s
Videocasts Café Brasil
Cafezinho Live
Cafezinho Live
Luciano Pires, criador e apresentador dos podcasts Café ...

Ver mais

Me Engana Que Eu Gosto
Me Engana Que Eu Gosto
Me engana que eu gosto: dois meio brasis jamais somarão ...

Ver mais

Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando a hora do Podcast Café Brasil 700!

Ver mais

Aplicativos IOS e Android para o Café Brasil Premium!
Aplicativos IOS e Android para o Café Brasil Premium!
MUDANÇAS IMPORTANTES NO CAFÉ BRASIL PREMIUM A você que ...

Ver mais

Café Brasil 736 – Coisas Sobre Você
Café Brasil 736 – Coisas Sobre Você
A Bianca Oliveira é jornalista, apresentadora de ...

Ver mais

Café Brasil 735 – Morrer de quê?
Café Brasil 735 – Morrer de quê?
Fala a verdade, quem é que não se pegou pensando sobre ...

Ver mais

Café Brasil 734 – Globalização e Globalismo
Café Brasil 734 – Globalização e Globalismo
Olha, vira e mexe a gente ouve falar em globalização e ...

Ver mais

Café Brasil 733 – Agro Resenha
Café Brasil 733 – Agro Resenha
O agronegócio, que talvez seja o mais espetacular caso ...

Ver mais

Comunicado Café Brasil e Omnystudio
Comunicado Café Brasil e Omnystudio
Nos 14 anos em que produzimos podcasts, esta talvez ...

Ver mais

Comunicado sobre o LíderCast
Comunicado sobre o LíderCast
Em função da pandemia e quarentena, a temporada 16 do ...

Ver mais

LíderCast 204 – Marco Bianchi
LíderCast 204 – Marco Bianchi
Humorista, um dos criadores dos Sobrinhos do Athaíde, ...

Ver mais

LíderCast 203 – Marllon Gnocchi
LíderCast 203 – Marllon Gnocchi
Empreendedor de Vitória, no Espírito Santo, que começa ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Leitura cafezinho 303 – Cérebro médio
Leitura cafezinho 303 – Cérebro médio
Escolha um tema quente, dê sua opinião e em seguida ...

Ver mais

O turismo e a economia
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
O turismo e a economia A indústria do turismo passou certamente pelo maior desafio das últimas décadas, mas é forte o bastante para superar. Esteja atento às possibilidades tecnológicas e agregue ...

Ver mais

O boom no turismo regional no mundo pós-pandemia do coronavírus
Michel Torres
Estratégias para diferenciação e melhor aproveitamento da imensa demanda por hotéis e pousadas Um detalhe sobre a pandemia do coronavírus em curso é que as áreas com focos concentrados são ...

Ver mais

Boicote, Coelhinho?
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
O britânico Charles Cunningham entrou pra História de um jeito muito diferente. Em 1880, foi à Irlanda dirigir os negócios de um grande proprietário de terras local. Acabou entrando em desavenças ...

Ver mais

Aquém do potencial
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Aquém do potencial  “A economia está sujeita a conveniências políticas que a levaram por maus caminhos. Por isso enfatizo tanto a gravidade da situação, na esperança de levar seus responsáveis ao ...

Ver mais

Cafezinho 319 – A cizânia
Cafezinho 319 – A cizânia
Fique de olho nos Tullius Detritus que infestam sua vida.

Ver mais

Cafezinho 317 – Declaração de Princípios
Cafezinho 317 – Declaração de Princípios
Quando decidi que lançaria meu primeiro curso on-line, ...

Ver mais

Cafezinho 316 – Não somos estúpidos
Cafezinho 316 – Não somos estúpidos
Não, não é para mergulhar no otimismo cego, que é tão ...

Ver mais

Cafezinho 315 – Como nasce uma palestra
Cafezinho 315 – Como nasce uma palestra
É exatamente como um pintor, um escultor, um músico ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 05

Videocast Nakata T02 05

Ciça Camargo -

REFLETINDO SOBRE A SATISFAÇÃO DO CLIENTE

Começo esta reflexão com uma pergunta:

O que você faz pela satisfação do cliente?

Antes que me responda, eu tenho uma fórmula para ter a satisfação do cliente na palma da sua mão!

A fórmula da satisfação do cliente

Sa = De – Ex

Satisfação (As) é igual a desempenho (De) menos expectativa (Ex).

Satisfação é o contentamento do cliente. É a realização daquilo que ele esperava ao entrar em contato com você.

Desempenho,  como já falamos em outras conversas, é o resgate do nosso empenho. Neste caso, é a capacidade de solucionar o problema do cliente.

Expectativa é a esperança do cliente apoiada em promessas. Ou seja: ele vai até você com uma expectativa gerada por inúmeros fatores, como uma propaganda, uma indicação etc.

Voltando à fórmula: Satisfação é igual a Desempenho menos Expectativa. Se o desempenho for maior que a expectativa, a satisfação é positiva. Se o desempenho é menor que a expectativa, a satisfação é negativa.

O ano é 2014. Estamos a caminho das finais da Copa do Mundo. O Brasil entra em campo contra a Alemanha. Nossa expectativa é de ganhar o jogo de goleada, e o que vemos é o inesquecível 7 a 1. Percebeu? Desempenho muito menor que a expectativa, satisfação negativa.

O x da questão é: como chegar ao resultado positivo da equação?

Com uma tarefa dividida em duas etapas.

Primeiro, gerenciar o desempenho. Isso significa ter controle sobre:

  • Cálculo de duração das tarefas e da capacidade de atendimento;
  • Capacitação dos funcionários;

Esses são apenas alguns exemplos de gerenciamento, no dia a dia, a partir do conhecimento que você possui sobre o próprio negócio, para ter a certeza de que você é capaz de cumprir o que será prometido.

A etapa seguinte, e que muitos juram ser impossível, é o gerenciamento da expectativa do cliente. Eu digo: é possível, sim!

Como gerenciar a expectativa do cliente

Veja o que aconteceu comigo e me ajuda a exemplificar a expectativa do cliente.

Fui a um bar, com um cliente e pedi uma caipirinha de vodca. Mas eu queria com minha vodca preferida, a Stolichnaya. A resposta do garçom?

– Não temos.

Pedi então com outra vodca que ele tinha. E em vez de limão, pedi com lima da pérsia. A resposta?

– Não temos.

Me conformei então com uma caipirinha de vodca comum com limão. E fiquei esperando, resignado. Alguns minutos depois chega o garçom com uma bandeja, e nela uma garrafa de vodca Stolichnaya e um copo com lima da pérsia e gelo!

Aquele garçom virou o herói da minha noite!

Depois que voltei pra casa, pensei… Mas se ele tinha a vodca que eu queria, e a lima da pérsia, por que disse que não tinha? Oras, porque o garçom era bom! Ele sabia que se atendesse o que eu pedi, entregando um desempenho igual à minha expectativa, apenas cumpriria sua obrigação. Eu ficaria satisfeito e nada mais aconteceria. Mas ele queria mais, e fez o quê? Gerenciou minha expectativa. Ao dizer que não tinha o que eu queria, jogou minha expectativa lá embaixo. E assim pode entregar um desempenho muito superior à minha expectativa, gerando uma satisfação muito positiva. Entendeu?

Viu como é possível gerenciar expectativas?

Mas o garçom só fez isso porque sabia que eu não iria embora, em busca da caipirosca em outro boteco. Eu disse que ele era bom!

O mesmo pode ser feito por você! Além de ter a capacidade de solucionar os problemas do cliente, você deve entender a expectativa dele e, assim, gerenciá-la. Quer um exemplo prático?

Sabe aquele serviço que você vai terminar na quarta feira? Prometa para o cliente entregar na quinta… e entregue na quarta!

Não parece uma bobagem? Pois é. Mas o efeito disso na construção de sua imagem como “o cara” que supera as expectativas é imenso.

Mas se é tão simples, por que é que quase ninguém faz?

Bem, quantos vendedores você conhece que são capazes de prometer menos do que podem entregar? Pouquíssimos, aposto. A maioria das pessoas, e isso é característica dos brasileiros, na ânsia de agradar, de impressionar, de não perder o negócio, promete mais do que pode entregar. Cria uma expectativa maior que a capacidade de entrega. Expectativa maior que o desempenho, satisfação negativa. Lembra da fórmula?

Satisfação é igual a desempenho menos expectativa.