s
Iscas Intelectuais
Nem tudo se desfaz
Nem tudo se desfaz
Vale muito a pena ver a história da qual somos ...

Ver mais

Henrique Viana
Henrique Viana
O convidado para o LíderCast desta vez é Henrique ...

Ver mais

Deduzir ou induzir
Deduzir ou induzir
Veja a quantidade de gente que induz coisas, ...

Ver mais

Origem da Covid – seguindo as pistas
Origem da Covid – seguindo as pistas
Tradução automática feita pelo Google, de artigo de ...

Ver mais

Café Brasil 792 – Solte o belo!
Café Brasil 792 – Solte o belo!
A beleza existe? Ou é só coisa da nossa cabeça? E se ...

Ver mais

Café Brasil 791 – Tempo Perdido
Café Brasil 791 – Tempo Perdido
Você certamente já ouviu falar do Complexo de ...

Ver mais

Café Brasil 790 – Don´t be evil
Café Brasil 790 – Don´t be evil
Existe uma preocupação crescente sobre o nível de ...

Ver mais

Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Hoje bato um papo com Osvaldo Pimentel, CEO da ...

Ver mais

Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Hoje bato um papo com Osvaldo Pimentel, CEO da ...

Ver mais

Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Sabe quem ajuda este programa chegar até você? É a ...

Ver mais

Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Um papo muito interessante com Henrique Viana, um jovem ...

Ver mais

Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Aurélio Alfieri é um educador físico e youtuber, ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

O Brasil e o Dia do Professor
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
O Brasil e o Dia do Professor Aulinha de dois mil réis Apesar das frequentes notícias que vêm a público, dando conta do elevado grau de corrupção existente em nosso país, e da terrível ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 4 – Definição dos Termos (parte 4)
Alexandre Gomes
  Uma definição torna explícita a INTENSÃO* ou significado de um termo, a essência que este termo representa.   *  você deve ter estranhado a palavra INTENSÃO, imaginando que seria ...

Ver mais

Enquanto isso
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Em setembro do ano passado o STF julgou um processo muito interessante, sobre a propriedade do Palácio Guanabara, sede do governo do Estado do Rio de Janeiro. Foi decidido que o palácio pertence ...

Ver mais

Agronegócio, indústria e mudança de mindset
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Agronegócio, indústria e mudança de mindset “Quando adotamos um mindset, ingressamos num novo mundo. Num dos mundos – o das características fixas –, o sucesso consiste em provar que você é ...

Ver mais

Cafezinho 430 – A desigualdade nossa de cada dia
Cafezinho 430 – A desigualdade nossa de cada dia
Gritaria ideológica em rede social, sustentada em ...

Ver mais

Cafezinho 429 – Minha tribo
Cafezinho 429 – Minha tribo
E no limite, a violência, o xingar, o ofender, o ...

Ver mais

Cafezinho 428 – A cultura da reclamação
Cafezinho 428 – A cultura da reclamação
O ser humano, naturalmente, só confia em membros de sua ...

Ver mais

Cafezinho 427 – Política e histeria
Cafezinho 427 – Política e histeria
A histeria política é sintoma da perda total do ...

Ver mais

TRIVIUM: CAPITULO 2 – CONCLUSÃO – LINGUAGEM (parte 12)

TRIVIUM: CAPITULO 2 – CONCLUSÃO – LINGUAGEM (parte 12)

Alexandre Gomes -

Chegamos ao final deste segundo capítulo do TRIVIUM! O que tentei apresentar para você foram as minhas impressões do material original. Tem muito mais no livro, que não consegui trazer para estas curtas lições. A Ir. Miriam joseph conclui de maneira brilhante o capítulo, e vou resumir e parafrasear (aí está algo que merece seu estudo) o que ela escreveu.

 

Até aqui você foi apresentado a conceitos que te ajudam a ver melhor o escopo e o alcance comparativo das TRÊS ARTES DO TRIVIUM: Lógica, Gramática e Retórica.

Você pode distinguir as faculdades da mente: cognição, apetição e emoção. A primeira inclui a cognição inferior (ou sensória), que produz PERCEPTOS; e a cognição superior (ou racional), que produz CONCEITOS. A segunda (apetição) é a que inclui os apetites inferiores (ou sensíveis), que instiga você a buscar comida, vestuário e abrigo; o apetite superior (ou racional) trata de estimular a busca pelo Bem; e a unidade da Verdade e da Beleza como aspectos desse mesmo Bem.

 

A Lógica trata somente com operações do intelecto com cognição racional, não com volição nem com as emoções.

 

A Gramática dá voz a TODOS OS ESTADOS DA MENTE ou da alma (cognitivo, volitivo e emocional) em frases que são afirmações, perguntas, desejos, preces, ordens e exclamações. Perceba que a Gramática é mais ampla que a Lógica, pois tudo comunica (emoção) a outras mentes. Como também faz a…

 

Retórica, que coteja símbolos gramaticais de mesmo sentido, para aí  escolher o mais adequado para comunicar a ideia em um dado momento. Por exemplo: há um momento onde é melhor usar a palavra “corcel”, e em outro momento “cavalo”.

A Gramática lida só com a FRASE, com um PENSAMENTO. Lógica e Retórica lidam com o discurso estendido, com as combinações e relações de pensamentos.

A Lógica se dirige apenas ao intelecto; a Retórica, incluindo a poesia, dirige-se não só ao intelecto, mas também à imaginação e às afeições; a fim de comunicar o agradável, o cômico, o patético e o sublime.

 

A Lógica funciona bem sem a Retórica , ou a poesia, mas estas são RASAS sem a Lógica. Para todas, a Gramática é requisito.

 

é claro que o uso correto da Lógica, da Gramática e da Retórica (frequentemente com base comente em conhecimento implícito) é de importância máxima. Os hábitos diários de pensamento e expressão em casa e na escola e/ou no trabalho medem nosso domínio prático da língua. Mesmo assim, o conhecimento formal de Gramática, Retórica e Lógica (conhecimento explícito) é também valioso, pois nos permite saber por que certos raciocínios e expressões estão corretos ou são eficazes, enquanto outros não o são.

 

Dito isto, segue uma síntese das ideias-chave deste longo Segundo Capítulo do TRIVIUM. Minha dica é: releia e estude os resumos passados junto com o livro (se ainda não comprou, compre querida leitora, gentil leitor).

 

O ENTE: é o ser do todo individual ou é a essência que é comum aos indivíduos de uma espécie ou gênero.

 

O FANTASMA: é uma IMAGEM MENTAL de um OBJETO fora da mente, a partir da qual, o intelecto abstrai o CONCEITO na mente.

 

UM SÍMBOLO é um signo sensível arbitrário que tem um significado imposto a ele por convenção (um CONCEITO NÃO é arbitrário, só para que você não se confunda, certo?).

 

A LINGUAGEM tem uma dimensão lógica e uma dimensão psicológica.

 

MATÉRIA e FORMA constituem um todo composto.

 

E na próxima lição, o Terceiro Capítulo do Trivium! Gramática Geral. E logo no início, aviso que vai haver palavrões!

Ver Todos os artigos de Alexandre Gomes