s
Iscas Intelectuais
Cafezinho Live
Cafezinho Live
Luciano Pires, criador e apresentador dos podcasts Café ...

Ver mais

Me Engana Que Eu Gosto
Me Engana Que Eu Gosto
Me engana que eu gosto: dois meio brasis jamais somarão ...

Ver mais

Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando a hora do Podcast Café Brasil 700!

Ver mais

Aplicativos IOS e Android para o Café Brasil Premium!
Aplicativos IOS e Android para o Café Brasil Premium!
MUDANÇAS IMPORTANTES NO CAFÉ BRASIL PREMIUM A você que ...

Ver mais

Café Brasil 746 – O viés
Café Brasil 746 – O viés
Você já se pegou forçando a barra para que os fatos ...

Ver mais

Café Brasil – A chamada
Café Brasil – A chamada
Meu conteúdo vale muito desde que seja de graça.

Ver mais

Café Brasil 745 – Superhomem
Café Brasil 745 – Superhomem
O programa de hoje passa por igualdade de gêneros. E ...

Ver mais

Café Brasil 744 – Sinalização de virtude
Café Brasil 744 – Sinalização de virtude
Você já ouviu alguns ditados como “faça o que digo, não ...

Ver mais

LíderCast 211- Luis Grottera
LíderCast 211- Luis Grottera
Um nome importante do mundo da propaganda brasileira, ...

Ver mais

LíderCast 210 – Sarah Rosa
LíderCast 210 – Sarah Rosa
“Atriz pornô e acompanhante” como ela mesma se define. ...

Ver mais

LíderCast 209 – Gabriel Lima
LíderCast 209 – Gabriel Lima
CEO da Enext e uma das mais jovens referências nos ...

Ver mais

LíderCast 208 – Alon Lavi
LíderCast 208 – Alon Lavi
Bacharel em Engenharia Biotecnológica na Universidade ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Leitura cafezinho 303 – Cérebro médio
Leitura cafezinho 303 – Cérebro médio
Escolha um tema quente, dê sua opinião e em seguida ...

Ver mais

Mainstream
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Mainstream Tema atual e oportuno  “As indústrias criativas não são mais hoje em dia um tema exclusivamente americano: são um tema global.” Frédéric Martel Acabo de ler Mainstream. Concluído em ...

Ver mais

Vacinas para quem precisa
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Não, o assunto não é a vacina contra a Covid-19. Por dois motivos: Primeiro, tem gente demais dando opinião sobre isso, e a maioria totalmente leiga no assunto. A coisa virou briga política, e ...

Ver mais

A montanha-russa peruana
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
A montanha-russa peruana Peru em flashes  “Desde a década de 1970, a democracia na América Latina cresceu num clima internacional favorável, mas suas vantagens são prejudicadas pela fraqueza de ...

Ver mais

A nova esquerda e a ideologia ultraliberal
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
Amigos, a nossa alienação nunca está onde nós acreditamos que ela esteja: a nossa alienação está justamente onde temos certeza de que enxergamos a realidade.   Digo isso porque percebo, em boa ...

Ver mais

Cafezinho 339 – Bote na rua esses urubus
Cafezinho 339 – Bote na rua esses urubus
Mantenha por perto quem quer construir. Livre-se dos ...

Ver mais

Cafezinho 338 – Cobertor de casal
Cafezinho 338 – Cobertor de casal
Ir de um post ao outro foi como sair de uma sauna e ...

Ver mais

Cafezinho 337 – Erebus e Terror
Cafezinho 337 – Erebus e Terror
A Expedição Franklin, no final do século 19, apesar de ...

Ver mais

Cafezinho 336 – Dê uma chance pra sorte
Cafezinho 336 – Dê uma chance pra sorte
Não dá pra provocar a sorte. Mas dá pra dar uma chance ...

Ver mais

Samba no céu

Samba no céu

Chiquinho Rodrigues -

Por volta dos anos 90 a Som Livre lançou um álbum com o infeliz nome de “Samba no Céu”. Eu me lembro de alguns nomes como Elis, Cartola, Pixinguinha, Gonzaguinha e outros artistas que já haviam morrido fazendo parte desse estranho elenco.

Fico pensando então no puta som que deve rolar de vez em quando lá em cima com tanta gente boa que já se foi.

Já imaginou uma banda regida por Duke Ellington com Jacob Pastorius ao baixo, Gene Krupa na batera, Joe Pass na guitarra, Elis, Sarah Vaugham, Billie Holiday, Ray Charles e Sinatra nos vocais, Bill Evans ou Jobim ao piano e o naipe de metais com Miles Davis, Louis Armstrong, Sony Rolins, Charlie Parker e Benny Carter?

Outro pensamento que me ocorre é qual o critério usado pra formarem-se bandas lá cima. Seria por estilos? Seria por nacionalidades, etnias, por números de discos vendidos ou por ordem de chegada ao céu?

Esse último critério me preocupa. Pois já imaginou se morro no mesmo dia que o Osvaldo Montenegro e tenho que passar a eternidade tocando aquela bosta toda na banda dele? (bom… isso acho que já seria o inferno,  né?)

Não sei bem ao certo porque lembrei disso agora. Mas deve ser porque li em meus scraps no orkut uma mensagem da Vilma (aquela do conto “Vilmoteca”) falando da Banda Revellion onde ambos tocamos.

Essa banda tinha um naipe de metais que deixou saudade!

Darcio, Luiz, Arruda, Tv, Sumé e Zé Gordo.

Eram todos muito bons. Mas o Zé gordo era um caso especial. A Vilma me contou que ela tem uma fita Vhs com um show da banda onde o Zé faz um solo de trumpete no standart Tenderly. Imperdível! (apesar de o instrumento dele ser sax).

Ela termina o scrap me dando uma notícia ruim. Escreve assim: “Ta sabendo do Zé, Chico? Foi arregimentado pro céu”

Esta é uma semana de tristes notícias.

Lembram do me amigo Dudu, contrabaixista que  eu cito no conto “Seis Vozes” ?

Lembram do cantor e compositor Carlos Kexo que está presente no meu conto “Limpa-se Mágoas” ?

Pois é, Vilma. Também eles foram esta semana arregimentados pelo Papai do Céu lá pra cima.

Convivi com o Dudu durante 42 anos e não me lembro de nenhuma palavra mais ácida que tenha saído da sua boca para com quem quer que fosse. Aprendi não só a ser um bom músico, como também uma pessoa melhor com esse convívio.

Fui visitá-lo há uns três meses (depois de uma complicada cirurgia) e passamos uma tarde maravilhosa de audição de vários Cds e Dvds que eu lhe levei de presente. Na hora de ir embora dei um abraço sincero e carinhoso em meu amigo. Eu não sabia que este seria o último. Pois se soubesse, teria dado um mais apertado e demorado.

Seja onde estiverem: Carlos Kexo, Zé Gordo e Dudu, tenho certeza que o som será dos melhores!

O meu coração está naqueles dias tristes e escuros.

Porém, a única coisa que me consola e empresta um pouco de paz ao meu espírito é saber que a esta altura com a chegada deles, o céu seguramente deve estar em festa.

Ver Todos os artigos de Chiquinho Rodrigues