s
Podcast Café Brasil com Luciano Pires
Nem tudo se desfaz
Nem tudo se desfaz
Vale muito a pena ver a história da qual somos ...

Ver mais

Henrique Viana
Henrique Viana
O convidado para o LíderCast desta vez é Henrique ...

Ver mais

Deduzir ou induzir
Deduzir ou induzir
Veja a quantidade de gente que induz coisas, ...

Ver mais

Origem da Covid – seguindo as pistas
Origem da Covid – seguindo as pistas
Tradução automática feita pelo Google, de artigo de ...

Ver mais

Café Brasil 792 – Solte o belo!
Café Brasil 792 – Solte o belo!
A beleza existe? Ou é só coisa da nossa cabeça? E se ...

Ver mais

Café Brasil 791 – Tempo Perdido
Café Brasil 791 – Tempo Perdido
Você certamente já ouviu falar do Complexo de ...

Ver mais

Café Brasil 790 – Don´t be evil
Café Brasil 790 – Don´t be evil
Existe uma preocupação crescente sobre o nível de ...

Ver mais

Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Hoje bato um papo com Osvaldo Pimentel, CEO da ...

Ver mais

Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Hoje bato um papo com Osvaldo Pimentel, CEO da ...

Ver mais

Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Sabe quem ajuda este programa chegar até você? É a ...

Ver mais

Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Um papo muito interessante com Henrique Viana, um jovem ...

Ver mais

Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Aurélio Alfieri é um educador físico e youtuber, ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 4 – Regras de Definição (parte 5)
Alexandre Gomes
  Para cumprir a função de DEFINIÇÃO, esta deve atender alguns requisitos. Do contrário, será apenas enrolação ou retórica vazia. Os requisitos são: 1. CONVERSÍVEL em relação ao sujeito, à ...

Ver mais

O Brasil e o Dia do Professor
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
O Brasil e o Dia do Professor Aulinha de dois mil réis Apesar das frequentes notícias que vêm a público, dando conta do elevado grau de corrupção existente em nosso país, e da terrível ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 4 – Definição dos Termos (parte 4)
Alexandre Gomes
  Uma definição torna explícita a INTENSÃO* ou significado de um termo, a essência que este termo representa.   *  você deve ter estranhado a palavra INTENSÃO, imaginando que seria ...

Ver mais

Enquanto isso
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Em setembro do ano passado o STF julgou um processo muito interessante, sobre a propriedade do Palácio Guanabara, sede do governo do Estado do Rio de Janeiro. Foi decidido que o palácio pertence ...

Ver mais

Cafezinho 432 – O vencedor
Cafezinho 432 – O vencedor
As pessoas não se importam com o que você diz, desde ...

Ver mais

Cafezinho 431 – Sobre Egosidade
Cafezinho 431 – Sobre Egosidade
Descobri o que acontece com aquela gente enfática, que ...

Ver mais

Cafezinho 430 – A desigualdade nossa de cada dia
Cafezinho 430 – A desigualdade nossa de cada dia
Gritaria ideológica em rede social, sustentada em ...

Ver mais

Cafezinho 429 – Minha tribo
Cafezinho 429 – Minha tribo
E no limite, a violência, o xingar, o ofender, o ...

Ver mais

Café Brasil 491 – O homem das estrelas

Café Brasil 491 – O homem das estrelas

Luciano Pires -

David Bowie foi uma das mais importantes figuras culturais dos últimos 50 anos. Mas a moçada mais nova não sabe muito bem disso. Bem, este programa vai servir como uma homenagem para quem curte o artista, como uma apresentação pra quem não o conhece ou simplesmente como um manifesto pela necessidade de se mergulhar intensamente naquilo que você ama fazer. Até o último dia.

Posso entrar?

Amigo, amiga, não importa quem seja, bom dia, boa tarde, boa noite. Este é o Café Brasil e eu sou o Luciano Pires.

Este programa chega até você com o apoio do Itaú Cultural e do Auditório Ibirapuera que, como sempre, estão aí, a um clique de distância. facebook.com/itaucultural e facebook.com/auditorioibirapuera.

E quem vai levar o exemplar de meu livro ME ENGANA QUE EU GOSTO é o Denis:

“Ca ra lho lho. Mandei separadamente porque caso você queira cortar esse palavrão, fique à vontade. Mas, tem coisas que só um palavrão descreve né. Eu sou o Denis de São Paulo, sou publicitário e acabei de escutar o podcast O último dia. É sensacional, é indescritível, não dá pra falar, não dá pra explicar o que a gente sente quando a gente escuta um programa como esse. Eu, como eu conheci o Café Brasil recentemente, então eu estou consumindo os programas antigos diariamente. Eu fico bastante tempo no trânsito, porque eu me locomovo do Tatuapé até o centro da cidade todos os dias, então eu tenho tempo pra comsumir o Café Brasil. E é incrível. Esse O último dia, esse podcast O último dia, eu acabei de escutar e é impressionante. Eu fiquei deliciado de ouvir tudo isso e ficar pensando: meu, será que eu estou fazendo tudo que eu quero, sem torcer pra que acabe? E eu acabei de fazer isso. Eu trabalhei dois anos e meio numa agência de publicidade, uma gigante que eu sempre quis trabalhar e eu queria todos os dias que aquilo acabasse. Todos os dias. Até que eu pedi demissão e eles me promoveram. E eu falei: puta que pariu. Muita gente me parabenizava pela promoção e eu falava: caraca! Eu não tô feliz. Fiquei, obviamente por causa do dinheiro mas, quem disse que o dinheiro segura alguém, né? Chegou… passaram-se aí dois, três, quatro meses, quatro meses depois da promoção e eu pedi demissão de novo. E finalmente eu saí daquele lugar, que me fazia infeliz totalmente e agora estou me dedicando a um projeto incrível que eu estou me deliciando, me deleitando, todos os dias. Trabalhando muito mais do que eu trabalhava, sem ganhar ainda, mas que eu estou fazendo com todo amor do mundo, que são evento culturais. Basicamente, o que eu mais quero fazer na minha vida . É entregar cultura, incentivar cultura pras pessoas. Incentivar, por exemplo, que as pessoas escutem mais o podcast Café Brasil, que pra mim é uma das maiores fontes atualmente. Meu! Esse podcast é incrível. Eu queria poder divulgar isso cada vez…eu queria ser famoso pra poder divulgar uma ferramenta como essa que é o podcast e um… e conteúdos como o seu. Obrigado. Bom dia, boa tarde, boa noite. Falou!!!”

Rararaa…. Caro Denis, quanta gente não deve ter passado ou estar passando por algo parecido com você. Desistindo daquilo que é seguro para mergulhar de cabeça em algo que ama… É perigoso, meu, mas a sensação de conquista é inigualável. Aliás, o programa de hoje conta uma história de um sujeito que fez assim: curtiu até o último dia. Eu espero que ele te inspire.

Muito bem. O Denis receberá um KIT DKT, recheado de produtos PRUDENCE, como géis lubrificantes e preservativos masculino e feminino. PRUDENCE é a marca dos produtos que a DKT distribui como parte de sua missão para conter as doenças sexualmente transmissíveis e contribuir para o controle da natalidade.  O que a DKT faz é marketing social e você contribui quando usa produtos Prudence. facebook.com/dktbrasil.

Vamos lá então! Hoje a Ciça tá doente tadinha, ela não veio. O Lalá tá sozinho. Então vamo lá, Lalá, me ajuda aqui. Vamos nós dois. Hoje eu quero você bem longe de mim.

Na hora do amor, use

Lalá – Prudence.

Começo pelo domingo, 10 de janeiro de 2015. Há três dias eu tentava assistir no NOW, o canal pago da NET, o filme Perdido em Marte. Eu comprava, e na hora de assistir, dava um erro. Tentei na sexta e no sábado sem sucesso. No domingo por volta de 21:30 tentei de novo e dessa vez foi! Me arrumei na cadeira e mergulhei no filme de Riddley Scott que é uma delícia. Lá pelas tantas, por volta de 22:30, numa cena entram uns acordes que eu conhecia…

Era Starman, com David Bowie. Foi como uma iluminação, minha respiração acelerou, o coração bateu mais rápido, o filme quase que parou… que surpresa… que delícia… e eu não tinha ninguém ali ao lado com quem comentar! Não tive dúvidas. Dei uma pausa no filme, abri o facebook e fiz um post:

“ Estou assistindo Perdido em Marte, ótimo filme e de repente entra David Bowie com Starman.

Tive que parar o filme pra vir aqui extravasar a emoção. “

Eu publiquei o vídeo da música. Eram 22horas e 28 minutos do domingo.

Terminei de assistir o filme, e fui pra cama. No celular, entrei no Youtube e busquei Ziggy Stardust e depois Space Oditty. Ouvi Bowie como nunca…e dormi.

Acordei na manhã seguinte e a primeira coisa que vi no celular foi a notícia:

David Bowie morreu.

Starman

Didn’t know what time it was
The lights were low
I leaned back on my radio
Some cat was layin’ down
Some rock ‘n’ roll ‘lotta soul, he said
Then the loud sound did seem to fade
Came back like a slow voice on a wave of phase
That weren’t no D. J. that was hazy cosmic jive

There’s a starman waiting in the sky
He’d like to come and meet us
But he thinks he’d blow our minds
There’s a starman waiting in the sky
He’s told us not to blow it
Cause he knows it’s all worthwhile
He told me
Let the children lose it
Let the children use it
Let all the children blue again

I had to phone someone so I picked on you
Hey, that’s far out so you heard him too!
Switch on the Tv we may pick him up on channel two
Look out your window I can see his light
If we can sparkle he may land tonight
Don’t tell your poppa or he’ll get us locked up
In fright

There’s a starman waiting in the sky
He’d like to come and meet us
But he thinks he’d blow our minds
There’s a starman waiting in the sky
He’s told us not to blow it
Cause he knows it’s all worthwhile
He told me
Let the children lose it
Let the children use it
Let all the children boogie

There’s a starman waiting in the sky
He’d like to come and meet us
But he thinks he’d blow our minds
There’s a starman waiting in the sky
He’s told us not to blow it
Cause he knows it’s all worthwhile
He told me
Let the children lose it
Let the children use it
Let all the children blue again

Homem estelar

Não sei que horas eram
As luzes estavam baixas
Me voltei para o rádio
Um gato estava deitado
Um rock n’roll com muito soul, dizia a música
Então o som alto parecia ir reduzindo
Voltou como uma voz baixa numa maré alta
Não era nenhum Dj, eram notícias cósmicas nebulosas

Há um homem estelar esperando no céu
Ele gostaria de vir e nos encontrar
Mas ele acha que iria confundir nossas idéias
Há um homem estelar esperando no céu
Ele nos disse para não confundir
Porque ele sabe que isso é valioso
Ele me disse
Deixe as crianças sossegadas
Deixe as crianças usarem a cabeça
Deixe as crianças deprimidas de novo

Eu tinha que ligar para alguém então eu te liguei
Ei, isso foi para longe então você também o ouviu!
Ligue a Tv nós podemos sintonizá-lo no canal dois
Olhe pela janela eu posso ver a luz dele
Se pudermos sinalizar talvez ele possa pousar hoje à noite
Não diga ao seu pai ou ele irá nos deixar de castigo
Espantados

Há um homem estelar esperando no céu
Ele gostaria de vir e nos encontrar
Mas ele acha que iria confundir nossas idéias
Há um homem estelar esperando no céu
Ele nos disse para não confundir
Porque ele sabe que isso é valioso
Ele me disse
Deixe as crianças sossegadas
Deixe as crianças usarem a cabeça
Deixe as crianças tocarem

Há um homem estelar esperando no céu
Ele gostaria de vir e nos encontrar
Mas ele acha que iria confundir nossas idéias
Há um homem estelar esperando no céu
Ele nos disse para não confundir
Porque ele sabe que isso é valioso
Ele me disse
Deixe as crianças sossegadas
Deixe as crianças usarem a cabeça
Deixe as crianças deprimidas de novo

Então… meu primeiro post na manha do dia 11 foi assim:

“Putz! Faço post sobre a emoção de ouvir David Bowie num filme, vou pro Youtube ouvir Space Oddity e Ziggy Stardust, durmo e acordo com a notícia de que ele morreu!

Rest in peace, Mr Camaleão.”

Inacreditável.

Assim era David Bowie

Conhecido como “ camaleão” por sempre aparecer com uma aparência diferente, David Robert Jones nasceu em 1947 em Brixton, sul de Londres, na Inglaterra. Mais uma vez a Inglaterra…

Começou a tocar saxofone com 13 anos de idade e foi muito influenciado por seu irmão mais velho Terry, que o apresentou o mundo do Rock e da literatura beat. Mas Terry tinha seus demônios e foi internado num sanatório, o que assombrou David por toda a vida. Terry se suicidou em 1985.

Aos 16 anos David começou a carreira artística e para não ser confundido com Davy Jones da banda The Monkees, mudou o nome para Bowie, inspirado por uma faca criada pelo pioneiro norte americano Jim Bowie.

Sem obter sucesso, David retirou-se do mundo artístico durante um período. Viveu em 1967 num monastério Budista na Escócia. Montou a banda Feathers e em 1969, após ter a mente explodida ao assistir o filme clássico de Stanley Kubrick 2001 Uma Odisséia no espaço, compôs seu primeiro grande sucesso: Space Oddity, que viria a se tornar um clássico.

Tratando da viagem espacial de um certo Major Tom, a canção foi lançada no dia 11 de julho de 1969, cinco dias antes de outro lançamento, o do foguete Saturno 5 com a nave Apollo 11, que levaria pela primeira vez o homem à lua.

Space Oddity

Ground control to Major Tom
Ground control to Major Tom
Take your protein pills and put your helmet on

Ground control to Major Tom
(10, 9, 8, 7)
Commencing countdown, engines on
(6, 5, 4, 3)
Check ignition, and may God’s love be with you
(2, 1, liftoff)

This is ground control to Major Tom
You’ve really made the grade
And the papers want to know whose shirts you wear
Now it’s time to leave the capsule if you dare

This is Major Tom to ground control
I’m stepping through the door
And I’m floating in the most peculiar way
And the stars look very different today

For here am I sitting in a tin can
Far above the world
Planet Earth is blue, and there’s nothing I can do

Though I’m past 100, 000 miles
I’m feeling very still
And I think my spaceship knows which way to go
Tell my wife I love her very much, she knows

Ground control to Major Tom
Your circuit’s dead, there’s something wrong
Can you hear me Major Tom?
Can you hear me Major Tom?
Can you hear me Major Tom?
Can you

Here am I floating round my tin can
Far above the moon
Planet Earth is blue, and there’s nothing I can do

Odisséia espacial

Controle de Solo para Major Tom
Controle de Solo para Major Tom
Pegue suas pílulas de proteínas e coloque seu capacete

Controle de Solo para Major Tom
(10, 9, 8, 7)
Começando contagem regressiva e motores ligados
(6, 5, 4, 3)
Checar ignição e que o amor de Deus esteja com você
(2, 1)

Esse é o Controle de Solo para Major Tom
Você realmente teve sucesso
E os jornais querem saber de quem são as camisetas que você usa
Agora é a hora de sair da cápsula se você tiver coragem

Aqui é Major Tom para Controle de Solo
Estou dando um passo pra fora da porta
E estou flutuando no jeito mais peculiar
E as estrelas parecem muito diferentes hoje

Estou sentado numa lata
Bem acima do mundo
A Terra é azul e não há nada que eu possa fazer

Ainda que eu tenha ultrapassado cem mil milhas
Estou me sentindo bem calmo
E eu acho que minha nave espacial sabe onde ir
Diga pra minha esposa que eu a amo muito, ela sabe

Controle de Solo para Major Tom
Seu circuito pifou
Pode me ouvir Major Tom?
Pode me ouvir Major Tom?
Pode me ouvir Major Tom?
Você pode

Aqui estou flutuando em volta da minha lata
Bem acima da lua
A Terra é azul e não há nada que eu possa fazer

Ground control to Major Tom… Um clássico.

Um texto de Nelson Motta ajuda a gente a compreender David Bowie. Chama-se Farewell Bowie, obrigado por tudo

David Bowie foi um homem da Renascença no século 20, um multimídia de múltiplos talentos, para música, teatro, dança, pintura e poesia, para viver em permanente transformação. No caso, o velho clichê de que sua morte deixa uma lacuna, tem que ser adaptado à multiplicidade de seus talentos: ele deixa várias lacunas, que não serão preenchidas.

Ninguém em sua geração teve a sua capacidade e coragem para transformações tão radicais, de disco para disco, de show para show, construindo novos personagens, cada vez mais audaciosos e surpreendentes, começando com o extraterrestre andrógino Ziggy Stardust.

Bowie foi muito além de renovar e ampliar o rock and roll, fez discos com o soul negro americano e com o rock industrial alemão, com o hip hop, o jazz, a eletrônica, explorou criticamente e criativamente o mundo da moda e das celebridades, mostrou a arte japonesa para seu jovens fãs.

Com os LPs Alladin Sane, Diamond Dogs e Young Americans, ganhou status de superstar do rock. Com 30 anos se mudou para Berlim para se tentar se livrar do vício da heroína e fez um disco triste, sombrio, pesado e belíssimo em parceria com Brian Eno, que se chama apropriadamente Low. E depois Heroes, no mesmo clima frio e sofrido, um de seu melhores discos.

Bowie foi uma estrela com muitos brilhos diferentes. E, com seu carisma e beleza, também fez sucesso no cinema, contracenando com Marlene Dietrich em Just a Gigolo, o cultuado O Homem que Caiu na Terra e o oficial inglês preso num campo de concentração japonês que tem um estranho caso com Riyuchi Sakamoto em Merry Christmas Mr. Lawrence.

Uma das grandes obras de Bowie é a produção do histórico Lp Transformer, em 1972, que consagrou Lou Reed com (Take a) Walk on the Wild Side, um clássico underground que atravessa gerações com seu clima pesado e transgressivo.

Walk On The Wild Side

Holly came from Miami, FLA
Hitch-hiked her way across the USA
Plucked her eyebrows on the way
Shaved her legs and then he was a she
She says, Hey babe
Take a walk on the wild side
She said, Hey honey
Take a walk on the wild side

Candy came from out on the Island
In the backroom she was everybody’s darlin’
But she never lost her head
Even when she was giving head
She says, Hey babe
Take a walk on the wild side
Said, Hey babe
Take a walk on the wild side
And the colored girls go doo do doo do doo do do doo

Little Joe never once gave it away
Everybody had to pay and pay
A hussle here and a hussle there
New York City’s the place where they said, Hey babe
Take a walk on the wild side
I said, Hey Joe
Take a walk on the wild side

Sugar Plum Fairy came and hit the streets
Lookin’ for soul food and a place to eat
Went to the Apollo
You should’ve seen ‘em go go go
They said, Hey sugar
Take a walk on the wild side
I Said, Hey babe
Take a walk on the wild side
All right, huh

Jackie is just speeding away
Thought she was James Dean for a day
Then I guess she had to crash
Valium would have helped that bash
Said, Hey babe
Take a walk on the wild side
I said, Hey honey
Take a walk on the wild side
And the colored girls say, doo do doo do doo do do doo

Passeio pelo lado selvagem

Holly veio de Miami, Flórida
Atravessou os EUA pegando carona
Depilou as sobrancelhas no caminho
Raspou as pernas e então ele se transformou em ela
Ela diz: “ei baby
dê um passeio pelo lado selvagem”
Ela diz, ei querido
Dá um passeio pelo lado selvagem

Candy saiu da ilha
No quartinho de trás, ela era querida de todos
Mas ela nunca perdeu a cabeça
Mesmo quando fazia um boquete
Ela dizia, ei bebê
Dê um passeio pelo lado selvagem
Ela dizia ei bebê
Dê um passeio pelo lado selvagem
E as garotas de cor vão: “doo do doo do doo”

Little Joe nunca chegou a revelar
Todo mundo tinha que pagar e pagar
Um michê aqui, um michê ali
New York city é o lugar onde eles dizem: “hey baby
dê um passeio pelo lado selvagem
Eu digo, ei Joe
Dê um passeio pelo lado selvagem

A bichinha veio e caiu na rua
Procurando comida leve e um lugar pra comer
Foi ao Apollo
você deveria ter visto eles dançando go-go
Eles dizem ei docinho
Dá uma volta pelo lado selvagem
Eu digo ei garota
Dá uma volta pelo lado selvagem
Tudo bem… haaá

Jackie está só correndo embora
Pensou em ser James Dean por um dia
Aí acho que ela tinha mesmo que bater
Valium deve ter ajudado nessa doidera
Disse ei garota
Dá uma volta pelo lado selvagem
Eu disse ei docinho
Dá uma volta pelo lado selvagem
E as garotas de cor vão: “doo do doo do doo

Cara, como é bom isso… Bowie sabia ser sombrio, enérgico, transgressor, alegre… Um dos momentos mais divertidos é seu clip com Mick Jagger de “Dancing in the Street”, de 1985, regravando um clássico dançante da Motown, com os dois rebolando e fazendo caras e bocas como duas loucas. E cantando maravilhosamente bem.

Dancing In The Street

OK, talk to you
South America, Australia, France, Germany, UK, Africa

Calling out around the world
Are you ready for a brand new beat
Summer’s here and the time is right
For dancing in the street
They’re dancing in Chicago
Down in New Orleans
In New York City

All we need is music, sweet music
There’ll be music everywhere
They’ll be swinging, swaying, records playing
Dancing in the street, oh

It doesn’t matter what you wear
just as long as you are there
So come on, every guy, grab a girl
everywhere, around the world
They’ll be dancing, dancing in the street

It’s an invitation across the nation
a chance for folks to meet
They’ll be laughing and singing, music swinging
Dancing in the street
Philadelphia, PA
Baltimore in DC now
Don’t forget the motor city
On the streets of Brazil
Back in the USSR
No matter where you are

All we need is music, sweet music
There’ll be music everywhere
They’ll be swinging, swaying, records playing
Dancing in the street, oh

It doesn’t matter what you wear
Just as long as you are there
So come on every guy, grab a girl
everywhere, around the world
They’ll be dancing, dancing in the street

Way down in L. A. , everyday
Dancing in the street
Cross in China too
Me and you
Dancing in the street

Don’t you know
They’ll be dancing
Dancing in the street (repeat)

Dançando na rua

OK, falar com você
América do Sul, Austrália, França, Alemanha, Reino Unido, África

Chamando todo o mundo
Você está pronto para uma nova batida?
Verão está aqui e é o momento certo
Para dançar na rua
Eles estão dançando em Chicago
Em Nova Orleans
Na cidade de Nova York

Tudo o que precisamos é música, música doce
Haverá música em qualquer lugar
Eles vão estar balançando, balançando, os registros de jogar
Dançando na rua, oh

Não importa o que você veste
apenas enquanto você está lá
Então vamos lá, todos os caras, pegue uma garota
por toda parte, em todo o mundo
Eles estarão dançando, dançando na rua

É um convite em todo o país
uma chance para a gente se encontrar
Eles estarão rindo e cantando, a música balançando
Dançando na rua
Filadélfia, PA
Baltimore em DC agora
Não se esqueça da cidade do motor
Nas ruas do Brasil
Back in the USSR
Não importa onde você está

Tudo o que precisamos é música, música doce
Haverá música em qualquer lugar
Eles vão estar balançando, balançando, os registros de jogar
Dançando na rua, oh

Não importa o que você veste
Apenas enquanto você está lá
Então venha todo cara, pegue uma garota
por toda parte, em todo o mundo
Eles estarão dançando, dançando na rua

Way em LA, todos os dias
Dançando na rua
Cruze na China também
Eu e você
Dançando na rua

Você não sabe
Eles estarão dançando
Dancing in the street (repetição)

Ouviu? In the streets of Brazil? É nítido nesse clipe que os dois estão se deleitando. Aliás, todos os clips das músicas usadas neste programa estão no roteiro publicado no Portal Café Brasil. Agora uma pausa  no texto do Nelson Motta: Outro momento marcante foi com Rebel, Rebel, a música com a qual Bowie despediu-se do movimento Glam Rock do qual ele foi o maior ícone. O Glam Rock surgiu nos anos 70, na Inglaterra pra variar, com os músicos usando roupas extravagantes, sapatos plataforma, cabelos armados, muito brilho e uma postura andrógina. Rebel Rebel é de 1974 e a letra começa assim:

Você botou sua mãe numa sinuca/ ela não sabe se você é menino ou menina…

Rebel Rebel

Doo doo doo-doo doo doo doo doo

You’ve got your mother in a whirl
She’s not sure if you’re a boy or a girl
Hey babe, your hair’s alright
Hey babe, let’s go out tonight
You like me, and I like it all
We like dancing and we look divine
You love bands when they’re playing hard
You want more and you want it fast
They put you down, they say I’m wrong
You tacky thing, you put them on

Rebel Rebel, you’ve torn your dress
Rebel Rebel, your face is a mess
Rebel Rebel, how could they know?
Hot tramp, I love you so!

Don’t ya?
Doo doo doo-doo doo doo doo doo

You’ve got your mother in a whirl
cause she’s not sure if you’re a boy or a girl
Hey babe, your hair’s alright
Hey babe, let’s stay out tonight
You like me, and I like it all
We like dancing and we look divine
You love bands when they’re playing hard
You want more and you want it fast
They put you down, they say I’m wrong
You tacky thing, you put them on

Rebel Rebel, you’ve torn your dress
Rebel Rebel, your face is a mess
Rebel Rebel, how could they know?
Hot tramp, I love you so!

Don’t ya?
Oh?
Doo doo doo-doo doo doo doo doo (x2)

Rebel Rebel, you’ve torn your dress
Rebel Rebel, your face is a mess
Rebel Rebel, how could they know?
Hot tramp, I love you so!

You’ve torn your dress, your face is a mess
You can’t get enough, but enough ain’t the test
You’ve got your transmission and your live wire
You got your cue line
and a handful of ludes
You wanna be there when they count up the dues
And I love your dress
You’re a juvenile success
Because your face is a mess
So how could they know?
I said, how could they know?

So what you wanna know
Calamity’s child, chi-chile, chi-chile
Where’d you wanna go?
What can I do for you?
Looks like you’ve been there too
‘Cause you’ve torn your dress
And your face is a mess
OO, your face is a mess
OO, oo, so how could they know?
Eh, eh, how could they know?
Eh, eh

Rebelde, rebelde

Doo doo doo-doo doo doo doo doo

Agora você botou sua mãe numa sinuca
Ela não tem certeza se você é um menino ou uma menina
Hey babe, seu cabelo está legal
hey babe, vamos sair esta noite
Você é como eu, e eu gosto de tudo
Gostamos de dançar e parecemos divinos
Você adora bandas quando elas jogam duro
Você quer mais e quer que isso seja rápido
Eles te colocam pra baixo, dizem que estou errado
Sua coisa pegajosa, você as colocou pra dentro

Rebelde Rebelde, você rasgou seu vestido
Rebelde Rebelde, seu rosto é uma bagunça
Rebelde Rebelde, como eles poderiam saber?
vagabunda, eu te amo tanto!

Não é mesmo?
Doo doo doo-doo doo doo doo doo

Agora você tem a sua mãe em um grito
Ela não tem certeza se você é um menino ou uma menina
Hey babe, seu cabelo está legal
hey babe, vamos sair esta noite
Você é como eu, e eu gosto de tudo
Gostamos de dançar e parecemos divinos
Você adora bandas quando elas jogam duro
Você quer mais e quer que isso seja rápido
Eles te colocam pra baixo, dizem que estou errado
Sua coisa pegajosa, você as colocou pra dentro

Rebelde Rebelde, você rasgou seu vestido
Rebelde Rebelde, seu rosto é uma bagunça
Rebelde Rebelde, como eles poderiam saber?
vagabunda, eu te amo tanto!

Não é mesmo?
Ohh
Doo doo doo-doo doo doo doo doo

Rebelde Rebelde, você rasgou seu vestido
Rebelde Rebelde, seu rosto é uma bagunça
Rebelde Rebelde, como eles poderiam saber?
vagabunda, eu te amo tanto!

Você rasgou o seu vestido, seu rosto é uma bagunça
Você não se satisfaz, mas o suficiente não é o desafio
Você começou sua transmissão e seu fio vivo
Você começou sua linha de sugestão
e um punhado de “qualudes”
Você quer estar lá quando contarem os “caras”
E eu amo o seu vestido
Você é um sucesso juvenil
Porque seu rosto é uma bagunça
Então como eles poderiam saber?
Eu disse, como eles poderiam saber?

Assim o que você quer saber
Criança do Calamitosa
Onde você quer ir?
O que eu posso fazer por voê?
E parece que você foi la também
Porque você rasgou seu vestido
E o seu rosto é uma bagunça
OO, e o seu rosto é uma bagunça
OO, oo, então como eles poderiam saber?
Eh, eh então como eles poderiam saber?
Eh, eh

Voltando a Nelson Motta: Bowie também administrou sua carreira com grande talento e competência. Em 1997, unido a um empresário do show business, colocou a sua obra musical como ativos de uma companhia aberta na Bolsa de Valores de Nova York e embolsou 55 milhões de dólares e suas músicas passaram 10 anos rendendo dividendos aos acionistas.

Há 20 anos, quando se discutia acaloradamente o fim do disco e as novas tecnologias de produção e comercialização de música, ele falou do que seria o futuro da música na era digital: “Vai ser como água, eletricidade, tv por assinatura, você paga um pacote por mês e usa à vontade”, antevendo os serviços de streaming de hoje.

Muitos artistas, de vários estilos e gerações, eram seus fãs e gravaram suas músicas, como o Nirvana, Duran Duran, Smashing Pumpkins, Marilyn Manson, Arcade Fire, Oasis, Ozzy Osbourne, Morrissey, Beck, Red Hot Chili Peppers e Lady Gaga. Mas os seus favoritos entre os mais novos eram Beck e o Radiohead.

Até o seu final e sua morte, Bowie fez como uma obra de arte, programando tudo em todos os detalhes. Há um ano e meio começaram os boatos de que ele estaria doente, enquanto uma espetacular exposição de sua vida e obra percorria o mundo com grande sucesso. Em segredo absoluto ainda encontrou forças para escrever e gravar um disco de despedida, usando o jazz, o rock e a eletrônica para uma desconstrução de gêneros e esperando o seu lançamento no dia de seu aniversário para, dois dias depois, morrer em paz, cercado pela sua família, como no roteiro de um filme. Nunca mais haverá um artista como Bowie.

Seu maior legado é a liberdade e ousadia de fazer arte e levar beleza, emoção e reflexão a milhões de pessoas.

David Bowie emplacou muitas músicas de sucesso. Como não lembrar de Changes, por exemplo?

Changes

I still don’t know what I was waiting for
And my time was running wild
A million dead-end streets
Every time I thought I’d got it made
It seemed the taste was not so sweet
So I turned myself to face me
But I’ve never caught a glimpse
Of how the others must see the faker
I’m much too fast to take that test

Ch-ch-ch-ch-Changes
(Turn and face the stranger)
Ch-ch-Changes
Don’t want to be a richer man
Ch-ch-ch-ch-Changes
(Turn and face the stranger)
Ch-ch-Changes
Just gonna have to be a different man
Time may change me
But I can’t trace time

I watch the ripples change their size
But never leave the stream
Of warm impermanence and
So the days float through my eyes
But still the days seem the same
And these children that you spit on
As they try to change their worlds
Are immune to your consultations
They’re quite aware of what they’re going through

Ch-ch-ch-ch-Changes
(Turn and face the stranger)
Ch-ch-Changes
Don’t tell them to grow up and out of it
Ch-ch-ch-ch-Changes
(Turn and face the stranger)
Ch-ch-Changes
Where’s your shame
You’ve left us up to our necks in it
Time may change me
But you can’t trace time

Strange fascination, fascinating me
Changes are taking the pace I’m going through

Ch-ch-ch-ch-Changes
(Turn and face the stranger)
Ch-ch-Changes
Oh, look out you rock ‘n rollers
Ch-ch-ch-ch-Changes
(Turn and face the stranger)
Ch-ch-Changes
Pretty soon you’re gonna get a little older
Time may change me
But I can’t trace time
I said that time may change me
But I can’t trace time

Mudanças

Eu ainda não sei o que estava esperando
E meu tempo estava correndo selvagemente
Um milhão de ruas sem saída
Toda vez que achei que tinha conseguido
Parecia que o gosto não era tão doce
Assim eu me virei para me encarar
Mas eu nunca consegui perceber
De como os outros devem ver o falsário
Eu sou muito rápido para fazer este teste

Mudanças
(Vire e encare o estranho)
Mudanças
Não queira ser um homem mais rico
Mudanças
(Vire e encare o estranho)
Mudanças
Só têm que ser um homem diferente
O tempo pode me mudar
Mas eu não posso reconstituir o tempo

Eu assisto as ondulações mudarem seu tamanho
Mas nunca deixam o fluxo
De impermanencia morna e
Assim os dias flutuam por meus olhos
Mas os dias ainda parecem o mesmo
E estas crianças nas quais você cuspiu
Enquanto elas tentam mudar seus mundos
São imunes a suas consultas
Eles estão bastante atentos ao que eles estão passando

Mudanças
(Vire e encare o estranho)
Mudanças
Não os diga que cresçam e saiam fora disto
Mudanças
(Vire e encare o estranho)
Mudanças
Onde está sua vergonha
Você nos deixou com isto até o pescoço
O tempo pode me mudar
Mas você não pode reconstituir o tempo

Fascinação estranha, me fascinando
Mudanças estão me levando ao caminho que estou seguindo

Mudanças
(Vire e encare o estranho)
Mudanças
Oh, olhe só vocês roqueiros
Mudanças
(Vire e encare o estranho)
Mudanças
Rapidamente vocês vão ficar mais velhos
O tempo pode me mudar
Mas eu não posso reconstituir o tempo
Eu disse O tempo pode me mudar
Mas eu não posso reconstituir o tempo

Changes, aliás, eu não resisto, ch, ch, ch  Changes é de 1971 e é um manifesto sobre sua personalidade camaleônica, as mudanças do mundo e as transformações em seu estilo musical. Muita gente tem essa música como um orientador para os momentos de dúvida. A letra diz assim ó:

Mudanças
Só têm que ser um homem diferente
O tempo pode me mudar
Mas eu não posso reconstituir o tempo

Bowie construiu uma carreira sólida, planejada nos mínimos detalhes. Combinou transgressão com planejamento, usou a imprevisibilidade como elemento para capturar a atenção e admiração dos fãs, causou impacto na música, no cinema, na ficção científica, na produção musical, na moda e no mercado. Obteve assim o status de ícone pop, que é diferente de um ídolo pop. A fama de um ídolo pop tende a ser breve, ele surge com força e desaparece. Já o ícone pop, como uma figura mítica, deixa uma marca eterna e indelével, conquistando um lugar de reconhecimento na sociedade. É por causa de seu status de ícone pop que Elvis Presley, os Beatles, Michael Jackson, John Kennedy ou Marilyn Monroe continuam tendo sua imagem estampada por todos os lugares.

Não existe nenhuma forma de cultura sem história e a história da cultura pop gerou seus personagens históricos que vão durar para sempre. Ícones pop influenciam a sociedade de várias formas. Seu estilo de vestir, o cabelo, o comportamento, a fala, são imitados, até mesmo inconscientemente.

David Bowie sabia disso, e escolheu uma forma infalível para deixar sua marca: a música. O maestro inglês Sir Thomas Beecham disse uma vez:

“A grande música é aquela que penetra nossos ouvidos com facilidade e deixa nossa memória com dificuldade. A música mágica é aquela jamais deixa nossa memória.”

Ziggy Stardust

Ziggy played guitar
jamming good with Weird and Gilly
And the spiders from Mars
He played it left hand
But made it too far
Became the special man
then we were Ziggy’s band

Ziggy really sang
screwed up eyes and screwed down hairdo
Like some cat from Japan
he could lick ‘em by smiling
He could leave ‘em to hang
Came on so loaded man
well hung and snow white tan

So where were the spiders while
the fly tried to break our balls
Just the beer light to guide us
So we bitched about his fans and
should we crush his sweet hands?

Ziggy played for time
Jiving us that we were voodoo
The kids were just crass
he was the nazz
With God given ass
He took it all too far but
boy could he play guitar

Making love with his ego
Ziggy sucked up into his mind
Like a leper messiah
When the kids had killed the man
I had to break up the band

Ziggy played gui… tar

Ziggy Stardust

Ziggy tocava guitarra
Improvisando com Weird e Gilly
E o Spiders from Mars
Ele era canhoto
Mas foi além do limite
Tornou-se um homem especial
Então éramos a banda de ziggy

Ziggy realmente cantava
revirando os olhos e desmanchando o penteado
Como um gato do japão
Ele podia derrotá-los pelo sorriso
Ele podia deixá-los pendurados
Um homem tão carregado
Indeciso e sem bronzedo

Então onde estavam as aranhas
Enquanto a mosca tentava acabar com nossa coragem?
Apenas o luminoso da cerveja a nos guiar
Então gozamos de seus fãs
Poderíamos apertar suas doces mãos?

Ziggy tocou muito tempo
nos dizendo que éramos vodus
As crianças foram grosseiras
Ele era o nazista
Com deus dando as costas
Mas ele levou tudo muito longe
Garoto, ele podia tocar guitarra

Fazendo amor com seu ego
Ziggy sugou em sua mente
Como um messias leproso
Quando as crianças mataram o homem
Eu tive que acabar com a banda

Ziggy tocava guitarra

A Ascenção e queda de Ziggy Stardust e as Aranhas de Marte foi o quinto disco de David Bowie, lançado em 1972 e baseado na história fictícia de um astro do Rock chamado Ziggy Stardust. É um alter ego de David Bowie, um mensageiro de extraterrestres, andrógino, que fala de política, uso de drogas, orientação sexual…em 1972. Foi um estouro e é considerado um dos mais importantes discos da história do rock and roll.

Em 1975, Bowie emplaca Young Americans, cuja letra tem referências ao macartismo, repressão ao movimento black, Richard Nixon, que renunciara dois dias antes da gravação e até mesmo os Beatles com a citação de  “I heard the news today oh boy!”.

Young Americans

They pulled in just behind the bridge
He lays her down, he frowns
“gee my life’s a funny thing
Am I still too young? “
He kissed her then and there
She took his ring, took his babies
It took him minutes, took her nowhere
Heaven knows, she’d have taken anything, but

All night
She wants the young american
Young american, young american
She wants the young american
All right
She wants the young american

Scanning life through the picture windows
She finds the slinky vagabond
He coughs as he passes her ford mustang, but
Heaven forbid, she’ll take anything

But the freak, and his type, all for nothing
He misses a step and cuts his hand, but
Showing nothing, he swoops like a song
She cries “; where have all papa’s heroes gone? “

All night
She wants the young american
Young american, young american
She wants the young american
All right
She wants the young american

All the way from washington
Her bread-winner begs off the bathroom floor
“we live for just these twenty years
Do we have to die for the fifty more? “

All night
He wants the young american
Young american, young american
He wants the young american
All right
He wants the young american

Do you remember, your president nixon?
Do you remember, the bills you have to pay
Or even yesterday?

Have you been an un-american?
Just you and your idol singing falsetto ‘bout
Leather, leather everywhere, and
Not a myth left from the ghetto
Well, well, well, would you carry a razor
In case, just in case of depression
Sit on your hands on a bus of survivors
Blushing at all the afro-sheeners
Ain’t that close to love?
Well, ain’t that poster love?
Well, it ain’t that barbie doll
Her heart’s been broken just like you have

And
All night
You want the young american
Young american, young american
You want the young american
All right
You want the young american

You ain’t a pimp and you ain’t a hustler
A pimp’s got a cadi and a lady’s got a chrysler
Black’s got respect, and white’s got his soul train
Mama’s got cramps, and look at your hands ache
I heard the news today, oh boy
I got a suite and you got defeat
Ain’t there a man you can say no more?
And, ain’t there a woman I can sock on the jaw?
And, ain’t there a child I can hold without judging?
Ain’t there a pen that will write before they die?
Ain’t you proud that you’ve still got faces?
Ain’t there one damn song that can make me
Break down and cry?

All night
I want the young american
Young american, young american
I want the young american
All right
I want the young american
Young american
Young american, young american
I want the young american
(I want with you, I want with you want)
All right
(you want it, I want you you, you want I, I want you want)
Young american, young american
I want the young american
(I want to want, to want, to want, to want I, I want you)
All right
(lord I wanted the young american)
(young american)
Young american, young american
I want the young american

Jovens americanos

Esconderam-no dentro da geladeira
Ele a fez ficar estendida, franziu as sobrancelhas
Puxa, minha vida é um pouco gozada e sou ainda muito novo”
Depois, beijou-a ali mesmo
e ela tirou o anel, tirou-lhe as crianças
Ele levou minutos, levou a nenhum lugar
Só o Céu sabe como ela queria alguma coisa,mas

Essa noite,
ela deseja o jovem americano
Jovem americano,jovem americano,ela quer o jovem americano
Está certo
Ela deseja o jovem americano
Observando a vida através da janela,
encontra o furtivo vagabundo
Ele tosse enquanto ela passe no seu Ford Mustang,mas
O Céu a proíbe de levar tudo
Apenas o maluco e outros como ele, tudo para nada
Ela pisa em falso e corta a mão
Fingindo não ser nada, voa como uma canção
Ela grita ‘Para onde foram todos os heróis de papai?”

Todo o caminho desde Washington
O seu ganha-pão chega do chão do banheiro
‘Vivemos apenas para estes vinte anos,
devemos morrer por outros cinquenta?”

Essa noite,
ele deseja o jovem americano
Jovem americano,Jovemamericano,ela quer o jovem americano
Está certo
ele deseja o jovem americano
Lembra-se do seu Presidente Nixon?
Lembra-se das contas que você tem que pagar,
ou apenas a de ontem?
Agora tem sido um não-americano
somente você e seu ego cantando em falsete
Sobre couro por todo lugar e
não um mito saído do Gueto

Bem, bem,bem, porque você não carrega uma lâmina,
apenas em caso de depressão?
Pergunta à tua mão, num ônibus de sobreviventes,
corando todo o esplendor afro
Não está próximo do amor,
Bem,não é a imagem do amor?
Bem, não é a boneca Barbie.
O coração dela foi despedaçado como o teu.

All night
Essa noite,
você deseja o jovem americano
Jovem americano,Jovem americano,ela quer o jovem americano
Está certo
Você quer o jovem americano
Mas você não é um cafetão e também não é uma prostituta
Os cafetões tem um Cadilac, as damas, um Chrysler.
Os Pretos têm respeitos, os Brancos o seu Soul Train*
A mãe tem cãibras e olha para tuas mãos
(Ouvi as notícias hoje, meu querido,)
eu tenho um séquito e você, uma derrota

Não há aqui um homem que saiba dizer basta?
Não há aqui uma mulher que pode tampar a boca?
Não há uma criança que eu possa abraçar sem julgar?
Não há uma caneta, para que escrevam antes de morrer?
Não tem orgulho de ainda possuir uma face?
E não há uma desgraça de canção que me
ponha para baixo e me faça chorar?

All night
Está certo
I want the young American
Eu desejo o jovem americano
Jovem americano,Jovem americano,ela quer o jovem americano
Está certo
Eu desejo o jovem americano

E Bowie sempre foi generoso na busca de parceiros ao longo de toda carreira. Ele soube como poucos somar talentos. Em 1977, compôs com Iggy Pop China Girl quando ambos vivam em Berlim e que trata de uma namorada vietnamita de Iggy Pop. Os dois viviam tão doidões que vietnamita, chinês, japonês, cara era tudo a mesma coisa…

China Girl

I could escape this feeling with my China Girl
I feel a wreck without my little China Girl
I hear her heart beating loud as thunder
Saw these stars crashing

I’m a mess without my little China Girl
Wake up in the morning, where’s my little China Girl
I hear her heart’s beating loud as thunder
Saw these stars crashing down

I feel a-tragic like I’m Marlon Brando
When I look at my China Girl
I could pretend that nothing really meant too much
When I look at my China Girl

I stumble into town just like a sacred cow
Visions of swastikas in my head
Plans for everyone
It’s in the white of my eyes

My little China Girl
You shouldn’t mess with me
I’ll ruin everything you are
You know;
I’ll give you television
I’ll give you eyes of blue
I’ll give you men who want to rule the world

And when I get excited
My little China Girl says
Oh baby just you shut your mouth
She says … sh-sh-shhh

Garota da China

Eu poderia escapar deste sentimento com minha garota da China
Eu sinto uma destruição sem minha pequena garota da China
Eu ouço o coração dela batendo alto como trovão
Vejo estas estrelas chocando

Eu sou uma bagunça sem minha pequena garota da China
Acordo pela manhã, onde está minha pequena garota da China
Eu ouço o coração dela está batendo alto como trovão
Vejo estas estrelas que chocam abaixo

Eu sinto trágico como eu fosse Marlon Brando
Quando eu olho para minha garota da China
Eu poderia fingir que nada realmente significou muito
Quando eu olho para minha garota da China

Eu tropeço na cidade igual uma vaca sagrada
Visões de suásticas em minha cabeça
Planos para todo o mundo
Está no branco de meus olhos

Minha pequena garota da China
Você não deveria desarrumar comigo
Eu arruinarei tudo o que você é
Você sabe;
Eu lhe darei televisão
Eu lhe darei olhos de azul
Eu lhe darei homens que querem reger o mundo

E quando eu sou excitado
Minha pequena garota da china diz
Oh baby, somente se cale
Ela diz… sh-sh-shhh

Ainda em 1977 Bowie e Brian Eno, compuseram Heroes, que se tornaria uma espécie de catalisador para a queda do Muro de Berlim, depois que ele a cantou num concerto em 6 de Junho de 1987 no Parlamento Alemão. O muro seria derrubado dois anos depois.

Heroes

I, I wish you could swim
Like the dolphins, like dolphins can swim
Though nothing, nothing will keep us together
We can beat them, for ever and ever
Oh we can be Heroes, just for one day

I, I will be king
And you, you will be queen
Though nothing will drive them away
We can beat them, just for one day
We can be Heroes, just for one day

And you, you can be mean
And I, I’ll drink all the time
‘Cause we’re lovers, and that is a fact
Yes we’re lovers, and that is that

Though nothing, will keep us together
We could steal time, just for one day
We can be Heroes, for ever and ever
What d’you say?

I, I wish you could swim
Like the dolphins, like dolphins can swim
Though nothing, nothing will keep us together
We can beat them, for ever and ever
Oh we can be Heroes, just for one day

I, I will be king
And you, you will be queen
Though nothing will drive us away
We can be Heroes, just for one day
We can be us, just for one day

I, I can remember (I remember)
Standing, by the wall (by the wall)
And the guns, shot above our heads (over our heads)
And we kissed, as though nothing could fall
(nothing could fall)
And the shame, was on the other side
Oh we can beat them, for ever and ever
Then we could be Heroes, just for one day

We can be Heroes
We can be Heroes
We can be Heroes
Just for one day
We can be Heroes

We’re nothing, and nothing will help us
Maybe we’re lying, then you better not stay
But we could be safer, just for one day

Oh-oh-oh-ohh, oh-oh-oh-ohh, just for one day

Heróis

Eu, eu gostaria que você pudesse nadar
Como os golfinhos, como os golfinhos podem nadar
Embora nada, nada vai nos manter juntos
Nós podemos vencê-los, para todo o sempre
Oh, nós podemos ser heróis, apenas por um dia

Eu, eu serei rei
E você, você será rainha
Embora nada os afaste
Nós podemos vencê-los, apenas por um dia
Nós podemos ser heróis, apenas por um dia

E você, você pode ser mau
E eu, eu vou beber o tempo todo
Porque somos amantes, e isso é um fato
Sim, somos amantes, e isso é que

Embora nada, nos mantenha juntos
Nós poderíamos enganar o tempo, apenas por um dia
Nós podemos ser heróis, para todo o sempre
O que você diz?

Eu, eu gostaria que você pudesse nadar
Como os golfinhos, como os golfinhos podem nadar
Embora nada, nada vai nos manter juntos
Nós podemos vencê-los, para todo o sempre
Oh, nós podemos ser heróis, apenas por um dia

Eu, eu serei rei
E você, você será rainha
Embora nada nos afaste
Nós podemos ser heróis, apenas por um dia
Nós podemos ser nós, apenas por um dia

Eu, eu me lembro (eu me lembro)
De pé, junto à parede (na parede)
E as armas, disparou acima de nossas cabeças (sobre nossas cabeças)
E nós nos beijamos, como se nada pudesse cair (nada
Poderia cair)
E a vergonha, estava do outro lado
Oh nós podemos vencê-los, para todo o sempre
Então poderíamos ser heróis, apenas por um dia

Nós podemos ser heróis
Nós podemos ser heróis
Nós podemos ser heróis
Só por um dia
Nós podemos ser heróis

Nós não somos nada, e nada vai nos ajudar
Talvez estejamos mentindo, então é melhor não ficar
Mas poderia ser mais seguro, apenas por um diaoh-oh-oh-oh, oh-oh-oh-oh, só por um dia

Oh-oh-oh-ohh, oh-oh-oh-ohh, apenas por um dia

Em 1980 é a vez de  Ashes to Ashes, que Bowie descreveu como uma espécie de epitáfio para os anos setenta…

Ashes To Ashes

Do you remember a guy that’s been
In such an early song
I heard a rumour from Ground Control
Oh no, don’t say it’s true

They got a message from the action man
“I’m happy, hope you’re happy too
I’ve loved all I needed to love”
Sordid details following

The shreiking of nothing is killing
Just pictures of Jap girls in synthesis and I
ain’t got no money and I ain’t got no hair
But I’m hoping to kick
but the planet is growing

Ashes to Ashes, funk to funky
We know Major Tom’s a junkie
Strung out on heaven’s high
Hitting an all-time low

Time and again I tell myself
I’ll stay clean tonight
But the little green wheels are following me
Oh no, not again

I’m stuck with a valuable friend
“I’m happy, hope you’re happy too”
One flash of light… but no smoking pistol

I’ve never done good things
I’ve never done bad things
I’ve never done anything out of the blue, woh-o-oh

Want an axe to break the ice
Want to come down right now

Ashes to Ashes, funk to funky
We know Major Tom’s a junkie
Strung out on heaven’s high
Hitting an all-time low

My mother said to get things done
You better not mess with Major Tom

Cinzas às cinzas

Você se lembra de um cara que esteve
Numa canção bastante antiga
Eu ouvi um rumor do controle supremo
Oh não, não diga que é verdade

Eles têm uma mensagem do homem que faz a ação
“eu estou feliz e espero que você também esteja
Eu amei tudo o que eu precisava amar”
Detalhes sórdidos seguintes

Os gritos para o nada o matam
Apenas figuras de garotas japonesas em síntese e eu
Não tenho dinheiro e não tenho cabelo
Mas eu estou esperando para dar o chute
Mas o planeta está evoluindo

Das cinzas para cinzas é engraçado e divertido
Nos sabemos que o major tom é um viciado
Estendido no alto do paraíso
Atingindo a maior decadência da história

Novamente eu digo para mim mesmo
Eu vou ficar sóbrio esta noite
Mas as pequenas rodas verdes estão me perseguindo o
Oh não, não de novo

Eu estou preso aqui com um amigo valioso
“eu estou feliz e espero que você também esteja”
Com uma lanterna mas nenhuma pistola

Eu nunca fiz coisas boas
Eu nunca fiz coisas más
Eu nunca fiz nada de supetão. woh-o-oh

Quero um machado para quebrar o gelo
Quero cair da maneira certa desta vez

Das cinzas para cinzas é engraçado e divertido
Nos sabemos que o major tom é um viciado
Estendido no alto do paraíso
Atingindo a maior decadência da história

Minha mãe disse para fazer coisas do jeito certo
É melhor não brincar com o major tom

Em 1981 a banda Queen trabalhava numa canção do baterista Roger Taylor chamada Feel Like, seguindo uma linha que tratava de amores perdidos. Essa canção jamais foi lançada, mas aqui você pode ouvi-la numa gravação demo, incompleta….

David Bowie foi ao estúdio para fazer backing vocals para outra música do Queen e aproveitou para trabalhar com eles numa nova canção a partir de Feel Like. Escreveram a letra em um dia e partiram para a gravação. O baixista John Deacon criou uma linha de baixo que está entre os grandes momentos do rock de todos os tempos. Numa entrevista em 1984 ele a creditou a David Bowie. O engraçado é que eles pararam para comer uma pizza e John Deacon esqueceu daquela linha do baixo. Neste momento raro de um registro da gravação, o guitarrista Brian May lembra Deacon como é que era…

Bem o resultado foi um dos grandes sucessos daquele ano e da carreira de Bowie e de Freddie Mercury: Under Pressure.

Under Pressure

Bah, bah, bah, bah, bah, bah, bah, bah
Bah, bah, bah, bah, bah, bah

Pressure, pushing down on me
Pressing down on you, no man ask for
Under pressure, that burns a building down
Splits a family in two
Puts people on streets

Bah, bah, bah, bah, bah, bah
Bah, bah, bah, bah, bah, bah

That’s o-kay
It’s the terror of knowing
What this world is about
Watching some good friends
Screaming `Let me out’
Pray tomorrow takes me higher
Pressure on people, people on streets

Doh doh doh bah bah bah bah
O-kay
Chipping around, kick my brains around the floor
These are the days it never rains but it pours
People on streets, people on streets

It’s the terror of knowing
What this world is about
Watching some good friends
Screaming `Let me out’
Pray tomorrow takes me higher
Pressure on people, people on streets

Turned away from it all, like a blind man
Sat on a fence but it don’t work
Keep coming up with love
But it’s so slashed and torn
Why why why?
Love love love love

Insanity laughs, under pressure we’re cracking
Can’t we give ourselves one more chance
Why can’t we give love one more chance
Why can’t we give love, give love, give love, give love, give love

Cause love’s such an old fashioned word
And love dares you to care
For the people on the edge of the night
And love dares you to change our way of
Caring about ourselves

This is our last dance
This is ourselves
Under pressure
Under pressure
Pressure

Sob Pressão

Bah, bah, bah, bah, bah, bah, bah, bah
Bah, bah, bah, bah, bah, bah

Pressão, me derrubando com um empurrão
Derrubando você e nenhuma pessoa pede isso
Sob pressão, que incendeia um edifício inteiro
Divide uma família em duas
Coloca pessoas nas ruas

Bah, bah, bah, bah, bah, bah
Bah, bah, bah, bah, bah, bah

Tudo bem!
É o terror de saber
A que ponto chegou o mundo
Observando alguns bons amigos
Gritando “Deixem-me sair! “
Rezo para que o amanhã me deixe mais animado
Pressão sobre as pessoas, pessoas nas ruas

Doh doh doh bah bah bah bah
O. k
Dando pontapés por aí, chuto meu cérebro pelo chão
Estes são os dias em que nunca chove mas transborda
Pessoas nas ruas, pessoas nas ruas

É o terror de saber
A que ponto chegou o mundo
Observando alguns bons amigos
Gritando “Deixem-me sair! “
Rezo para que o amanhã me deixe mais animado
Pressão sobre as pessoas, pessoas nas ruas

Afastei-me disto tudo como um homem cego
Sentei num muro mas isso não funciona
Continuo fornecendo amor
mas ele está tão rachado e despedaçado
Porquê, Porquê, Porquê?
Amor, amor, amor, amor

A insanidade sorri, sob pressão estamos pirando
Não podemos dar a nós mesmos mais uma chance
Por quê não podemos dar ao amor mais uma chance
Por quê não podemos dar amor… dar amor, dar amor, dar amor

Pois o amor é uma palavra tão fora de moda
E o amor te desafia a se importar com
As pessoas no limite da noite
E o amor desafia você a mudar nosso modo de
Nos preocupar com nós mesmos

Esta é nossa última dança
Isto somos nós mesmos
Sob pressão
Sob pressão
Pressão

Sensacional. Você conhecia essa história? Não é? Pois é… ande com o Café Brasil que você fica sabendo… Se a letra original da canção tratava de amores perdidos, agora passou a ser um grito apocalíptico sobre medo e empatia. Há um vídeo no youtube em que a turma conta como foi a gravação. Vou colocar o link no roteiro deste programa.

Mas tem mais, viu? Quer ver? Ô Lalá, faz uma mágica aí…

Tô dando uma pausa pra você recuperar o fôlego…

Tá recuperado? Tá recuperada? Vamos continuar a viagem com o homem das estrelas? Em 1983 estoura MODERN LOVE, que tem uma letra ambígua na qual muita gente vê menções à bissexualidade de Bowie.

Modern Love

I know when to go out
And when to stay in
Get things done

I catch a paper boy
But things don’t really change
I’m standing in the wind
But I never wave bye-bye
But I try, I try

There’s no sign of life
It’s just the power to charm
I’m lying in the rain
But I never wave bye-bye
But I try, I try

Never gonna fall for
Modern love walks beside me
Modern love walks on by
Modern love gets me to the church on time

Church on time terrifies me
Church on time makes me party
Church on time puts my trust in god and man
God and man no confessions
God and man no religion
God and man don’t believe in modern love

It’s not really work
It’s just the power to charm
I’m still standing in the wind
But I never wave bye bye
But I try, I try

Never gonna fall for
Modern love walks beside me
Modern love walks on by
Modern love gets me to the church on time

Church on time terrifies me
Church on time makes me party
Church on time puts my trust in god and man
God and man no confessions
God and man no religion
God and man don’t believe in modern love

Modern love – Modern love
Modern love – Modern love, walks beside me
Modern love – Modern love, walks on by

Amor moderno

Eu sei quando sair
E quando ficar
E fazer as coisas

Eu apanho um entregador de jornal
Mas as coisas não mudam muito
Eu estou parado no vento
Mas eu nunca aceno adeus
Mas eu tento, eu tento

Não há nenhum sinal de vida
É só o poder do feitiço
Eu estou deitado na chuva
Mas eu nunca aceno adeus
Mas eu tento, eu tento

Nunca vou me apaixonar por
Amor moderno caminha ao meu lado
Amor moderno passa
Amor moderno me leva à igreja na hora certa

A igreja na hora certa me assusta
A igreja na hora certa me deixa feliz
A igreja na hora certa coloca minha confiança em Deus e no homem
Deus e o homem, não há confissões
Deus e o homem, não há religião
Deus e o homem não acreditam no amor moderno

Não é realmente trabalho
É só o poder do feitiço
Ainda estou parado no vento
Mas nunca aceno adeus
Mas eu tento, eu tento

Nunca vou me apaixonar por
Amor moderno caminha ao meu lado
Amor moderno passa
Amor moderno me leva à igreja na hora certa

A igreja na hora certa me assusta
A igreja na hora certa me deixa feliz
A igreja na hora certa coloca minha confiança em Deus e no homem
Deus e o homem, não há confissões
Deus e o homem, não há religião
Deus e o homem não acreditam no amor moderno

Amor moderno, amor moderno
Amor moderno, amor moderno, anda ao meu lado
Amor moderno, amor moderno, anda ao lado

Ainda em 1983 outro mega sucesso, Let’s Dance , um híbrido, usando uma guitarra de blues rock combinada com um formato dance music, misturado com Funk e soul. Cara, se eu tiver que escolher um hino para os anos oitenta, acho que será esse…

Let’s Dance

Let’s dance
Put on your red shoes and dance the blues
Let’s dance
To the song they’re playin’ on the radio

Let’s sway
While colour lights up your face
Let’s sway
Sway through the crowd to an empty space

CHORUS
If you say run, I’ll run with you
If you say hide, we’ll hide
Because my love for you
Would break my heart in two
If you should fall
Into my arms
And tremble like a flower

Let’s dance
For fear your grace should fall
Let’s dance
For fear tonight is all

Let’s sway
You could look into my eyes
Let’s sway
Under the moonlight, this serious moonlight

CHORUS

Let’s dance
Put on your red shoes and dance the blues
Let’s dance
To the song they’re playin’ on the radio

Let’s sway
You could look into my eyes
Let’s sway
Under the moonlight, this serious moonlight

Vamos dançar

Vamos dançar
Ponha seus sapatos vermelhos e venha dançar o blues
Vamos dançar
À música que estão tocando na rádio

Vamos mexer
Enquanto cores iluminam sua face
Vamos mexer
Mexer pelo chão ha um espaço vazio

Refrão
Se você dizer corra, eu correrei pra você
Se você dizer esconda-se, nos esconderemos
Porque meu amor por você
Quebraria meu coração em dois
Se você cair
Em meus braços
E tremer como uma flor

Vamos dançar
Por medo sua graça deve cair
Vamos dançar
Por medo esta noite é tudo

Vamos mexer
Você pode olhar nos meus olhos
Vamos mexer
Sob a luz da lua, sob a séria luz da lua

Refrão

Vamos dançar
Ponha seus sapatos vermelhos e venha dançar o blues
Vamos dançar
À música que estão tocando na rádio

Vamos mexer
Você pode olhar nos meus olhos
Vamos mexer
Sob a luz da lua, sob a séria luz da lua

E em 1985. É a vez de This is not America, parceria de Bowie com Pat Metheny Group e que está na trilha do filme A Traição do Falcão:

This Is Not America

This is not America, sha la la la la

A little piece of you
The little peace in me
Will die [This is not a miracle]
For this is not America

Blossom fails to bloom
This season
Promise not to stare
Too long [This is not America]
For this is not the miracle

There was a time
A storm that blew so pure
For this could be the biggest sky
And I could have
The faintest idea

[For this is not America, sha la la la la, sha la la la la, sha la la la la
This is not america, no, this is not, sha la la la la]

Snowman melting
From the inside
Falcon spirals
To the ground [This could be the biggest sky]
So bloody red
Tomorrow’s clouds

A little piece of you
The little piece in me
Will die [This could be a miracle]
For this is not America

There was a time
A wind that blew so young
For this could be the biggest sky
And I could have the faintest idea

[For this is not America, sha la la la la, sha la la la la, sha la la la la
This is not america, no, this is not, sha la la la
This is not america, no, this is not
This is not america, no, this is not, sha la la la

Não é América

Uma pequena parte de você
Uma pequena parte em mim
Vai morrer [Isso não é um milagre]
Pois isso não é América

As flores do outono florescem
Nessa estação
Prometa não ficar observando
Muito tempo[Isso não é América]
Pois isso não é um milagre

Houve uma vez
Uma tempestade que soprou tão puramente
Pois isso poderia ser o maior céu
E eu poderia ter
A mais fantástica idéia

[Pois isso não é América, sha la la la la,sha la la
la,shala la la
Isso não é a América,não,isso não é,sha la la la la

Boneco de neve derretendo
Por dentro
Um falcão espiral
Para o chão [esse pode ser o seu maior céu]
Tão sangrentamente vermelho
As nuvens do amanhã

Uma pequena parte de você
Uma pequena parte em mim
Vai morrer [Isso não é um milagre]
Pois isso não é América

Houve um tempo
Um vento que soprou tão jovem
Pois isso poderia ser o maior céu
E eu poderia ter a menor idéia

[Por isso não é a América, sha la la la la, sha la la
la, shala la la la
Isso não é América, não, isso não é, sha la la la
Isso não é a América, não, isso não é
Isso não é América, não, isso não é, sha la la la

Então. Pra mim a música mais significativa de David Bowie está num filme, e passou a marcar minha vida por causa de meus dois filhos. Em 1986 Jim Henson, o gênio por trás dos Muppets, juntou-se a George Lucas, o gênio por trás de Guerra nas Estrelas e ao gênio da ilustração inglês Brian Froud para criar um filme de fantasia chamado Labirinto. O filme trata da história de uma garota de 15 anos, Sarah, interpretada pela maravilhosa Jennifer Connoly, que mergulha num mundo de fantasia à procura de seu irmão que foi raptado por Jareth, o rei dos duendes. Jareth é interpretado por David Bowie e o filme, que está repleto de bonecos  criados por Jim Henson é fantástico, mas foi curiosamente um desapontamento comercial que quase arruinou a carreira do criador dos Muppets.

No meio do filme, a cena de um baile tem a música que fascinava a mim e a meus filhos, muito pequenos. Perdi a conta de quantas vezes assisti a essa cena. A canção é As the world falls down, composta e interpretada por David Bowie e que até hoje me emociona:

As The World Falls Down

There’s such a sad love
Deep in your eyes
A kind of pale jewel
Open and closed
Within your eyes
I’ll place the sky
Within your eyes

There’s such a fooled heart
Beatin’ so fast
In search of new dreams
A love that will last
Within your heart
I’ll place the moon
Within your heart

As the pain sweeps through
Makes no sense for you
Every thrill is gone
Wasn’t too much fun at all
But I’ll be there for you-ou-ou
As the world falls down

Falling
As the world falls down
Falling
Falling in love

I’ll paint you mornings of gold
I’ll spin you Valentine evenings
Though we’re strangers ‘til now
We’re choosing the path
Between the stars
I’ll leave my love
Between the stars

As the pain sweeps through
Makes no sense for you
Every thrill is gone
Wasn’t too much fun at all
But I’ll be there for you-ou-ou
As the world falls down

Falling
As the world falls down
Falling
Falling
As the world falls down
Falling
Falling
Falling
Falling in love
As the world falls down
Falling
Falling
Falling
Falling in love
As the world falls down
Makes no sense at all
Makes no sense to fall
Falling
As the world falls down
Falling
Falling
Falling in love
As the world falls down
Falling
Falling
Falling in love
Falling in love
Falling in love
Falling in love
Falling in love

Enquanto o mundo cai

Há um amor tão triste
No fundo dos seus olhos
Uma espécie de jóia pálida
Aberta e fechada
Dentro dos seus olhos
Eu colocarei o céu
Dentro dos seus olhos

Há um coração tão enganado
Batendo rapidamente
À procura de sonhos novos
Um amor que irá durar
Dentro do seu coração
Eu colocarei a lua
Dentro do seu coração

Quando a dor acaba
Não faz sentido pra você
Toda a emoção se foi
Não foi tudo muito divertido
Mas eu estarei lá por você
Quando o mundo cair

Caindo
Quando o mundo cair
Caindo
Me apaixonando

Eu pintarei suas manhãs de ouro
Eu irei fazer noites de amor pra você
Apesar de sermos estranhos até agora
Estamos escolhendo o caminho
Entre as estrelas
Deixarei meu amor
Entre as estrelas

Quando a dor acaba
Não faz sentido pra você
Toda a emoção se foi
Não foi tudo muito divertido
Mas eu estarei lá por você
Quando o mundo cair

Caindo
Quando o mundo cair
Caindo
Caindo
Quando o mundo cair
Caindo
Caindo
Caindo
Me apaixonando
Quando o mundo cair
Caindo
Caindo
Caindo
Me apaixonando
Quando o mundo cair
Não faz sentido algum
Não faz sentido nenhum cair
Caindo
Quando o mundo cair
Caindo
Caindo
Me apaixonando
Quando o mundo cair
Caindo
Caindo
Me apaixonando
Me apaixonando
Me apaixonando
Me apaixonando
Me apaixonando

Muito bem. Ao analisar hoje a carreira de quase meio século de David Bowie é possível perceber que ele jamais perdeu o controle sobre sua vida, sobre sua obra. Mesmo nos momentos de loucura total, extraiu um significado, uma marca, criando modas, trejeitos e mudando comportamentos . Como um camaleão que se adapta ao contexto.

O álbum Blackstar, lançado oficialmente dois dias antes de sua morte e especialmente o vídeo que ele produziu para a música Lazarus, são certamente uma despedida. A letra de Lazarus, que você ouve aqui ao fundo, diz assim:

Look up here, I’m in heaven
I’ve got scars that can’t be seen
I’ve got drama, can’t be stolen
Everybody knows me now

Look up here, man, I’m in danger
I’ve got nothing left to lose
I’m so high it makes my brain whirl
Dropped my cell phone down below
Ain’t that just like me?

By the time I got to New York
I was living like a king
Then I used up all my money
I was looking for your ass
This way or no way
You know, I’ll be free
Just like that bluebird
Now ain’t that just like me?
Oh I’ll be free
Just like that bluebird
Oh I’ll be free
Ain’t that just like me?

 Olha aqui pra cima, estou no céu

Tenho cicatrizes que não podem ser vistas
Tenho tragédias que não me podem ser tiradas
Todos sabem quem eu sou

Olha, olha aqui para cima, cara, estou em perigo
Não tenho nada a perder
Estou tão alto que meu cérebro gira
Deixei o telefone cair lá para baixo
Não é assim que eu sou?

Quando cheguei a Nova Iorque
Vivia como um rei
Mas gastei todo meu dinheiro
Estava à sua procura

Desta maneira ou de maneira nenhuma
Você sabe, serei livre
Como aquele pássaro azul
Não é assim que eu sou?

Ah, serei livre
Como aquele pássaro azul
Ah, serei livre
Não é assim que eu sou?

Ah, serei livre
Como aquele pássaro azul
Ah, serei livre
Não é assim que eu sou?

David Bowie estudou arte, música, desenho e composição tipográfica, teatro, mímica e arte circense. Fez música, circo, teatro, poesia, pintura e cinema: era um artista pós moderno global. Em 2004, sofreu um ataque do coração no palco, na Alemanha. Ele se recuperou, mas se afastou dos holofotes por quase 10 anos, só retornando com seu álbum The Next Day em 2013, que parece parte de uma decisão estratégica num processo de despedida.

Bowie morreu como viveu: no controle. E tanto manteve o controle que conseguiu lançar seu último álbum, Blackstar, no dia do seu aniversário… e morrer em paz dois dias depois.

Sua morte mobilizou o planeta no início de 2016, com multidões se reunindo para lhe prestar homenagens pelas ruas…

Com sua morte David Bowie deixa mais uma vez claro que tudo é condicional e transitório, que tudo um dia termina, mas que mesmo assim vale a pena continuar lutando por aquilo em que acreditamos.

No filme O Grande Truque, de Christopher Nolan, David Bowie contracena com Cristian Bale e Hugh Jackman, no papel do físico e pioneiro da engenharia elétrica Nikola Tesla. E talvez esse tenha sido o mais perfeito papel em sua carreira de ator. Tesla foi um gênio científico, um inovador tecnológico que não via limites entre os reinos da ciência e da mágica. Como Tesla,  Bowie era um técnico e um mágico, capaz de nos encantar, emocionar e provocar, com isso se transformando numa das mais importantes figuras culturais dos últimos 50 anos.

David Bowie conectou nossas almas às estrelas como poucos conseguiram.

A maior ameaça à nossa criatividade é que assim que você consegue sucesso em algo, as pessoas praticamente exigem que você continue fazendo a mesma coisa, e ganhe um monte de dinheiro com isso. Tá cheio de artista assim por aí, alguns até se transformando em ídolos pop. Bowie quebrou essa regra, reinventado-se a cada momento sem jamais entrar na moda… ele fez a moda. E assim se tornou um ícone pop.

Bowie lançou 28 álbuns de estúdio, 9 álbuns ao vivo, 9 compilações 6 extented plays, 121 singles e 3 trilhas sonoras. Também lançou 14 video álbuns e talvez uns 60 vídeos musicais. Certamente deixei de fora algumas músicas que você ama, mas sabe como é… chegou uma hora que tive que dar um corte ou não conseguiria gravar o programa.

David Bowie não cabe num podcast.

Eu não queria terminar este programa com um fim assim, mas eu queria um recomeço. A morte de David Bowie marca o fim de um ciclo e o começo de outro… Então escolhi Absolute Beginners, de 1986, canção que nos traz a mensagem da busca incessante pelo novo e que diz na letra:

Se nossa canção de amor
Pudesse voar acima das montanhas
Velejar sob as inquietações
Apenas como nos filmes
Não haveria nenhuma razão
Para sentir todos os tempos difíceis
Para impor as linhas duras
E isto, é absolutamente verdadeiro

Absolute beginners

Absolute beginners
I’ve nothing much to offer
There’s nothing much to take
I’m an absolute beginner
And I’m absolutely sane
As long as we’re together
The rest can go to hell
I absolutely love you
But we’re absolute beginners
With eyes completely open
But nervous all the same

If our love song
Could fly over mountains
Could laugh at the ocean
Just like the films
There’s no reason
To feel all the hard times
To lay down the hard lines
It’s absolutely true

Nothing much could happen
Nothing we can’t shake
Oh we’re absolute beginners
With nothing much at stake
As long as you’re still smiling
There’s nothing more I need
I absolutely love you
But we’re absolute beginners
But if my love is your love
We’re certain to succeed

If our love song
Could fly over mountains
Sail over heartaches
Just like the films
There’s no reason
To feel all the hard times
To lay down the hard lines
It’s absolutely true

Principiantes absolutos

Eu não tenho muito para oferecer
Não há muito para levar
Eu sou um principiante absoluto
E eu estou absolutamente são
Contanto que estejamos juntos
O resto pode ir para o inferno
Eu absolutamente amo você
Mas nós somos principiantes absolutos
Com olhos completamente abertos
Mas igualmente nervosos

Se nossa canção de amor
Pudesse voar acima das montanhas
Pudesse rir do oceano
Apenas como nos filmes
Não haveria nenhuma razão
Para sentir todos os tempos difíceis
Para impor as linhas duras
Isto é absolutamente verdadeiro

Nada mais poderia acontecer
Nada que nós não pudéssemos sacudir
Oh, nós somos principiantes absolutos
Com nada mais a arriscar
Contanto que você ainda esteja sorrindo
Não há nada mais que eu precise
Eu absolutamente amo você
Mas nós somos principiantes absolutos
Mas se meu amor é seu amor
Nós teremos certeza do sucesso

Se nossa canção de amor
Pudesse voar acima das montanhas
Velejar sob as inquietações
Apenas como nos filmes
Não haveria nenhuma razão
Para sentir todos os tempos difíceis
Para impor as linhas duras
Isto é absolutamente verdadeiro

O que Bowie disse pra cada um de nós foi que não olhássemos para ele e para o que ele estava tentando fazer, mas olhássemos para nós mesmos e fizéssemos o que nós queríamos fazer. Que parecessemos como quiséssemos parecer, que fossemos o que quiséssemos ser. E acredite, essa liberdade individual ainda é subversiva em muitas partes do mundo.

David Bowie nos ensinou que está tudo bem se não não formos iguais  a todo mundo.

Está tudo bem se eu for diferente.

Muito obrigado Major Tom.

Pois então.. naquela manhã de 11 de janeiro de 2016 li o tuíte que dizia assim:

David Bowie morreu em paz hoje, rodeado por sua família, depois de uma corajosa luta de 18 meses contra o câncer.

Mas não. David Bowie não morreu. Apenas retornou para seu lugar de origem.

As estrelas.

David Bowie me ensinou que está tudo bem se eu não for igual a todo mundo. Se eu for diferente.

Obrigado Mr. Camaleão.

E vamos indo então, com o inspirado Lalá Moreira técnica, a ausente Ciça Camargo na produção e eu, o agradecido Luciano Pires na direção e apresentação.

Estiveram conosco o ouvinte Denis, Mick Jagger, Queen, Lou Reed, Pat Metheny Group, Scott Bradley do Post Modern Jukebox com seu piano, um monte de fãs e ele, o homem das estrelas, David Bowie.

O Café Brasil chegou até você porque a Pellegrino investiu nele. E hoje, após três anos, a Pellegrino também encerra um ciclo conosco. Agradeço a eles pela confiança, o investimento e o apoio nestes três anos. Sua contribuição ajudou imensamente a que chegássemos até aqui. Obrigado aos amigos da Pellegrino!

Este é o Café Brasil. Que chega a você graças ao apoio do Itaú Cultural e do Auditório Ibirapuera. De onde veio este programa tem muito mais. Visite para ler artigos, para acessar o conteúdo deste podcast, para visitar nossa lojinha no … portalcafebrasil.com.br.

Mande um comentário de voz pelo WhatSapp no 11 96789 8114. E se você está fora do país: 55 11 96789 8114. E também estamos no Viber, com o grupo Podcast Café Brasil.

E se você acha que vale a pena ouvir o Café Brasil e quer contribuir, vem cá, cara. Faça parte da confraria Café Brasil. Acesse podcastcafebrasil.com.br e clique no link CONTRIBUA

Pra terminar, não tinha outro jeito: David Bowie:

Ainda que eu tenha ultrapassado cem mil milhas
Estou me sentindo bem calmo
E eu acho que minha nave espacial sabe onde ir
Diga pra minha esposa que eu a amo muito, ela sabe

Controle de Solo para Major Tom
Controle de Solo para Major Tom
Controle de Solo para Major Tom
Controle de Solo para Major Tom
Controle de Solo para Major Tom