s
Videocasts Café Brasil
Pelé e os parasitas.
Pelé e os parasitas.
Meu herói está lá, a Copa de 1970 está lá, o futebol ...

Ver mais

Branding a preço de banana.
Branding a preço de banana.
Quanto vale o branding? Pelo que estou vendo acontecer ...

Ver mais

O Tigre Branco. Ou poderia ser Cidade de Budah…
O Tigre Branco. Ou poderia ser Cidade de Budah…
Um grande comentário sócio-político sobre a divisão em ...

Ver mais

Cafezinho Live
Cafezinho Live
Luciano Pires, criador e apresentador dos podcasts Café ...

Ver mais

Café Brasil 759 – Karl Popper e os negacionistas
Café Brasil 759 – Karl Popper e os negacionistas
Não devemos aceitar verdades universais a partir de ...

Ver mais

Café Brasil 758 – LíderCast César Menotti
Café Brasil 758 – LíderCast César Menotti
Há muito tempo tínhamos a ideia de trazer para o ...

Ver mais

Café Brasil 757 – O dono da firma
Café Brasil 757 – O dono da firma
Vamos então a mais um programa que fala do empreendedor ...

Ver mais

Café Brasil 756 – Netiqueta e as mulas digitais
Café Brasil 756 – Netiqueta e as mulas digitais
Usar a internet de forma responsável, é isso que trata ...

Ver mais

LíderCast 217 – Amyr Klink
LíderCast 217 – Amyr Klink
Meu nome é Amyr Klink, tenho 65 anos e eu construo viagens.

Ver mais

LíderCast 216 – Denise Pitta
LíderCast 216 – Denise Pitta
Empreendedora digital, dona do site Fashion Bubbles, ...

Ver mais

LíderCast 215 – Marco Antonio Villa
LíderCast 215 – Marco Antonio Villa
Historiador, professor, comentarista polêmico em rádio ...

Ver mais

LíderCast 214 – Bianca Oliveira
LíderCast 214 – Bianca Oliveira
Jornalista e apresentadora, hoje vivendo na Europa, ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Leitura cafezinho 303 – Cérebro médio
Leitura cafezinho 303 – Cérebro médio
Escolha um tema quente, dê sua opinião e em seguida ...

Ver mais

A guerra dos pelados
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
De 1912 a 1916 o Estado de Santa Catarina sofreu a Guerra do Contestado, conflito armado que opôs, de um lado, posseiros e pequenos produtores rurais, e de outro militares federais e estaduais. ...

Ver mais

A americanização do Brasil
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
O imperialismo sedutor     “Chegou a hora dessa gente bronzeada mostrar seu valor Eu fui à  Penha, fui pedir à Padroeira para me ajudar Salve o Morro do Vintém, pendura a saia que eu quero ...

Ver mais

Economia da desigualdade
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Economia da desigualdade “Os valores que conferem ao capitalismo sua legitimidade são prosperidade e liberdade para todos. […[ Se você concentra poder e renda em um pequeno grupo, o ...

Ver mais

Autonomia do Banco Central
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Caminhando rumo à autonomia do Banco Central ˜O desejo parece ser o de que a política econômica saia de uma vez por todas da alçada dos presidentes da república. […]. Delega-se para a diretoria ...

Ver mais

Cafezinho 365 – (IN)segurança Nacional
Cafezinho 365 – (IN)segurança Nacional
Nem precisa prender o Danilo Gentili, a simples ameaça ...

Ver mais

Cafezinho 364 – Isolacionismo intelectual
Cafezinho 364 – Isolacionismo intelectual
O viés de confirmação leva ao isolacionismo ...

Ver mais

Cafezinho 363 – Chapeuzinho Vermelho 4.0
Cafezinho 363 – Chapeuzinho Vermelho 4.0
No Chapeuzinho Vermelho 4.0, tá cheio de lobo se ...

Ver mais

Cafezinho 362 – Na bala!
Cafezinho 362 – Na bala!
Se a constituição brasileira não proíbe que o deputado ...

Ver mais

Confraria Café Brasil

Confraria Café Brasil

Luciano Pires -

Para assinar acesse confraria.cafe 

Cerca de 15 anos atrás comecei a publicar textos para um grupo de cerca de 300 pessoas de meu relacionamento no segmento em que eu atuava. Não havia ainda as mídias sociais e o e-mail era o suprassumo da conexão. Foi um exercício interessante, do um a um, uma troca de cartas do novo milênio. Muito legal.

Com o tempo aquele grupo cresceu e em 2003 já eram quase 3000 nomes. Criei um site, juntei mais gente e pronto, nasceu o Café Brasil. E aos poucos fui incorporando conteúdo, colaboradores e

Um dos grandes desafios dos produtores de conteúdo independentes é a monetização de seu trabalho. Fora de grandes plataformas, temos de vencer diariamente barreiras para atrair patrocinadores e conseguir manter vivo nosso trabalho.

É por isso que eu contribuo com a assinatura de vários sites, um deles a Wikipedia. Pago a cada vez que eles pedem. E outros sites eu assino com pagamentos mensais, pois reconheço o valor que o trabalho daquelas pessoas tem para mim. Quero que eles continuem, por isso faço questão de ajudar a mantê-los. Se eles estiverem bem, será bom pra mim e para mais um monte de gente!

Mas essa cultura de contribuir com quem traz valor à vida da gente ainda é rara no Brasil. Aqui tem gente que confunde com dar esmola.

E olha, com o projeto Café Brasil não é diferente. Também precisamos de nossos ouvintes e por isso estamos lançando uma assinatura mensal para você fazer parte da Confraria Café Brasil. Como assinante, você terá acesso a parte do conteúdo do Café Brasil Premium, inclusive a nosso grupo no Telegram. Não é doação, é assinatura. Envolve um compromisso, nosso como produtor, seu como consumidor, que é fundamental para seguir com seriedade a produção e o consumo de conteúdo de qualidade.

Quem não assinar continuará tendo acesso aos podcasts semanais, nada muda. O que muda é que você passa a fazer parte ativa do projeto Café Brasil. Terá um pouquinho de você nele. Se você está disposto a seguir junto com a gente, acesse o link https://confraria.cafe e desce pro play.

Ah, a assinatura custa doze reais mensais, menos que duas latinhas de cerveja quente na balada, quando se podia frequentar baladas.

Se você vê algum valor em nosso trabalho, acesse Confraria.cafe e faça sua assinatura.

Doze reais podem parecer pouco, mas farão uma baita diferença em nosso processo de produção e entrega de conteúdo que presta.

Para o que não presta já tem gente demais contribuindo.