s
Podcast Café Brasil com Luciano Pires
Cafezinho Live
Cafezinho Live
Luciano Pires, criador e apresentador dos podcasts Café ...

Ver mais

Me Engana Que Eu Gosto
Me Engana Que Eu Gosto
Me engana que eu gosto: dois meio brasis jamais somarão ...

Ver mais

Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando a hora do Podcast Café Brasil 700!

Ver mais

Aplicativos IOS e Android para o Café Brasil Premium!
Aplicativos IOS e Android para o Café Brasil Premium!
MUDANÇAS IMPORTANTES NO CAFÉ BRASIL PREMIUM A você que ...

Ver mais

Café Brasil 736 – Coisas Sobre Você
Café Brasil 736 – Coisas Sobre Você
A Bianca Oliveira é jornalista, apresentadora de ...

Ver mais

Café Brasil 735 – Morrer de quê?
Café Brasil 735 – Morrer de quê?
Fala a verdade, quem é que não se pegou pensando sobre ...

Ver mais

Café Brasil 734 – Globalização e Globalismo
Café Brasil 734 – Globalização e Globalismo
Olha, vira e mexe a gente ouve falar em globalização e ...

Ver mais

Café Brasil 733 – Agro Resenha
Café Brasil 733 – Agro Resenha
O agronegócio, que talvez seja o mais espetacular caso ...

Ver mais

Comunicado Café Brasil e Omnystudio
Comunicado Café Brasil e Omnystudio
Nos 14 anos em que produzimos podcasts, esta talvez ...

Ver mais

Comunicado sobre o LíderCast
Comunicado sobre o LíderCast
Em função da pandemia e quarentena, a temporada 16 do ...

Ver mais

LíderCast 204 – Marco Bianchi
LíderCast 204 – Marco Bianchi
Humorista, um dos criadores dos Sobrinhos do Athaíde, ...

Ver mais

LíderCast 203 – Marllon Gnocchi
LíderCast 203 – Marllon Gnocchi
Empreendedor de Vitória, no Espírito Santo, que começa ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Leitura cafezinho 303 – Cérebro médio
Leitura cafezinho 303 – Cérebro médio
Escolha um tema quente, dê sua opinião e em seguida ...

Ver mais

O turismo e a economia
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
O turismo e a economia A indústria do turismo passou certamente pelo maior desafio das últimas décadas, mas é forte o bastante para superar. Esteja atento às possibilidades tecnológicas e agregue ...

Ver mais

O boom no turismo regional no mundo pós-pandemia do coronavírus
Michel Torres
Estratégias para diferenciação e melhor aproveitamento da imensa demanda por hotéis e pousadas Um detalhe sobre a pandemia do coronavírus em curso é que as áreas com focos concentrados são ...

Ver mais

Boicote, Coelhinho?
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
O britânico Charles Cunningham entrou pra História de um jeito muito diferente. Em 1880, foi à Irlanda dirigir os negócios de um grande proprietário de terras local. Acabou entrando em desavenças ...

Ver mais

Aquém do potencial
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Aquém do potencial  “A economia está sujeita a conveniências políticas que a levaram por maus caminhos. Por isso enfatizo tanto a gravidade da situação, na esperança de levar seus responsáveis ao ...

Ver mais

Cafezinho 319 – A cizânia
Cafezinho 319 – A cizânia
Fique de olho nos Tullius Detritus que infestam sua vida.

Ver mais

Cafezinho 317 – Declaração de Princípios
Cafezinho 317 – Declaração de Princípios
Quando decidi que lançaria meu primeiro curso on-line, ...

Ver mais

Cafezinho 316 – Não somos estúpidos
Cafezinho 316 – Não somos estúpidos
Não, não é para mergulhar no otimismo cego, que é tão ...

Ver mais

Cafezinho 315 – Como nasce uma palestra
Cafezinho 315 – Como nasce uma palestra
É exatamente como um pintor, um escultor, um músico ...

Ver mais

Café Brasil 731 – O Princípio de Pareto

Café Brasil 731 – O Princípio de Pareto

Luciano Pires -

O Princípio de Pareto demonstra que na maioria das vezes, as coisas da natureza ou feitas pelo homem são distribuídas na proporção de 80/20. Não é ciência, ciência, ciência, mas é observação prática do cotidiano. E se você prestar um pouco de atenção, pode tirar muito proveito.

Bom dia, boa tarde, boa noite. Você está no Café Brasil e eu sou o Luciano Pires.

Posso entrar?

Olha, um bom tempo atrás recebi um comentário do ouvinte Dener Carmo, por escrito, que dizia assim:

Meu nome é Dener, tenho 33 anos, desenvolvedor de software, sou de Campo Grande – Mato Grosso do Sul e sou casado há pouco tempo.

Ouço muito o Café Brasil e tem me ajudado bastante e já indiquei para vários amigos. Gosto dos programas que falam de produtividade e liderança, inclusive comprei e “engoli” o excelente Diário de um líder, gostei muito embora boa parte dos exemplos (ainda) não se aplicam ao meu mundo, mas ainda assim consegui abstrair muita coisa.

Sempre ouvi muitos podcasts, na maioria os de entretenimento, mas esse tem marcado e influenciado muito meu modo de ver as coisas (sem contar com a incrível trilha sonora). Tenho comprado muitos livros de liderança e sobre hábitos. Eles têm me ajudado, mas recentemente li sobre o “Princípio de Pareto” ou a “Regra 80/20” e isso me deixou bem interessado, pesquisei sobre o assunto mas obtive explicações pouco práticas e muito rasas sobre isso.

Gostaria muito de ouvir, na didática de Luciano Pires, um programa que abordasse o tal Princípio. Me ajudaria muito nessa minha nova realidade.

Continue mudando vidas, pontos de vistas e percepções. Obrigado por fazer tudo isso comigo”.

Muito bem, Dario, Dario! Eu tinha separado seu comentário com a ideia de um dia fazer um programa a respeito. Bom, chegou a hora, né? A gente aqui pode até tardar, mas não falha…

Muito bem. O Dario receberá um KIT DKT, recheado de produtos PRUDENCE, como géis lubrificantes e preservativos masculinos. Basta enviar o seu endereço para contato@lucianopires.com.br.

A DKT distribui as marcas Prudence, Sutra e Andalan, contemplando a maior linha de preservativos do mercado, além de outros produtos como anticonceptivos intrauterinos, géis lubrificantes, estimuladores, coletor menstrual descartável e lenços umedecidos. A causa da DKT é reverter grande parte de seus lucros para projetos nas regiões mais carentes do planeta para evitar gravidez indesejada, infecções sexualmente transmissíveis e a AIDS. Ao comprar um produto Prudence, Sutra ou Andalan você está ajudando nessa missão!

facebook.com/dktbrasil.

Vamos lá então!

Luciano – Lalá, qual é a providência que você toma quando tarda mas não falha?

Lalá – Ah! Na hora do amor, eu uso Prudence, né?

O princípio de Pareto foi descrito pelo economista e sociólogo italiano Vilfredo Pareto quando, em 1865, observou que 20% da população da Itália possuía 80% das terras. Ao observar outros países, reparou que essa proporção se repetia. Em outras áreas do mundo físico, Pareto percebeu que essa regra também estava presente, o que poderia significar a existência de uma lei natural de distribuição. 80/20.

Em 1940, um engenheiro norte-americano chamado Joseph Juran, muito conhecido por suas contribuições para a área da qualidade, decidiu chamar a proporção 80/20 de Princípio de Pareto, que basicamente é o seguinte:

O princípio de Pareto diz que 80% das consequências de uma situação ou sistema se determina por 20% das causas. 20% do que entra ou é investido é responsável por 80% do resultado obtido.

Nos anos 1990, Juran atuou como consultor técnico para a qualidade para grandes empresas globais, disseminando o conceito do Gráfico de Pareto para as lideranças que embarcavam no caminho da Qualidade Total. Inclusive um tal de Luciano Pires cara, com seus vinte e poucos anos, assumindo um cargo de gerência numa grande empresa, olha só!

Aplicado às métricas dos negócios, o Princípio de Pareto nos ajuda a separar as coisas pouco vitais daquelas muito úteis, os 80%, daqueles 20% que geram o maior resultado e impacto.

Falando genericamente, o Princípio de Pareto é a observação, não é a lei, de que a maioria das coisas na vida não se distribuem de maneira uniforme.

20% dos trabalhadores produzem 80% dos resultados.

20% dos clientes criam 80% do faturamento.

20% dos investidores ficam com 80% dos ganhos da Bolsa de Valores.

20% da sociedade contribui com 80% do total arrecadado em impostos.

20% dos jovens causam 80% dos acidentes de trânsito.

20% da população causa 80% da poluição.

20% dos jogadores da NBA fazem 80% dos pontos.

20% dos sites detêm 80% do tráfego na internet.

20% dos bugs causam 80% das quedas de sistemas.

Estima-se que 20% dos casos de Covid são responsáveis por 80% das transmissões locais do vírus.

20% dos problemas causam 80% dos chamados de assistência técnica.

Entendeu agora porque quando o problema do seu celular cai fora dos 20% mais comuns, você é jogado para um buraco negro onde precisa repetir o seu CPF 20 vezes, a ligação cai toda hora e você passa meses pra resolver?

Não preciso ir muito longe não, pra chutar que 80% dos problemas com os pedidos de lanches no McDonald´s são causados pelos 20% dos clientes que pedem os seu sem molho ou picles…

O povo que odeia o capitalismo adora usar o Pareto. Em 1992 um relatório da ONU mostrou quem 87% da riqueza mundial estava nas mãos dos 20% mais ricos.

E descobriu-se que nos sites de encontros e namoro online, 80% dos homens menos atrativos estão competindo por 22% das mulheres menos atrativas, enquanto 78% das mulheres mais atraentes competem por 20% dos homens mais atraentes.

E na música, hein? Bem, existe um vídeo famoso de um grupo chamado Axis of Awesome, que em 2011 mostrou como 4 acordes fazem dezenas, centenas de sucessos pop. Ouça só:

Você viu só? Quatro acordes compõem a maioria das músicas que você toca. Essas musiquinhas chiclete que tem por aí, são quatro acordes, cara! Pois é!

O princípio de Pareto não é uma lei que estipula que em todas as situações a relação 80/20 aparece. Ele trata de uma distribuição normal, de uma média, é muito mais uma observação empírica que o resultado de ciência aplicada. E você não pode somar os 80 com os 20 pra dar 100.

O princípio de Pareto supõe que quanto mais frequentemente se produza uma ação, maior será o impacto obtido no resultado.

Outras leis ou princípios surgiram para tratar desse tema da distribuição desproporcional dos fenômenos da natureza ou produzidos pelo homem.

Existe a Lei do Poder ou Lei da Potência ou ainda lei da escala, por exemplo, que vai da distribuição de crateras na lua às frequências das palavras em diversos idiomas. Essa lei diz que uma mudança relativa em uma quantidade resulta numa mudança reativa proporcional em outra. O melhor exemplo é com sua TV plana. Você tem uma TV de 40 polegadas e vai mudar para uma de 45. Pô, são só 5 polegadas, não é? Pois é, parece tão pouco, não é? Mas quando você aumenta altura, a TV aumenta proporcionalmente a largura. E o que parece pouco vira um montão.

Pegue um quadrado de 2 x 2 centímetros. Dá 4 centímetros quadrados. Se você duplicar para um quadrado de 4 x 4 centímetros, dará 16 centímetros quadrados. Você apenas dobrou um lado, mas quadruplicou a área.

Existe também a Lei de Zipf, mas essa é ainda mais complicada. Minha intenção de trazer esse tema para o podcast não é resumi-lo aos números e planilhas, à geometria ou à estatística.

Eu quero é filosofar sobre ele…

Quero tratar de quando o Princípio de Pareto transforma-se na Metodologia de Pareto: foque nas 20% atividades essenciais.

Atenção. Eu não disse para você ignorar os 80%, eu disse para focar nos 20% essenciais.

Se você parar para pensar, ficará espantado quando encontrar as 20% das coisas que sua vida que produzem 80% de sua felicidade.

Ou então o oposto, as 20% das coisas que provocam 80% de sua infelicidade.

Quando você descobre que 20% de seu tempo provoca 80% dos resultados, priorizar as escolhas torna-se essencial. Pense na sua lista de 10 coisas pra fazer. Imagine que todas consomem o mesmo tempo. Se você conseguir determinar as duas coisas que provocarão os 80% de impacto e colocá-las como prioridade, mesmo que não consiga fazer as outras oito coisas, terá garantido a maior parte do resultado.

Quanto tempo passamos pensando no pior, hein? Pensando nas tragédias possíveis ou imaginárias, enxergando apenas o lado trágico dos fatos? Pois é, meu caro! O modo como você se sente é provocado exatamente pela quantidade de tempo que você dedica a esses pensamentos. 20% de pensamentos ruins estragam 80% da sua vida, cara!

Você perceberá em algum momento que com apenas 20% de seu esforço, pode obter 80% dos resultados que busca.

De repente você perceberá que é muito mais importante a qualidade que a quantidade. Não é a quantidade de horas que você dedica a uma tarefa que indica sua eficiência na obtenção de resultados. É por isso argumentar que você merece um aumento porque trabalha bastante, não cola, cara!

A pergunta é: quais resultados você traz para empresa, independente da quantidade de horas que trabalha?

Isso tem a ver com a escolha cuidadosa até das palavras que você usa.

José e seus filhos pediram uma pizza no domingo à noite.

Maria, a esposa de José, entra na sala de jantar e diz assim:

– Pizza outra vez? Mas a essa hora? Vocês nunca vão emagrecer.

Qual é o clima que fica na sala de jantar? Pois é!

O que é que esse comentário provocou de bom? Exatamente nada. Encheu o saco do José e seus filhos, marcou mais uma vez o mau humor da Maria e jamais impedirá que outra pizza seja pedida no domingo à noite.

Agora: imagine que a Maria entrasse na sala de jantar e dissesse assim: “Olha que pizza linda! Deve estar uma delícia, quem foi que pediu, hein? Não vou comer porque estou em dieta, mas bom apetite pra vocês.”

Qual o clima que reinaria na sala de jantar?

A escolha das palavras faz toda a diferença. E 20% de palavras bem escolhidas provocam 80% do resultado que você busca. Para o bem ou para o mal.

E Itaú Cultural tem três podcasts para quem se interessa por música, literatura e questões indígenas.

No podcast Escritores-Leitores, autores brasileiros falam de seu processo criativo. No Toca Brasil, artistas, produtores e pesquisadores do universo musical falam do seu trabalho. E no podcast Mekukradjá escritores, cineastas e lideranças de povos indígenas de várias regiões do Brasil tratam das questões indígenas. Olha cara! São sensacionais!

Acesse itaucultural.org.br.

Agora você tem cultura entrando por aqui, pelos olhos e pelos ouvidos…

Então, olha! É por isso que não canso de falar da importância de dedicar o qseu tempo de vida para as coisas que constroem. Passe a reparar nessas suas escolhas, quanto tempo você gasta com 80% de atividades que geram apenas 20% dos resultados. Ou com 20% das coisas ruins que geram 80% de sua infelicidade. E você perceberá que há coisas, discussões, opiniões, escolhas, atividades, atitudes que simplesmente não valem a pena.

Essa é a base de uma tendência minimalista que desponta na sociedade. Não invista 80% de seu dinheiro em bens que você usará só 20% do tempo. Invista nas 20% das coisas que trarão 80% de satisfação.

Ao fazer esse exercício, você talvez perceba que não precisa ter um automóvel, cara. Nem o iPhone 18. Muito menos a bolsa Prada.

Talvez perceba que não precisa ter 1 milhão de seguidores. Nem ler tudo que encontra nas mídias sociais.

Talvez perceba que seu tempo de qualidade deve ser investido nas pessoas que fazem com que você se sinta bem. Eu chamo esse tipo de gente de gente nutritiva, sabe qual é? Aquela pessoa que, quando está comigo por 15 minutos, faz com que esses meus 15 minutos de vida sejam mais plenos, felizes, úteis? Pois é. Duvido que mais que 20% das pessoas com as quais você gasta seu tempo de vida sejam assim, nutritivas.

Sabe do que estou falando, hein? De ter controle sobre seus impulsos, para escolher com cuidado as poucas coisas e pessoas que produzem 80% de sua felicidade e progresso. E a cuidar para que 20% de pensamentos negativos não produzam 80% de sua sensação de fracasso, tristeza e angústia

Muito bem. Voltando ao dia a dia, como é que o Princípio de Pareto pode ajudar você? De várias formas…

Primeiro você tem de encontrar essas 20% de coisas que mais impacto causam. Existem diversas formas e publicações, no texto deste programa no portalcafebrsil.com.br eu publiquei um link para um site em inglês que oferece até mesmo planilhas Excel que ajudam a montar seus gráficos de Pareto. Aqui: https://asq.org/quality-resources/pareto

Mas a Inteligência Artificial está chegando com força e em breve você terá um aplicativo que fará todos os cálculos para você, imediatamente. Vai apontar na hora onde é que você tem que investir os teus esforços.

Enquanto isso, vamos lá. O Princípio de Pareto pode ajudar você a…

Planejar. Identifique as 20% atividades mais impactantes de seu dia e invista primeiro seu tempo nelas. Depois nas outras tarefas.

Delegar. Foque nos 20% vitais e pronto. Você pode delegar o resto.

Avaliar riscos. Descubra quais são os 20% de riscos que podem causar 80% dos prejuízos. É neles que você tem de focar.

Vender. Se 20% de seus clientes fazem 80% de seus resultados, otimize seus produtos e serviços para eles. Vai ter mimimi entre os outros 80%, mas os 20% que importam estarão felizes.

Olha! Mas acima de tudo, dedique seu tempo para os 20% de amigos, empresas, formadores de opinião e influenciadores culturais que estão tentando construir algo que preste. É essa turma que levará você pra frente.

Olha cara: eu não vejo outra saída não té? E agora eu saio fora do roteiro. Eu resolvi improvisar aqui.

Nós estamos vivendo um momento na humanidade, especialmente aqui no Brasil, onde tem gente demais, sabe, demais, destruindo. Tem gente demais interessada em não deixar que as coisas aconteçam e impedir que a notícia boa chegue. Cara, bota um post positivo no teu Facebook e vai ver o que acontece. Não tem nada, cara! Ninguém curte, ninguém compartilha. O pessoal curte e compartilha o ruim, a treta, a porrada, a merda. Aquilo que interessa, aquilo que constrói, aquilo que é positivo, não é compartilhado. Parece que a gente entrou numa espiral de negatividade, cara, que vai ser complicado sair, viu?

Se a gente não continuar ou não decidir, a partir de agora, apostar naqueles 20% que interessam, cara… quem é que está fazendo algo positivo? Quem é que está construindo? Quem é que tem alguma palavra positiva pra dar? Quem é que tem uma ideia interessante pra trazer? Quem é que tá colocando a cara em risco, quem é que tá colocando a sua voz, pra tentar construir algo que preste no futuro deste país aqui? Essa é a gente que merece o suporte. Essa é a gente que merece  a nossa audiência, merece o nosso contato, merece que a gente mande um e-mail, merece uma palavra de força, merece todo tipo de ajuda que a gente pode dar, sabe?

Nós temos que começar  a escolher. E bicho! Eu já estou com o saco na lua desses 80% de….é uma mistura… é canalha, é ignorante, é idiota, é burro, que estão fazendo este país aqui virar esse lugar complicado de viver, onde você já não quer mais ligar a televisão, não quer ligar jornal, não quer ver revista, não quer ver jornal, pra não se contaminar, sabe? Então, se eu quero evitar me contaminar, eu tenho que ao menos ajudar que as pessoas que estão fazendo algo que preste recebam um lugar, recebam espaço, recebam atenção e recebam, principalmente, a motivação pra continuar levando adiante. Tá bom?

La belle de jour
Alceu Valença

Ah, hei! Ah, hei!
Ah! La Belle de Jour!
Ah, hei! Ah, hei!

Eu lembro da moça bonita
Da praia de Boa Viagem
E a moça no meio da tarde
De um domingo azul
Azul, era Belle de Jour
Era a bela da tarde
Seus olhos azuis, como a tarde
Na tarde de um domingo azul
La Belle de Jour

Eu lembro da moça bonita
Da praia de Boa Viagem
E a moça no meio da tarde
De um domingo azul
Azul, era Belle de Jour
Era a bela da tarde
Seus olhos azuis, como a tarde
Na tarde de um domingo azul
La Belle de Jour

Belle de Jour
Oh, oh
Belle de Jour

La Belle de Jour
Era a moça mais linda de toda a cidade
E foi justamente pra ela
Que eu escrevi o meu primeiro blues
Mas, Belle de Jour, no azul, viajava
Seus olhos azuis, como a tarde
Na tarde de um domingo azul

La Belle de Jour
La Belle de Jour

Eu lembro da moça bonita
Da praia de Boa Viagem
E a moça no meio da tarde
De um domingo azul
Azul, era Belle de Jour
Era a bela da tarde
Seus olhos azuis, como a tarde
Na tarde de um domingo azul
La Belle de Jour

Eu lembro da moça bonita
Da praia de Boa Viagem
E a moça no meio da tarde
De um domingo azul
Azul, era Belle de Jour
Era a bela da tarde
Seus olhos azuis, como a tarde
Na tarde de um domingo azul
La Belle de Jour

Belle de Jour
Oh, oh
Belle de Jour

La Belle de Jour
Era a moça mais linda de toda a cidade
E foi justamente pra ela
Que eu escrevi o meu primeiro blues
Mas, Belle de Jour, no azul, viajava
Seus olhos azuis, como a tarde
Na tarde de um domingo azul
La Belle de Jour

Ah, hei! Ah, hei!
Ah, hei! Ah, hei!
Ah, hei!

É assim, com essa maravilha, cara,  La Belle de Jour, numa interpretação antológica do grande Alceu Valença, que vamos saindo inspirados…

Olha: eu escolhi o Alceu aqui, com essa música em especial, porque o Alceu faz parte daqueles 20% de artistas que fizeram 80% da trilha sonora da minha vida…

O Café Brasil é produzido por quatro pessoas. Eu, Luciano Pires, na direção e apresentação, Lalá Moreira na técnica, Ciça Camargo na produção e, é claro, você aí, completando o ciclo.

O conteúdo do Café Brasil pode chegar ao vivo em sua empresa através de minhas palestras. Acesse lucianopires.com.br e vamos com um cafezinho ao vivo.

De onde veio este programa tem muito mais e você pode agora fazer parte do time, vem pra cá, cara! Acesse o link confraria.cafe. De novo confraria.cafe. Conheça os planos pra se tornar um assinante e contribuir ativamente para que conteúdos como este que você acaba de receber, cheguem semanalmente pra mais e mais gente. Tem um plano lá, cara, que custa R$12,00 por mês. Doze reais. Menos que aquelas duas latinhas quentes de cerveja na balada, cara. Todo mes esse dinheiro vai fazer com que você ajude a gente a continuar crescendo e continuar com a nossa voz sendo ouvida, a continuar a trabalhar pela liberdade, pela independência. De novo, cara: vem pra cá. confraria.cafe.

Mande um comentário de voz pelo WhatSapp no 11 96429 4746. E também estamos no Telegram, com o grupo Café Brasil.

Para terminar, uma frase de Juran, que meio que define o Brasil de hoje:

Os membros de uma equipe vencedora lutam contra seus concorrentes. Os membros de uma equipe perdedora lutam entre si.