s
Iscas Intelectuais
Corrente pra trás
Corrente pra trás
O que vai a seguir é um capítulo de meu livro ...

Ver mais

O que é um “bom” número de downloads para podcasts?
O que é um “bom” número de downloads para podcasts?
A Omny Studio, plataforma global na qual publico meus ...

Ver mais

O campeão
O campeão
Morreu Zagallo. Morreu o futebol brasileiro que aprendi ...

Ver mais

O potencial dos microinfluenciadores
O potencial dos microinfluenciadores
O potencial das personalidades digitais para as marcas ...

Ver mais

Café Brasil 915 – O Homem Brinquedo
Café Brasil 915 – O Homem Brinquedo
A Inteligência Artificial é uma maravilha e está ...

Ver mais

Café Brasil 914 – Os canteiros de Cecília
Café Brasil 914 – Os canteiros de Cecília
Cecília Meireles deixou uma obra que transcende o ...

Ver mais

Café Brasil 913 – Tá ligado?
Café Brasil 913 – Tá ligado?
Na animação da Disney "A Bela e a Fera", de 1991, Bela, ...

Ver mais

Café Brasil 912 – Pobreza e Riqueza revisitado
Café Brasil 912 – Pobreza e Riqueza revisitado
Para que o Brasil estabeleça os requisitos básicos para ...

Ver mais

LíderCast 312 – Renata Silbert
LíderCast 312 – Renata Silbert
No episódio de hoje trazemos Renata Silbert, que tem ...

Ver mais

LíderCast 311 – Gus Erlichmann e Ariel Krok
LíderCast 311 – Gus Erlichmann e Ariel Krok
O episódio de hoje é especial, com dois convidados: Gus ...

Ver mais

LíderCast 310 – Estevan Oliveira
LíderCast 310 – Estevan Oliveira
No episódio de hoje temos Estevan Oliveira, que tem uma ...

Ver mais

LíderCast 309 – Sérgio Siqueira
LíderCast 309 – Sérgio Siqueira
No episódio de hoje temos Sérgio Siqueira, um ouvinte ...

Ver mais

Café² – Live com Christian Gurtner
Café² – Live com Christian Gurtner
O Café², live eventual que faço com o Christian ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Os 30 anos do Plano Real
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Os 30 anos do Plano Real   Paulo Galvão Júnior (*) Luiz Alberto Machado (**)   1. Considerações iniciais É preciso sempre debater os destinos econômicos, sociais e ambientais de nosso ...

Ver mais

Releituras
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Releituras   “Quando um país é capaz de contar com as instituições preservadoras da autonomia individual (Estado de Direito e economia de mercado), de melhorar a qualificação de seus ...

Ver mais

Canadenses ganhadores do Prêmio Nobel de Economia
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Visão geral dos economistas canadenses ganhadores do Prêmio Nobel de Economia Paulo Galvão Júnior (*) Luiz Alberto Machado (**) Enquanto o Brasil, com população estimada de 203,0 milhões de ...

Ver mais

Temperatura e Calor
alexsoletto
Iscas Científicas
TEMPERATURA E CALOR Esse texto é baseado no livro de Robert L. Wolke, professor emérito de química da Universidade de São Pittsburg (EUA) “Lo Que Einstein  Le Contó A Su Barbeiro”.   Texto de ...

Ver mais

Cafezinho 613 – Baixe a bola? Eu não!
Cafezinho 613 – Baixe a bola? Eu não!
Pô, Luciano, nessa idade você já devia ter baixado a ...

Ver mais

Cafezinho 612 – Se o Facebook não protege as crianças…
Cafezinho 612 – Se o Facebook não protege as crianças…
Em 2021, Frances Haugen, ex-diretora do Facebook, vazou ...

Ver mais

Cafezinho 611 – O funk no busão
Cafezinho 611 – O funk no busão
Não é difícil comprovar que as pessoas, em geral, estão ...

Ver mais

Cafezinho 610 – Siga Los Pájaros!
Cafezinho 610 – Siga Los Pájaros!
As decisões triviais que tomamos podem ir muito além do ...

Ver mais

Prato da Boa Lembrança

Prato da Boa Lembrança

Luiz Alberto Machado - Iscas Econômicas -

Prato da Boa Lembrança: economia criativa na veia

Passei uns bons anos de minha vida viajando com frequência para todos os cantos do Brasil ministrando aulas e palestras ou participando de eventos representando as diversas entidades às quais estive vinculado profissional ou associativamente.

Como apreciador assumido da boa gastronomia, não raras vezes deparava-me com um problema: o desconhecimento dos bons restaurantes das localidades que visitava. Nem sempre havia alguém da própria cidade para me acompanhar ou mesmo indicar onde comer.

Nessas situações fui socorrido frequentemente por uma confraria que qualquer pessoa que viaja com certa regularidade deve conhecer, a do “Prato da Boa Lembrança”.

Inspirado na Unione Ristoranti del Buon Ricordo, nascida na Itália em 1964, o italiano Dânio Braga foi o fundador da Associação dos Restaurantes da Boa Lembrança. Ele trouxe o conceito de levar uma lembrança depois de uma boa refeição do seu país de origem e decidiu estimular esse hábito no Brasil. Assim, em 28 de fevereiro de 1994, nasceu a Associação dos Restaurantes da Boa Lembrança, em Petrópolis, cidade do Rio de Janeiro.

De acordo com Pedro Hoffmann, atual presidente da confraria, “Dânio entendia que a cozinha brasileira era muito rica, mas não era reconhecida pelos brasileiros. Preocupado com essa situação, reuniu um grupo de donos de restaurantes a fim de criar um manifesto em defesa da gastronomia autoral brasileira, focada nos ingredientes. Assim nasceu a ARBL, a primeira entidade brasileira a colocar o ingrediente à frente do Chef”.

Desde então, cada momento de criação de um “Prato da Boa Lembrança” é pensado com muito cuidado para que os apreciadores da boa gastronomia sejam surpreendidos e guardem na memória toda experiência que viveram. Personalizada com cada receita, pintada à mão e produzida para ser exposta como uma peça de arte, a cerâmica simboliza essa experiência vivida nos restaurantes integrantes da confraria.

A cada ano, novas pinturas são elaboradas, somando hoje aproximadamente 1,5 milhão de peças que cumprem a função da confraria de deixar registrada na memória de cada consumidor uma experiência gastronômica por meio de uma representação figurativa e especial.

Contando hoje, às vésperas de completar 40 anos, com 80 restaurantes nas cinco regiões do País, a confraria do “Prato de Boa Lembrança” é um excepcional exemplo de economia criativa, também conhecida como economia da experiência, pois além de estar diretamente relacionada a um de seus segmentos, o da gastronomia, permite o diálogo do mesmo com outros segmentos, entre os quais o artesanato e a pintura, além, dependendo do restaurante, com o folclore, o design, a moda e a música. Dessa forma, atende a recomendação da rede de cidades criativas da UNESCO: buscar a transversalidade, fazendo projetos que dialoguem com os outros segmentos da economia criativa.

A esse respeito, vale a pena conhecer os relatos feitos por Ignácio de Loyola Brandão, no livro O mel de Ocara: ler, viajar, comer sobre as inúmeras experiências por ele vividas nas feiras e festivais literários de que participou em várias partes do mundo, nos quais teve possibilidade de praticar o diálogo da leitura com outros segmentos da economia criativa, tais como arquitetura, artesanato, design, folclore, gastronomia, moda e música.

Sendo testemunha por muitos anos da preocupação dos responsáveis pela confraria com a manutenção da elevada qualidade dos pratos, recomendo a todos, principalmente aos que viajam com frequência, que experimentem os restaurantes afiliados, peçam o prato selecionado e levem como recordação o “Prato da Boa Lembrança”.

 

Iscas para ir mais fundo no assunto 

Referências

ASSOCIAÇÃO dos Restaurantes da Boa Lembrança. Disponível em https://boalembranca.com.br/.

BRANDÃO, Ignácio de Loyola. O mel de Ocara: ler, viajar, comer. São Paulo: Global, 2013.

Ver Todos os artigos de Luiz Alberto Machado