s
Iscas Intelectuais
Deduzir ou induzir
Deduzir ou induzir
Veja a quantidade de gente que induz coisas, ...

Ver mais

Origem da Covid – seguindo as pistas
Origem da Covid – seguindo as pistas
Tradução automática feita pelo Google, de artigo de ...

Ver mais

Palestra Planejamento Antifrágil
Palestra Planejamento Antifrágil
Aproveite o embalo, pois além de ouvir a história, você ...

Ver mais

Como se proteger da manipulação das mídias
Como se proteger da manipulação das mídias
Descubra o passo a passo para se proteger das mentiras, ...

Ver mais

Café Brasil 774 – Adversário x Inimigo
Café Brasil 774 – Adversário x Inimigo
Publiquei um post em minha página do Facebook, dizendo ...

Ver mais

Café Brasil 773 – Falando sobre nação – Revisitado
Café Brasil 773 – Falando sobre nação – Revisitado
O Brasil é um grande país, que precisa de um povo unido ...

Ver mais

Café Brasil 772 – ComunicaAgro – Live com Tejon
Café Brasil 772 – ComunicaAgro – Live com Tejon
Um dia, descobri que grande parte dos ouvintes do ...

Ver mais

Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Aurélio Alfieri é um educador físico e youtuber, ...

Ver mais

Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Aurélio Alfieri é um educador físico e youtuber, ...

Ver mais

Café Brasil 766 – LíderCast Ilona Becskeházy
Café Brasil 766 – LíderCast Ilona Becskeházy
E a educação brasileira, como é que vai, hein? Mal, não ...

Ver mais

Café Brasil 762 – LíderCast Alessandro Santana
Café Brasil 762 – LíderCast Alessandro Santana
Da mesma forma como o Youtube joga no colo da gente um ...

Ver mais

Café Brasil 758 – LíderCast César Menotti
Café Brasil 758 – LíderCast César Menotti
Há muito tempo tínhamos a ideia de trazer para o ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Leitura cafezinho 303 – Cérebro médio
Leitura cafezinho 303 – Cérebro médio
Escolha um tema quente, dê sua opinião e em seguida ...

Ver mais

Continente dividido
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
América do Sul: Continente dividido “Depois de perder força -com as eleições de Mauricio Macri na Argentina e de Jair Bolsonaro no Brasil -a esquerda volta a ganhar espaço na América do Sul. Com ...

Ver mais

Direita, volver!
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Direita, volver! “O que testemunhamos hoje no Ocidente não são as dificuldades temporárias de um desenvolvimento progressivo; não se trata de ‘pausa’, mas de retrocesso. É o desmanche do mundo ...

Ver mais

Entulho? Só quando convém
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Nestes tempos estranhos, algumas expressões da moda são muito ridículas, reverberadas principalmente pelas redes sociais; as politicamente corretas geralmente são as piores. Mas há outras, como o ...

Ver mais

Conhecendo a história do Brasil
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Conhecendo a história do Brasil… por meio dos que contaram a história “A história é a justiça imparcial, mas tem a mania de chegar tarde.” Roberto Campos[1] Em artigo intitulado Livros para ...

Ver mais

Cafezinho 396 – Relativismo absoluto
Cafezinho 396 – Relativismo absoluto
A busca pela verdade e as ideias corretas por meio do ...

Ver mais

Cafezinho 395 – Ervas daninhas
Cafezinho 395 – Ervas daninhas
Afinal, em que tipo de solo você acha que brota a ...

Ver mais

Cafezinho 394 – Seu trabalho não nos interessa
Cafezinho 394 – Seu trabalho não nos interessa
Isso é o que eu chamo de “celebrar o fracasso”: ...

Ver mais

Cafezinho 393 – Velhos Ranzinzas
Cafezinho 393 – Velhos Ranzinzas
Se no reino animal é a degeneração física que torna os ...

Ver mais

Viva Narciso

Viva Narciso

Jota Fagner - Origens do Brasil -

A nossa vaidade nos impede de construir um ambiente mais tolerável

A palavra “insentão”, popularizada nos últimos anos, serve para classificar a pessoa que não se deixa iludir pelo canto da sereia da direita ou da esquerda. O grande problema é achar que todas as visões de mundo se resumem a esses dois espectros. Pior ainda é classificar de modo pejorativo aqueles que não rezam pelo mesmo credo que você.

Já flertei com os dois lados, até perceber que não apoio nenhuma ideologia na sua totalidade. Fico me perguntando quando foi que procurar o caminho do meio virou um defeito? A partir de que ponto se tornou desejável abraçar ideias extremistas?

Qualquer um que frequente as redes sociais sabe que aquilo lá virou um campo de guerra. Uma guerra ideológica e sem muito sentido. O povão contra o povão. Seria mais sensato o povão contra os governantes, não importando o espectro político desses governantes. A divisão dicotômica, no entanto, tem servido muito bem aos interesses dos poderosos.

Por definição, quem está no poder deveria ser vidraça, mas isso é inconcebível para alguns. Os erros dos governos anteriores não devem ser esquecidos ou anistiados, mas isso é inadmissível para outros. A velha crença teleológica está muito forte em toda a sociedade. As pessoas realmente querem acreditar que determinadas figuras são a encarnação messiânica que irá nos salvar.

Ter coragem de admitir que errou não é para qualquer um, exige maturidade, exige consciência da nossa insignificância, exige apreço à verdade. Tudo que temos é um insano desejo de impor a nossa visão de mundo, não importando o preço que teremos de pagar por isso. Honestidade intelectual é para poucos.

Não podemos ignorar o nosso narcisismo. É ele quem nos impulsiona a insistir no erro, mesmo quando já está visível para todos ao redor o nosso vacilo. Seria mais honroso assumir a falha. Em tese, é assim que aprendemos, que amadurecemos, que nos aperfeiçoamos.

Mas, impulsionados pelos recursos digitais, todos queremos parecer mais interessantes do que somos, mais inteligentes, mais atraentes, mais capazes. É muito doloroso assumir a nossa pequenez diante do mundo. Enquanto alimentamos nossa vaidade os conflitos se propagam. Viva Narciso!

José Fagner Alves Santos

Ver Todos os artigos de Jota Fagner