s
Iscas Intelectuais
Corrente pra trás
Corrente pra trás
O que vai a seguir é um capítulo de meu livro ...

Ver mais

O que é um “bom” número de downloads para podcasts?
O que é um “bom” número de downloads para podcasts?
A Omny Studio, plataforma global na qual publico meus ...

Ver mais

O campeão
O campeão
Morreu Zagallo. Morreu o futebol brasileiro que aprendi ...

Ver mais

O potencial dos microinfluenciadores
O potencial dos microinfluenciadores
O potencial das personalidades digitais para as marcas ...

Ver mais

Cafezinho 619 – Don´t make stupid people famous
Cafezinho 619 – Don´t make stupid people famous
As pessoas que realmente fazem diferença na sua vida ...

Ver mais

Café Brasil 921 – A Praça e a torre
Café Brasil 921 – A Praça e a torre
O livro "A Praça e a Torre: Redes, Hierarquias e a Luta ...

Ver mais

Café Brasil 920 – No Caravelas
Café Brasil 920 – No Caravelas
O Caravelas Podcast foi criado pelo advogado e ...

Ver mais

Café Brasil 919 – Muito Além do Jardim
Café Brasil 919 – Muito Além do Jardim
Neste episódio, a partir de um filme delicioso, uma ...

Ver mais

LíderCast Especial Ozires Silva – Parte 2
LíderCast Especial Ozires Silva – Parte 2
Segunda parte da entrevista realizada com o ex-ministro ...

Ver mais

LíderCast Especial Ozires Silva – Parte 1
LíderCast Especial Ozires Silva – Parte 1
Seguindo na missão de trazer de volta alguns dos ...

Ver mais

LíderCast 316 – Gustavo Succi
LíderCast 316 – Gustavo Succi
No episódio de hoje temos Gustavo Succi, que é o CEO da ...

Ver mais

LíderCast 315 – Marina Helena
LíderCast 315 – Marina Helena
Hoje temos como convidada Marina Helena, pré-candidata ...

Ver mais

Café² – Live com Christian Gurtner
Café² – Live com Christian Gurtner
O Café², live eventual que faço com o Christian ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Daniel Kahneman, a economia e a psicologia
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Daniel Kahneman, a economia e a psicologia   “O trabalho de Kahneman é realmente monumental na história do pensamento”. Steven Pinker (Entrevista em 2014 ao jornal The Guardian) ...

Ver mais

Oppenheimer e a Bomba
alexsoletto
Iscas Científicas
  Texto de Alex Soletto   “Agora me tornei a Morte, o destruidor dos mundos” (frase do livro hindu Bhagavad Gita)   A frase foi repetida por Oppenheimer após o teste da ...

Ver mais

G20
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Esclarecendo o que é o G20          Katherine Buso    Luiz A. Machado  Paulo Galvão Jr. 1. Considerações iniciais O presente artigo analisa os principais indicadores econômicos do Grupo dos Vinte ...

Ver mais

Talentos, tecnologia, tesouros e tolerância
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Talentos, tecnologia, tesouros e tolerância “É a relação entre quem tem a força das ideias e quem tem o poder da força que permite progredir no tempo e no espaço na cidade, de forma ...

Ver mais

Cafezinho 618 – Uma descoberta no Polo Norte
Cafezinho 618 – Uma descoberta no Polo Norte
Em 2008 eu embarquei numa viagem até o Polo Norte, que ...

Ver mais

Cafezinho 917 – Mais pedras no lago
Cafezinho 917 – Mais pedras no lago
Já devíamos ter percebido que a colaboração e a união ...

Ver mais

Cafezinho 616 –  Bem-vindo, seu Caos
Cafezinho 616 –  Bem-vindo, seu Caos
Vivemos numa era de caos. Não se trata mais de planejar ...

Ver mais

Cafezinho 615 – Esquerda e direita
Cafezinho 615 – Esquerda e direita
Ser verdadeiramente racional significa estar aberto a ...

Ver mais

Teoria Da Complexidade Parte II

Teoria Da Complexidade Parte II

alexsoletto - Iscas Científicas -

Texto de Alex Soletto e Prof. Fisica USP Airton Deepman

Caos e controle

 

Sistemas complexos, atravessando um grande número de disciplinas, como a física, a biologia, a matemática ou a sociologia, desafiam nossa compreensão convencional ao exibir comportamentos emergentes que não podem ser facilmente deduzidos a partir das propriedades individuais de seus componentes. Esses sistemas são compostos por uma miríade de interações e retroalimentações, resultando em padrões e dinâmicas imprevisíveis. O estudo desses sistemas frequentemente nos leva ao reino do caos, onde pequenas variações nas condições iniciais podem levar a divergências drásticas ao longo do tempo, como o clássico exemplo popular de uma borboleta bater as asas num lado do mundo pode provocar um furacão do outro lado do planeta, conhecido como Efeito Borboleta.

Caos, neste contexto, se refere a um tipo peculiar de comportamento dinâmico no qual sistemas exibem sensibilidade extrema às condições iniciais. Isso significa que, mesmo que as equações que governam o sistema sejam conhecidas e determinísticas, a previsão de seu comportamento a longo prazo se torna impossível devido à amplificação de pequenos erros. Por exemplo, as bolas de bilhar inicialmente dispostas sobre a mesa numa dada configuração, terão, após a tacada, uma nova configuração que pode ser muito diferente de outras possíveis configurações, dependendo de detalhes da tacada, como a força aplicada, o ângulo de incidência do taco sobre a boa, etc. Em outras palavras, sistemas complexos são aqueles formados por muitos elementos se comunicando uns com os outros de uma maneira não ordenada, o que torna difícil prever seu comportamento. No entanto, o caos não implica a ausência de padrões; na verdade, muitas vezes, sistemas caóticos exibem padrões subjacentes.

 

Controle de sistemas caóticos

Apesar de serem caóticos, muitos desses sistemas e processos podem ser, em alguma medida, controlados. O controle de sistemas caóticos é um desafio intrigante e relevante, já que dada a sua natureza imprevisível, o controle eficaz de sistemas caóticos envolve uma abordagem mais sutil do que aquelas normalmente adotadas em sistemas determinísticos. Estratégias convencionais de controle podem não ser aplicáveis para sistemas caóticos, uma vez que pequenas intervenções podem levar a efeitos inesperados. No entanto, conceitos como controle sensível ao caos têm emergido, explorando a própria sensibilidade às condições iniciais para guiar o sistema em direções desejadas. Isso envolve uma compreensão profunda das propriedades do sistema e o uso inteligente de feedback para direcionar o comportamento caótico de maneira controlada.

 

Conclusão

Em resumo, sistemas complexos e caóticos desafiam nossa visão linear e simplista do mundo. Eles nos lembram da intrincada teia de interconexões entre os elementos dos sistemas caóticos e nos levam a explorar as fronteiras do entendimento e da previsibilidade. Embora o controle de sistemas caóticos seja uma tarefa delicada, essa área de pesquisa tem o potencial de fornecer insights valiosos para lidar com fenômenos complexos e imprevisíveis em diversos campos, contribuindo para avanços científicos e tecnológicos significativos. Um dos mecanismos mais conhecidos para controle de sistemas caóticos é o método OGY (Ott, Grebogi, Yorke), desenvolvido pelos três pesquisadores que dão nome à metodologia, entre os quais aparece Celso Grebogi, um físico brasileiro que desponta como um dos mais influentes cientistas do século XXI. Estudos nessa linha de pesquisa podem contribuir, por exemplo, para melhorar o trânsito em grandes centros urbanos.

 

Ver Todos os artigos de alexsoletto