s
Portal Café Brasil
Corrente pra trás
Corrente pra trás
O que vai a seguir é um capítulo de meu livro ...

Ver mais

O que é um “bom” número de downloads para podcasts?
O que é um “bom” número de downloads para podcasts?
A Omny Studio, plataforma global na qual publico meus ...

Ver mais

O campeão
O campeão
Morreu Zagallo. Morreu o futebol brasileiro que aprendi ...

Ver mais

O potencial dos microinfluenciadores
O potencial dos microinfluenciadores
O potencial das personalidades digitais para as marcas ...

Ver mais

Café Brasil 934  – A Arte de Viver
Café Brasil 934  – A Arte de Viver
Durante o mais recente encontro do meu Mastermind MLA – ...

Ver mais

Café Brasil 933 – A ilusão de transparência
Café Brasil 933 – A ilusão de transparência
A ilusão de transparência é uma armadilha comum em que ...

Ver mais

Café Brasil 932 – Não se renda
Café Brasil 932 – Não se renda
Em "Star Wars: Episódio III - A Vingança dos Sith", ...

Ver mais

Café Brasil 931 – Essa tal felicidade
Café Brasil 931 – Essa tal felicidade
A Declaração de Independência dos Estados Unidos foi um ...

Ver mais

LíderCast 328 – Criss Paiva
LíderCast 328 – Criss Paiva
A convidada de hoje é a Criss Paiva, professora, ...

Ver mais

LíderCast 327 – Pedro Cucco
LíderCast 327 – Pedro Cucco
327 – O convidado de hoje é Pedro Cucco, Diretor na ...

Ver mais

LíderCast 326 – Yuri Trafane
LíderCast 326 – Yuri Trafane
O convidado de hoje é Yuri Trafane, sócio da Ynner ...

Ver mais

LíderCast 325 – Arthur Igreja
LíderCast 325 – Arthur Igreja
O convidado de hoje é Arthur Igreja, autor do ...

Ver mais

Segunda Live do Café Com Leite, com Alessandro Loiola
Segunda Live do Café Com Leite, com Alessandro Loiola
Segunda live do Café Com Leite, com Alessandro Loiola, ...

Ver mais

Live Café Com Leite com Roberto Motta
Live Café Com Leite com Roberto Motta
Live inaugural da série Café Com Leite Na Escola, ...

Ver mais

Café² – Live com Christian Gurtner
Café² – Live com Christian Gurtner
O Café², live eventual que faço com o Christian ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Vida longa ao Real!
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Vida longa ao Real!   “A população percebe que é a obrigação de um governo e é um direito do cidadão a preservação do poder de compra da sua renda. E é um dever e uma obrigação do ...

Ver mais

A Lei de Say e a situação fiscal no Brasil
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
A Lei de Say e o preocupante quadro fiscal brasileiro   “Uma das medidas essenciais para tirar o governo da rota do endividamento insustentável é a revisão das vinculações de despesas ...

Ver mais

Protagonismo das economias asiáticas
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Protagonismo das economias asiáticas   “Os eleitores da Índia − muitos deles pobres, com baixa escolaridade e vulneráveis, sendo que um em cada quatro é analfabeto − votaram a favor de ...

Ver mais

Criatividade, destruição criativa e inteligência artificial
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Criatividade, destruição criativa e inteligência artificial   “O capitalismo é, essencialmente, um processo de mudança econômica (endógena). O capitalismo só pode sobreviver na ...

Ver mais

Cafezinho 632 – A quilha moral
Cafezinho 632 – A quilha moral
Sua identidade não vem de suas afiliações, ou de seus ...

Ver mais

Cafezinho 631 – Quem ousa mudar?
Cafezinho 631 – Quem ousa mudar?
O episódio de hoje foi inspirado num comentário que um ...

Ver mais

Cafezinho 630 – Medo da morte
Cafezinho 630 – Medo da morte
Na reunião do meu Mastermind na semana passada, a ...

Ver mais

Cafezinho 629 – O luto político
Cafezinho 629 – O luto político
E aí? Sofrendo de luto político? Luto político é quando ...

Ver mais

Silvinho

Silvinho

Luciano Pires -

alt

Cantor e compositor, nasceu em Petrópolis em 1931. Compôs sua primeira música aos 15 anos, “Assim como as flores morrem”.

Nas década de 1950 e 1960, teve intensa atuação nos conjuntos vocais Os Trovadores, Os Vocalistas, Trio Quitandinha e Conjunto Harmonia , entre outros.

Nos primeiros anos da década de 1960, foi um dos maiores sucessos em vendagem de disco. Em 1961 gravou o samba “Boemia”, de Maurílio Lopes, Sebastião de Oliveira e Nuno Soares e o bolero “Ciúme”, de Aôr Ribeiro, Maurílio Lopes e Sebastião de Oliveira. No mesmo ano gravou de sua autoria e Maurílio Lopes o bolero “Quem é?”, que se tornou grande sucesso, sendo gravado logo em seguida por Gregorio Barrios e Bienvenido Granda.

Seu grande sucesso foi a marchinha “Marcha da coroa”, que gravou em 1962.

Em 1963, gravou “Esta noite eu queria que o mundo acabasse”, de sua autoria e o bolero “Se tu gostasses de mim”, de Rossini Pinto e Fernando Costa.

Em 1964 esteve nas paradas de sucesso com “Mulher governanta”, de Getúlio Macedo, gravada no ano anterior. Trabalhou na Rádio Nacional e em várias emissoras de rádio e TV do Rio de Janeiro e de São Paulo.

Fez várias excursões ao longo de sua carreira de cantor, tendo se apresentado na Argentina, Uruguai, Chile e México. Muitas de suas músicas, principalmente os boleros, continham declamações.

Em 1999, a Polydisc, dentro da série “20 super sucessos”, lançou um CD com seus grandes sucessos, entre os quais “Quem é”, “Mulher governanta”, “Ciúme” e “Confesso”.

http://www.dicionariompb.com.br/silvinho

http://www.lastfm.com.br/music/Silvinho

[youtube]dRp4dG9Z7SA[/youtube]
[youtube]bDx63Xfd1_0[/youtube]
[youtube]Bm9BfDpaqdQ[/youtube]