Quanto tempo um homem deve virar a cabeça, fingindo não ver o que está vendo?” Bob Dylan Minha primeira lembrança pra valer do que vou focalizar neste artigo é de quando li Os dos ...

Ver mais

Cafezinho 295 – O Domingão do Faustinho
Cafezinho 295 – O Domingão do Faustinho
Estamos assistindo a uma revolução na mídia, meus ...

Ver mais

Cafezinho 294 – Vem pra Confraria
Cafezinho 294 – Vem pra Confraria
Se você vê algum valor em nosso trabalho, acesse ...

Ver mais

Cafezinho 293 – Democracia da porta pra fora.
Cafezinho 293 – Democracia da porta pra fora.
Não coloque a distribuição do seu trabalho nas mãos das ...

Ver mais

Cafezinho 292 – A bunda da Daniele
Cafezinho 292 – A bunda da Daniele
Qual janela você escolheu para ver o mundo?

Ver mais

Pais entram nas Mídias Sociais para conversar com os Filhos

Pais entram nas Mídias Sociais para conversar com os Filhos

Mauro Segura - Transformação -

familia nas redes sociais

 

Definitivamente as mídias sociais entraram na rotina das famílias, especialmente naquelas com muitos adolescentes. Os pais já descobriram que precisam entrar na onda para conversar e se relacionar com seus filhos.

Uma pesquisa realizada nos USA apresentou algumas conclusões incríveis, como por exemplo que 7 entre cada 10 pais estão usando as mídias sociais para se comunicar e se relacionar com seus filhos. Aos poucos, o facebook e o twitter vão substituindo as salas de jantar (infelizmente não encontrei detalhes e a fonte dessa pesquisa, apesar de ter sido divulgada por alguns veículos confiáveis).

Não é preciso pesquisa para verificarmos que a juventude curte a comunicação digital, que adora manter diversas conversas simultaneamente, muitas vezes em plataformas e meios diferentes, com frases curtas e em qualquer momento do dia. Muitos pais já constataram isso e descobriram que precisam se ajustar a esse comportamento. As mídias sociais são um belo canal nesse contexto.

O interesse dos pais em se conectar aos filhos nas mídias sociais tem 3 principais razões:

1 – Se relacionar com os filhos no ambiente que eles frequentam rotineiramente;

2 – Verificar com quem os filhos estão se relacionando;

3 – Avaliar a reputação e imagem online dos filhos, ou seja, de que forma eles se comportam no universo online.

Em resumo: relacionamento, reputação e segurança estão por trás desse movimento dos pais na web.

A pesquisa apontou que 1 entre cada 10 pais não tem chance de ter conversas de valor com seus filhos durante uma típica semana.

62% dos pais pesquisados declararam que verificam o que seus filhos estão “curtindo” pelo menos uma vez ao dia.

80% dos pais que ficam de olho na vida online de seus filhos dizem que isso ajuda muito no relacionamento com eles, pois permite conhecer hobbies, interesses, preferências e outros costumes e desejos que nem sempre são evidentes ou conhecidos. Ou seja, as mídias sociais são um tremendo dedo duro. Conscientes ou não, os jovens vão deixando rastros na internet que permite aos pais conhecê-los melhor. Mas não só os pais…

Ironicamente, 98% dos pais admitiram que não querem realmente ser “amigos” ou “seguidores” de seus filhos nas redes sociais, mas essa foi a forma que eles encontraram para obter dos jovens uma resposta mais rápida do que precisam.

A pesquisa alerta o quanto é importante que os pais estejam antenados a respeito da tecnologia e das ferramentas sociais usadas pela nova geração. Mães e pais espertos conseguem se manter muito mais conectados com seus filhos do que os pais desatualizados tecnologicamente.

Embora a comunicação frente a frente seja a mais valiosa para o relacionamento familiar, é inquestionável que vivemos numa nova era e que os pais têm que entrar na onda. Entrar na discussão se os relacionamentos via mídias sociais são genuínas ou verdadeiras me parece uma perda de tempo. Ir onde os filhos estão é o que interessa aos pais. Isso faz parte da evolução.

Uma outra pesquisa feita pela BYU – Brigham Young University – de Utah USA – reforça os pontos acima. A conclusão é que os pais não podem se intimidar ao procurarem os filhos via mídias sociais. No entanto, afirma claramente que ser amigo do seu filho no facebook não significará que você terá um maravilhoso relacionamento com ele. É apenas uma forma, em um conjunto de ferramentas, que os pais podem usar para se conectar com seus filhos adolescentes. Obviamente que não é esperado que os pais postem fotos embaraçosas de seus filhos ou façam comentários íntimos ou inapropriados, isso poderia constrangê-los e até afastá-los. Os pais têm que ter desconfiômetro.

Mas o estudo apresentou uma surpresa. As mídias sociais em geral, independentemente do uso dos pais, podem também gerar comportamentos negativos nos jovens. E foi isso que o estudo identificou nos adolescentes que usam mídias sociais de forma intensa (mais de 8 horas por dia) ao apresentarem evidências de um comportamento de agressividade e depressão.

A pesquisa da BYU diz que metade dos jovens pesquisados tem conexões nas mídias sociais com seus pais. No entanto, apenas 19% desse grupo disseram que tem interações com seus pais nas redes várias vezes no mês, enquanto 16% afirmaram que usam as redes com seus pais diariamente.

Veja o estudo completo.

E você? Vai me perguntar se sigo ou sou amigo dos meus filhos nas mídias sociais?

 

Ver Todos os artigos de Mauro Segura