s
Podcast Café Brasil com Luciano Pires
Henrique Viana
Henrique Viana
O convidado para o LíderCast desta vez é Henrique ...

Ver mais

Deduzir ou induzir
Deduzir ou induzir
Veja a quantidade de gente que induz coisas, ...

Ver mais

Origem da Covid – seguindo as pistas
Origem da Covid – seguindo as pistas
Tradução automática feita pelo Google, de artigo de ...

Ver mais

Palestra Planejamento Antifrágil
Palestra Planejamento Antifrágil
Aproveite o embalo, pois além de ouvir a história, você ...

Ver mais

Café Brasil 781 – Stalinismo tecnológico
Café Brasil 781 – Stalinismo tecnológico
Se você não é do ramo do marketing, da comunicação, da ...

Ver mais

Café Brasil 780 – LíderCast Barone & Priester
Café Brasil 780 – LíderCast Barone & Priester
Pronto. Chegou o dia de conversar com duas referências ...

Ver mais

Café Brasil 779 – Grávida? Você está demitida!
Café Brasil 779 – Grávida? Você está demitida!
Há quatro anos, uma amiga me relatou uma história ...

Ver mais

Café Brasil 778 – Cringe: a maldição dos Millennials
Café Brasil 778 – Cringe: a maldição dos Millennials
Um novo termo entrou em evidência: o cringe. A tradução ...

Ver mais

Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Um papo muito interessante com Henrique Viana, um jovem ...

Ver mais

Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Aurélio Alfieri é um educador físico e youtuber, ...

Ver mais

Café Brasil 766 – LíderCast Ilona Becskeházy
Café Brasil 766 – LíderCast Ilona Becskeházy
E a educação brasileira, como é que vai, hein? Mal, não ...

Ver mais

Café Brasil 762 – LíderCast Alessandro Santana
Café Brasil 762 – LíderCast Alessandro Santana
Da mesma forma como o Youtube joga no colo da gente um ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Leitura cafezinho 303 – Cérebro médio
Leitura cafezinho 303 – Cérebro médio
Escolha um tema quente, dê sua opinião e em seguida ...

Ver mais

Olímpica expectativa
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Olímpica expectativa “O esporte tem o poder de unificar, passar uma imagem de paz e resiliência, e nos dá esperança de seguir nossa jornada juntos.” Thomas Bach (Presidente do Comitê Olímpico ...

Ver mais

Economia do crime
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Economia do crime  O crime compensa?  “Na faculdade, fui atraído pelos problemas estudados por sociólogos e as técnicas analíticas utilizadas pelos economistas. Esses interesses começaram a se ...

Ver mais

Reprise
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Reprise  Já vi esse filme outras vezes… e não gostei do final A combinação de novas denúncias de irregularidades envolvendo membros do governo, o andamento da CPI da Covid e a sucessão de ...

Ver mais

O infalível ministro
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
A piada é antiga. Dá pra contar, se a turma do politicamente correto ainda não inventou o crime de lusofobia: A famosa cena bíblica do apedrejamento da adúltera, quando o Mestre teria dito… ...

Ver mais

Cafezinho 408 – Correlações e causalidades
Cafezinho 408 – Correlações e causalidades
Preste muita atenção nos discursos dos educadores, dos ...

Ver mais

Cafezinho 407 – A teoria do valor subjetivo
Cafezinho 407 – A teoria do valor subjetivo
Trocar um apartamento por um automóvel? Como assim?

Ver mais

Cafezinho 406 – Ressentimentos passivos
Cafezinho 406 – Ressentimentos passivos
Eu escolhi participar ativamente, usando as armas que tenho.

Ver mais

Cafezinho 405 – O babaca
Cafezinho 405 – O babaca
Qual tipo de reação você acha que levo em consideração ...

Ver mais

Quem faz o Café Brasil

Quem faz o Café Brasil

Luciano Pires -

Luciano gravando

Luciano Pires

Natural de Bauru, é escritor, cartunista, comunicador, apaixonado por música popular brasileira e pelas artes em geral. Cartunista premiado por duas vezes no Salão de Humor de Piracicaba, tornou-se colunista de várias revistas e sites. Foi durante 26 anos executivo de uma multinacional de autopeças, já esteve no Campo Base do Everest, no Aconcágua e no Polo Norte. É autor de cinco livros, o mais recente “DIÁRIO DE UM LÍDER”, lançado em 2012. Desde 2005 cria, dirige e apresenta o programa Café Brasil, fundamental para seu propósito de ajudar a desasnar o Brasil.

POSICIONAMENTO:

O Café Brasil pertence a mim, Luciano Pires, que sou o único responsável pelo conteúdo nele veiculado. Os demais componentes da equipe são contratados para exercer suas funções.

No espectro político, se ainda é possível usar esses conceitos, estou muito mais próximo de uma posição conservadora do que do progressismo de esquerda. Acredito que a sociedade não pode viver fora da lei. Que a ordem é o melhor clima possível para o respeito aos direitos individuais e coletivos. Que os fins não justificam os meios. Que a anarquia, o desrespeito à autoridade constituída e a promoção da indisciplina social não são demonstrações de espírito democrático. Que o governo não deve se intrometer na vida das pessoas, a não ser na regulamentação de algumas – eu disse algumas – atividades que precisam de um balizamento. Acredito na privatização, na democracia representativa, na propriedade privada. Acredito que toda violação da ordem jurídica é um ataque aos ideais democráticos. Acredito na primazia da lei sobre a vontade das pessoas ou os interesses de grupo. Abomino a pregação ideológica nas escolas, a militância partidária na imprensa e a intolerância aos que pensam diferente. Acredito na liberdade individual. Acredito em não fazer aos outros o que não quero que façam a mim. Acredito no respeito às opiniões e no direito das pessoas fazerem suas escolhas pessoais.

Resumindo: quero um mundo melhor, igualzinho a você. Talvez divirjamos sobre a forma de chegar lá, e isso deve ser discutido. Mas no final, queremos o mesmo.

Esses são os valores que balizam o Café Brasil e, repito: sou o único responsável pelo conteúdo que é nele veiculado.

 lala

Lalá Moreira

DJ e radialista desde 1981, começou profissionalmente na Rádio Cidade. Durante 10 anos foi o responsável pela plástica da Rádio Jovem Pan 2 (quem não se lembra do Djalma Jorge?) onde nasceu o Get’up, programa para mais de 42 emissoras da rede em todo o Brasil, onde dividia a apresentação com o rapper Xis. Em 2005 criou o Black Songs, programa semanal com 4 horas de duração que fecha as noites de domingo na Transcontinental FM, emissora líder de audiência em São Paulo. Em 2009 inaugurou sua emissora de rádio Web em www.radiogetup.com.br, e a GET’UP! Produções, produtora especializada em produções de áudio para rádio, TV e mídias eletrônicas. Lalá pratica os estelionatos musicais do programa, cortando, editando, emendando e garantindo que o Café Brasil seja o podcast de melhor qualidade técnica do país.

quemfaz-cica

Ciça Camargo

Atriz de teatro, produtora e agitadora cultural, Ciça tem no currículo dezenas de realizações relacionadas às artes em geral, de turnês de artistas estrangeiros pelo Brasil ou brasileiros no exterior até mostras de dança e óperas. Produziu o “Show de Rádio” com a equipe de Luiz Henrique Romagnoli de 2006 a 2007, além de campanhas políticas em rádio e propagandas radiofônicas diversas. Ciça cuida da produção do programa, com pesquisa musical, contato com artistas e emissoras interessadas em transmitir o programa, além de montar o “Dlog” Café Brasil e a Cafepedia. É a Ciça quem garante que a ignorância do Luciano no idioma francês não destrua o programa ao citar nomes de filósofos.

 

xpirit

Xpirit

Quando decidimos que deveríamos reformular completamente o portal e as ferramentas de interação com nossos ouvintes e leitores, buscamos uma empresa que pudesse corresponder não apenas com o apuro técnico, mas com a manutenção de prazos e com atendimento à altura de nossas demandas. E não foi fácil. Seis visitas a seis empresas depois, chegamos à Xpirit por recomendação de uma amiga em comum. E o resultado aqui está: um novo sistema desenvolvido conforme nossas necessidades, uma migração complicadíssima de toneladas de conteúdos diversificados, uma nova loja e, mais importante, os diretores são fans do Café Brasil. Cumpriram os prazos, colaboraram com sugestões e propostas de novas funcionalidades, entregaram, enfim, a ferramenta que nós precisávamos. E ainda poderiam ter desenvolvido aplicativos, gerenciado redes sociais e mais uma porção de coisas.

O caras da Xpirit são os caras. E vão cuidar do lado nerd do Café Brasil.

www.xpirit.com.br