s
Podcast Café Brasil com Luciano Pires
O Lado Cheio
O Lado Cheio
Aqui é o lugar onde você encontrará análises sobre o ...

Ver mais

Pelé e os parasitas.
Pelé e os parasitas.
Meu herói está lá, a Copa de 1970 está lá, o futebol ...

Ver mais

Branding a preço de banana.
Branding a preço de banana.
Quanto vale o branding? Pelo que estou vendo acontecer ...

Ver mais

O Tigre Branco. Ou poderia ser Cidade de Budah…
O Tigre Branco. Ou poderia ser Cidade de Budah…
Um grande comentário sócio-político sobre a divisão em ...

Ver mais

Café Brasil 764 – LíderCast Live – Gastronomia Viva
Café Brasil 764 – LíderCast Live – Gastronomia Viva
Medidas restritivas desproporcionais impostas pelos ...

Ver mais

Café Brasil 763 – A Agro é pop?
Café Brasil 763 – A Agro é pop?
Você já sabe que a Perfetto patrocina o Café Brasil,  ...

Ver mais

Café Brasil 762 – LíderCast Alessandro Santana
Café Brasil 762 – LíderCast Alessandro Santana
Da mesma forma como o Youtube joga no colo da gente um ...

Ver mais

Café Brasil 761 – O viés nosso de cada dia
Café Brasil 761 – O viés nosso de cada dia
Você já ouviu falar em autoilusão? A forma como nós ...

Ver mais

LíderCast 217 – Amyr Klink
LíderCast 217 – Amyr Klink
Meu nome é Amyr Klink, tenho 65 anos e eu construo viagens.

Ver mais

LíderCast 216 – Denise Pitta
LíderCast 216 – Denise Pitta
Empreendedora digital, dona do site Fashion Bubbles, ...

Ver mais

LíderCast 215 – Marco Antonio Villa
LíderCast 215 – Marco Antonio Villa
Historiador, professor, comentarista polêmico em rádio ...

Ver mais

LíderCast 214 – Bianca Oliveira
LíderCast 214 – Bianca Oliveira
Jornalista e apresentadora, hoje vivendo na Europa, ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Leitura cafezinho 303 – Cérebro médio
Leitura cafezinho 303 – Cérebro médio
Escolha um tema quente, dê sua opinião e em seguida ...

Ver mais

Três livros sobre corrupção e como combatê-la
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
A corrupção e o desafio de combatê-la em três livros “Ao contrário da maioria dos crimes violento ou passionais, a corrupção em larga escala é um crime absolutamente racional, baseado na análise ...

Ver mais

Richard Feynman desancando a universidade brasileira… de 1951
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
Como acabar com o mito de que a educação brasileira dos anos 50 tinha boa qualidade…   Em 1951, o físico norte-americano Richard Feynman (que posteriormente ganharia o Nobel de Física) veio ...

Ver mais

Exemplos positivos da sociedade
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Exemplos positivos da sociedade O início do outono foi marcado pela publicação de dois documentos apresentados por diferentes segmentos da sociedade com considerações críticas e sugestões para o ...

Ver mais

Efeito da pandemia na economia mundial
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Efeito da pandemia na economia mundial “O PIB brasileiro se apresentou melhor do que o de muitos países da Europa, por exemplo. No início da pandemia, a expectativa era de que o PIB brasileiro ...

Ver mais

Cafezinho 375 – As Mídias E Eu
Cafezinho 375 – As Mídias E Eu
Dias 26, 27 e 28 de abril vai acontecer o DESAFIO AS ...

Ver mais

Cafezinho 374 – Amizades perdidas
Cafezinho 374 – Amizades perdidas
Não brigue com seu amigo por causa da política. Depois ...

Ver mais

Cafezinho 373 – oladocheio.com
Cafezinho 373 – oladocheio.com
Venha para o lado dos que querem construir.

Ver mais

Cafezinho 372 – (des)Equilíbrio
Cafezinho 372 – (des)Equilíbrio
Após anos de condicionamento recebendo más notícias, ...

Ver mais

Café Brasil 691 – Os agilistas

Café Brasil 691 – Os agilistas

Luciano Pires -

A Sika, líder mundial em impermeabilização, está estendendo a parceria que fez com o Café Brasil, pra você! E funciona assim: você acessa sikabrasil.com.br/cafebrasil e deixa uma sugestão para que eu faça um cartum. Pode ser sobre qualquer tema. Se a sua sugestão for a escolhida você vai ganhar imediatamente um fone sem fio exclusivo da Sika para ouvir podcasts e também vai receber, pelo correio, o cartum original feito por mim. É a SIKA, eu e você em parceria!

E você ainda pode baixar um e-book sobre impermeabilização e tirar suas dúvidas. Que tal, hein?

Olha! Mas só vale se você estiver seguindo a SIKA no Instagram, em @sika_brasil!

Para participar e concorrer ao seu cartum acesse sikabrasil.com.br/cafebrasil.

SIKA – S.I.K.A. – @sika_brasil.

 

Os Agilistas é o podcast da DTI Digital que trata dos valores necessários para quem quer ser… ágil. Eles me convidaram para participar do programa falando do livro Antifrágil… vamos nessa?

Bom dia, boa tarde, boa noite. Você está no Café Brasil e eu sou o Luciano Pires.

Posso entrar?

Bem, eu conversei com o Marcelo Szuster no LíderCast 175, um papo muito interessante, que acabou se desdobrando. O Marcelo trouxe a sua empresa, a DTI Digital, para patrocinar o Café Brasil e eles me convidaram para ir a Belo Horizonte participar de uma edição do podcast Os Agilistas, que é muito bom. Focado em negócios, Os Agilistas trata dos valores em torno da agilidade, abrindo espaço para diversas abordagens. No meu caso, eles queriam falar do livro Antifrágil, que eu sumarizei no Café Brasil Premium.

Até começamos falando disso, cara, mas o papo com o Marcelo, o João e a Denise, acabou indo para muitos lados.

Antes de começar, vamos ouvir um ouvinte?

Olá Luciano, Ciça e Lalá. Bom dia, boa tarde, boa noite. Aqui é o Gabriel, eu sou ouvinte de vocês já há alguns anos e acabei de escutar o podcast 690, Vale quanto? E Luciano: essa mensagem aqui é pra te agradecer por você ter me ajudado a enxergar o país de uma forma mais ampla e entender o que realmente precisa funcionar no Brasil neste momento e pra fazer um desabafo, porque eu me identifico muito com você, quando você diz que é impossível conversar com o pessoal da gritaria.

Esse final de semana eu estive na casa de um casal de amigos meus que tem orientação política mais à esquerda e eu escutei numa discussão que, inevitavelmente, cai no viés de opressor e oprimido. Eu escutei a seguinte frase: dentro de uma relação empresa e funcionário, a empresa tenta pagar pro funcionário o mínimo que ela consegue pra que ele trabalhe o máximo que dá. E o funcionário, por sua vez, tem a tarefa de trabalhar o minimo que ele consegue pra receber o máximo que ele pode. Exatamente a frase que você faz menção ao Marx, no último podcast. Eu fiquei estarrecido quando eu escutei aquilo porque a minha vida inteira, eu sou publicitário, a minha vida inteira, minha carreira toda foi formada dentro de empresas, né? No mundo corporativo. E não é assim, cara!

A gente aprende muito dentro das empresas. Claro, não é um mundo fácil é um mundo competitivo, mas você aprende a competir. Você conhece pessoas boas, humanas, pessoas que te ensinam, pessoas que te ajudam e que formam profissionais, né? E pessoas inclusive. Não é desse jeito. Eu tentei argumentar, expliquei, falei que poxa, tudo bem, existe machismo, mas eu conheci mulheres muito competentes, que ganhavam muito bem, dentro das empresas e que me ajudaram, que me ensinaram. Mas cara: é inútil. Sempre cai no viés de que existe um oprimido e que o operário que trabalha na máquina não tem mesmo privilégio de um CEO. E que um CEO jamais aguentaria trabalhar numa máquina. Quando na verdade, muitos CEOs começaram na máquina e criaram as próprias empresas e tiveram que trabalhar na máquina inclusive pra suprir mão de obra que não dava pra contratar porque o governo taxa até o máximo que pode.

Então assim, poxa: a minha vida inteira foi dentro da iniciativa privada, eu fiz Mackenzie, me formei no Mackenzie, o Mackenzie me deu uma bolsa, a bolsa foi dada pelo Mackenzie. Então assim, tudo que eu conquistei foi por mérito meu e por ajuda da iniciativa privada, que é o que faz a roda econômica deste país girar. Mas é impossível argumentar com esse pessoal. Então, fica aqui o meu desabafo e a minha solidariedade porque eu também passo pelo que você passa, pelo menos um pouco.

Então, continue fazendo podcasts de política sim, porque você ajuda pessoas que estão dispostas a entender o Brasil de uma forma mais ampla, que estão dispostas a enxergar o país de um outro ponto de vista, ter esses esclarecimento e poder crescer como pessoas e como profissionais. Muito obrigado, um abraço e vida longa ao Cafezinho”

Grande Gabriel. Olha: eu é que agradeço, viu? Meu caro, não tem como separar as coisas  não. Desde o meu livro Brasileiros Pocotó eu bato na tecla que mesmo quem está mergulhado no mundo dos negócios, não está isolado da sociedade. A influência da cultura geral, dos acontecimentos políticos e dos preconceitos é total, e cria essas discussões desfocadas, enviesadas e que nos jogam numa espécie de limbo intelectual, onde gente inteligente pensa e diz essas bobagens… Por isso é preciso sempre ir um passo além na busca de conteúdo. Foi isso que eu decidi fazer lá atrás.

Muito bem. O Gabriel  receberá um KIT DKT, recheado de produtos PRUDENCE, como géis lubrificantes e preservativos masculinos. Basta enviar seu endereço para contato@lucianopires.com.br.

A DKT, você já sabe, distribui as marcas Prudence, Sutra e Andalan, contemplando a maior linha de preservativos do mercado, além de outros produtos como anticonceptivos intrauterinos, géis lubrificantes, estimuladores, coletor menstrual descartável e lenços umedecidos. A causa da DKT é reverter grande parte de seus lucros para projetos nas regiões mais carentes do planeta para evitar gravidez indesejada, infecções sexualmente transmissíveis e a AIDS. Ao comprar um produto Prudence, Sutra ou Andalan você está ajudando nessa missão!

facebook.com/dktbrasil.

Vamos lá então!

Luciano – Lalá, na hora do amor você é ágil é?

Lalá – Ah meu, quando eu uso Prudence, ninguém segura!

Podcast Os Agilistas.

(Como em todos os programas especiais, não teremos o texto na íntegra)

A DTI Digital é um dos apoiadores do Café Brasil, e está ensinando a gente  ser…. ágil! Sua empresa é ágil, é? Cada empresa precisa descobrir o seu próprio caminho para ser ágil! Não existe um único modelo, mas existem princípios, e é isso que os Agilistas trazem para você. Descubra por onde começar a ser ágil, ouvindo o podcast Os Agilistas, que você encontra em todas as plataformas. E pode seguir pelo Instagram no @osagilistas. Ou então acessando a dtidigital.com.br .

Vai, meu, se mexe! Seja ágil como um agilista!

 

Seja breve
Noel Rosa

Seja breve, seja breve
Não percebi porque você se atreve
A prolongar sua conversa mole
(E não adianta)
Seja breve (conversa de teso)
Não amole
Senão acabo perdendo o controle
E vou cobrar o tempo que você me deve

Eu me ajoelho e fico de mãos postas
Só para ver você virar as costas
E quando vejo que você vai longe
Eu comemoro sua ausência com champanhe
Deus lhe acompanhe

A sua vida nem você escreve
E além disso você tem mão leve
Eu só desejo ver você nas grades
Pra te dizer baixinho sem fazer alarde
Deus lhe guarde

Vou conservar a porta bem fechada
Com um cartaz: É proibida a entrada
E você passa a ser pessoa estranha
Meu bolso fica livre dos ataques seus
Graças a Deus

É assim, ao som de Seja Breve, de Noel Rosa, com o Grupo Rumo, que encerramos mais esta edição do Podcast Café Brasil.

É isso então. Olha: corte a conversa mole, corte o bull shit, corte o lero-lero e parta pra fazer acontecer. Seja ágil.

O Café Brasil é produzido por quatro pessoas. Eu, Luciano Pires, na direção e apresentação, Lalá Moreira na técnica, Ciça Camargo na produção e, você aí, completando o ciclo.

De onde veio este programa tem muito mais, especialmente para quem assina o cafebrasilpremium.com.br, nossa “Netflix do Conhecimento”, onde você tem uma espécie de MLA – Master Life Administration. Então acesse cafedegraca.com e experimente o Premium por um mês, sem pagar.

O conteúdo do Café Brasil pode chegar ao vivo em sua empresa através de minhas palestras. Acesse lucianopires.com.br e vamos com um cafezinho ao vivo.

Mande um comentário de voz pelo WhatSapp no 11 96429 4746. E também estamos no Telegram, com o grupo Café Brasil.

Para terminar, uma frase dele: Nassim Nicholas Taleb

O que não me mata não me fortalece, mas mata os menos aptos e torna a população sobrevivente mais forte como um todo.