s
Iscas Intelectuais
Nem tudo se desfaz
Nem tudo se desfaz
Vale muito a pena ver a história da qual somos ...

Ver mais

Henrique Viana
Henrique Viana
O convidado para o LíderCast desta vez é Henrique ...

Ver mais

Deduzir ou induzir
Deduzir ou induzir
Veja a quantidade de gente que induz coisas, ...

Ver mais

Origem da Covid – seguindo as pistas
Origem da Covid – seguindo as pistas
Tradução automática feita pelo Google, de artigo de ...

Ver mais

Café Brasil 793 – LíderCast Antônio Chaker
Café Brasil 793 – LíderCast Antônio Chaker
Hoje bato um papo com Antônio Chaker, que é o ...

Ver mais

Café Brasil 792 – Solte o belo!
Café Brasil 792 – Solte o belo!
A beleza existe? Ou é só coisa da nossa cabeça? E se ...

Ver mais

Café Brasil 791 – Tempo Perdido
Café Brasil 791 – Tempo Perdido
Você certamente já ouviu falar do Complexo de ...

Ver mais

Café Brasil 790 – Don´t be evil
Café Brasil 790 – Don´t be evil
Existe uma preocupação crescente sobre o nível de ...

Ver mais

Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Hoje bato um papo com Osvaldo Pimentel, CEO da ...

Ver mais

Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Sabe quem ajuda este programa chegar até você? É a ...

Ver mais

Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Um papo muito interessante com Henrique Viana, um jovem ...

Ver mais

Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Aurélio Alfieri é um educador físico e youtuber, ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Pax Aeterna
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
Maquiavel é, com alguma freqüência, considerado o primeiro cientista político moderno: nas suas análises, ele teria sido um dos primeiros a rejeitar tanto uma concepção metafísica da natureza ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 4 – Regras de Definição (parte 5)
Alexandre Gomes
  Para cumprir a função de DEFINIÇÃO, esta deve atender alguns requisitos. Do contrário, será apenas enrolação ou retórica vazia. Os requisitos são: 1. CONVERSÍVEL em relação ao sujeito, à ...

Ver mais

O Brasil e o Dia do Professor
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
O Brasil e o Dia do Professor Aulinha de dois mil réis Apesar das frequentes notícias que vêm a público, dando conta do elevado grau de corrupção existente em nosso país, e da terrível ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 4 – Definição dos Termos (parte 4)
Alexandre Gomes
  Uma definição torna explícita a INTENSÃO* ou significado de um termo, a essência que este termo representa.   *  você deve ter estranhado a palavra INTENSÃO, imaginando que seria ...

Ver mais

Cafezinho 432 – O vencedor
Cafezinho 432 – O vencedor
As pessoas não se importam com o que você diz, desde ...

Ver mais

Cafezinho 431 – Sobre Egosidade
Cafezinho 431 – Sobre Egosidade
Descobri o que acontece com aquela gente enfática, que ...

Ver mais

Cafezinho 430 – A desigualdade nossa de cada dia
Cafezinho 430 – A desigualdade nossa de cada dia
Gritaria ideológica em rede social, sustentada em ...

Ver mais

Cafezinho 429 – Minha tribo
Cafezinho 429 – Minha tribo
E no limite, a violência, o xingar, o ofender, o ...

Ver mais

Sucesso, Miséria e Capitalismo

Sucesso, Miséria e Capitalismo

Alessandro Loiola -

A Liberdade Econômica está realmente associada à melhor qualidade de vida e mais dinheiro no bolso dos cidadãos? Ou o discurso da Esquerda está certo e tudo que o capitalismo faz é oprimir os pobres e aumentar a miséria?

O sucesso no capitalismo não reflete exatamente a inteligência e o trabalho duro per se, mas a presença de qualidades valorizadas pelo mercado. Por isso, dentro do capitalismo, o sucesso não depende tanto de sua posição atual na hierarquia social ou de ser possuidor dos meios de produção, mas de possuir capacidades inatas e competências adquiridas com foco em sua utilidade e não no hedonismo.

Quando contemplam a estrutura pragmática do Capitalismo, os entusiastas do marxismo rapidamente rotulam o Capitalismo de injusto e opressor, e saem pregando aos quatro ventos que tal sistema, com sua ênfase no livre mercado, condena a maioria das pessoas à pobreza e à miséria.

Para tristeza destes entusiastas, sua metanarrativa vitimista não é corroborada pelos fatos:

Compilando-se dados da Heritage Foundation, do Banco Mundial e do Fundo Monetário Internacional, observamos que o conjunto dos 20 Países com melhor classificação no índice de Liberdade Econômica (Hong Kong, Singapura, Nova Zelândia, Suíça, Austrália, Irlanda, Estônia, Reino Unido, Canadá, Emirados Árabes Unidos, Islândia, Dinamarca, Taiwan, Luxemburgo, Suécia, Geórgia, Países Baixos, Estados Unidos, Lituânia e Chile) apresenta um PIB em Paridade de Poder de Compra (PIB-PPC) de US$ 48.722 per capta e vivem em um IDH médio de 0,905.

Em contrapartida, o conjunto dos 20 Países com os piores indicadores de Liberdade Econômica (Sudão, Chade, República Centro-Africana, Angola, Equador, Suriname, Timor-Leste, Togo, Turcomenistão, Moçambique, Djibouti, Argélia, Bolívia, Zimbábue, Guiné Equatorial, Eritreia, República Democrática do Congo, Cuba, Venezuela e Coreia do Norte) apresenta um PIB-PPC de US$ 8.139 per capta e vivem em um IDH médio de 0,589.

Se o Capitalismo condena as pessoas à pobreza e à miséria, como pode a adesão à Liberdade Econômica (essencial ao capitalismo) resultar em um poder de compra quase seis vezes maior e uma qualidade geral de vida 53% melhor? Sim, algo errado não está certo na narrativa dos coletivistas, socialistas e comunistas…

Na verdade, a narrativa da esquerda nunca passou de construções ideológicas fantasiosas elaboradas com o intuito de distorcer a realidade dos fatos em uma miragem que permitisse a perpetuação de seu plano de poder. Nunca se tratou de combater a pobreza, a miséria ou a ignorância do povo. Era tudo pelo poder e apenas em nome do poder.

Ver Todos os artigos de Alessandro Loiola