s
Iscas Intelectuais
Corrente pra trás
Corrente pra trás
O que vai a seguir é um capítulo de meu livro ...

Ver mais

O que é um “bom” número de downloads para podcasts?
O que é um “bom” número de downloads para podcasts?
A Omny Studio, plataforma global na qual publico meus ...

Ver mais

O campeão
O campeão
Morreu Zagallo. Morreu o futebol brasileiro que aprendi ...

Ver mais

O potencial dos microinfluenciadores
O potencial dos microinfluenciadores
O potencial das personalidades digitais para as marcas ...

Ver mais

Café Brasil 934  – A Arte de Viver
Café Brasil 934  – A Arte de Viver
Durante o mais recente encontro do meu Mastermind MLA – ...

Ver mais

Café Brasil 933 – A ilusão de transparência
Café Brasil 933 – A ilusão de transparência
A ilusão de transparência é uma armadilha comum em que ...

Ver mais

Café Brasil 932 – Não se renda
Café Brasil 932 – Não se renda
Em "Star Wars: Episódio III - A Vingança dos Sith", ...

Ver mais

Café Brasil 931 – Essa tal felicidade
Café Brasil 931 – Essa tal felicidade
A Declaração de Independência dos Estados Unidos foi um ...

Ver mais

LíderCast 328 – Criss Paiva
LíderCast 328 – Criss Paiva
A convidada de hoje é a Criss Paiva, professora, ...

Ver mais

LíderCast 327 – Pedro Cucco
LíderCast 327 – Pedro Cucco
327 – O convidado de hoje é Pedro Cucco, Diretor na ...

Ver mais

LíderCast 326 – Yuri Trafane
LíderCast 326 – Yuri Trafane
O convidado de hoje é Yuri Trafane, sócio da Ynner ...

Ver mais

LíderCast 325 – Arthur Igreja
LíderCast 325 – Arthur Igreja
O convidado de hoje é Arthur Igreja, autor do ...

Ver mais

Segunda Live do Café Com Leite, com Alessandro Loiola
Segunda Live do Café Com Leite, com Alessandro Loiola
Segunda live do Café Com Leite, com Alessandro Loiola, ...

Ver mais

Live Café Com Leite com Roberto Motta
Live Café Com Leite com Roberto Motta
Live inaugural da série Café Com Leite Na Escola, ...

Ver mais

Café² – Live com Christian Gurtner
Café² – Live com Christian Gurtner
O Café², live eventual que faço com o Christian ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Vida longa ao Real!
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Vida longa ao Real!   “A população percebe que é a obrigação de um governo e é um direito do cidadão a preservação do poder de compra da sua renda. E é um dever e uma obrigação do ...

Ver mais

A Lei de Say e a situação fiscal no Brasil
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
A Lei de Say e o preocupante quadro fiscal brasileiro   “Uma das medidas essenciais para tirar o governo da rota do endividamento insustentável é a revisão das vinculações de despesas ...

Ver mais

Protagonismo das economias asiáticas
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Protagonismo das economias asiáticas   “Os eleitores da Índia − muitos deles pobres, com baixa escolaridade e vulneráveis, sendo que um em cada quatro é analfabeto − votaram a favor de ...

Ver mais

Criatividade, destruição criativa e inteligência artificial
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Criatividade, destruição criativa e inteligência artificial   “O capitalismo é, essencialmente, um processo de mudança econômica (endógena). O capitalismo só pode sobreviver na ...

Ver mais

Cafezinho 632 – A quilha moral
Cafezinho 632 – A quilha moral
Sua identidade não vem de suas afiliações, ou de seus ...

Ver mais

Cafezinho 631 – Quem ousa mudar?
Cafezinho 631 – Quem ousa mudar?
O episódio de hoje foi inspirado num comentário que um ...

Ver mais

Cafezinho 630 – Medo da morte
Cafezinho 630 – Medo da morte
Na reunião do meu Mastermind na semana passada, a ...

Ver mais

Cafezinho 629 – O luto político
Cafezinho 629 – O luto político
E aí? Sofrendo de luto político? Luto político é quando ...

Ver mais

Você pensa que escolhe?

Você pensa que escolhe?

Labi Mendonça - Iscas Anarquiscas -

voce_acredita

Dezembro fecha o ano, mas abre a porteira da ilusão. Todo ano é praticamente igual. Bate uma falsa sensação de “irmandade” nas pessoas e quase todo mundo acha que sente uma humanidade maior correndo nas veias.  Tudo produto do marketing. As campanhas vão robotizando as emoções, os desejos, as intenções, as atitudes, a sensação de balanço geral emotivo, e quase todos que podem esquecem suas mazelas, as pessoas ocultam a sua crueldade cotidiana, para “vestir” a fantasia generosa do natal, aquele falso espírito que faz todos se sentirem obrigados a demonstrar bondade e gratidão. Mas não é genuíno. É tudo muito fabricado, mas você pensa que é seu livre arbítrio…

02014-8-09-2014-540d8998d54ca

Religião, festividades, tradições culturais se misturam, cada vez mais manipuladas pelo marketing e movimentam um período de grandes excessos e pouca consciência. E você pensa que escolhe tudo que faz ou decide… Não é isso.

Marketing-5

No fundo, quase todos desejam relaxar e esquecer sua própria dificuldade, fugir de uma possível mediocridade. E para isso embarcam no movimento natalino, tentando criar essa fantasia de que o mundo é bom e ainda tem conserto. Faz muito tempo que o marketing vai trabalhando e consolidando isso, no universo cultural dos povos, e aquilo que começou como uma data de confraternização universal se transforma no exagero do consumo, do interesse em parecer amigo, bom, solidário e grato. Ao mesmo tempo, bate aquela força incontrolável para comprar, consumir, trocar, renovar, já que é para isso que foram investidos os bilhões de recursos na propaganda. Uma coisa puxa a outra… Bilhões investidos são para fazer render muito mais… E se você não segue essa onda, fica com depressão, achando que está fora do barco ou inferiorizado.

Natal-1224679227666_f

O que mais me angustia é que quando eu falo isso, a primeira reação das pessoas, ao me ouvir ou ler, é contestar, sentindo-se ameaçadas, tentando defender seu apego ao movimento natalino, com medo de perder o encanto, a fantasia, que funciona como uma dose de narcótico ou estimulante nas endorfinas consumistas do pessoal. Ninguém quer parar para analisar isso, e verificar que está sendo apegado a uma coisa que foi fabricada pela indústria do consumo exacerbado e com o tempo, a cada ano deforma totalmente o espírito original. Vira uma catarse generalizada de consumo e alienação.

christmas-santa-car-babe-1

Em vez de aproveitar a época para fazer um balanço de nossas atividades ao longo do ano, verificar se melhoramos como pessoas, rever critérios e prioridades, ganhar mais autoconhecimento, as pessoas querem desligar, anestesiar, embarcar na onda de comprar e pensar que é feliz. Nem que seja para comprar aquela fantasia temporária.

Ceia-41

Reunir a família, parentes, confraternizar, com uma comida gostosa e aproveitar esse momento de fim anual deveria ser o foco, a grande prioridade. Mas, isso acaba sendo apenas o pano de fundo… O que fica mais evidente é uma espécie de loucura, uma euforia que se usa como se fosse uma máscara num baile à fantasia. No plano real a contradição violenta entre as propagandas que passam na TV e as notícias que passam nos telejornais e reportagens nos deixam mais desesperados para a fuga.

Vou repetir o que acontece todos os anos:

– Acidentes no trânsito aumentam e com vítimas fatais;

– Filas intermináveis nos hospitais sem condições de atendimento;

– Enchentes e gente desabrigada em cidades castigadas pela chuva;

– Em algumas cidades nem se lembram de que os desabrigados estão ali desde o natal anterior.

– Guerra suja entre bandidos e polícia que mata mais do que guerra civil;

– Economia brasileira com sinais graves de anemia (há anos), e o governo não sabe mais como reverter essa crise;

– Na política os mesmos corruptos de sempre, eleitos pelos mesmos eleitores que reclamam, se agridem, se acusam, criam CPIs, gastam nossos impostos com reuniões estúpidas, e nada muda para a maioria da nação;

Corta-aZysUWA

Na imprensa eles fazem uma “mistureba” com uma série de informações manipuladas, distorcidas, de maneira a deixar o público sem noção do que realmente ocorre. E ninguém é capaz de acreditar que o poder e a imprensa negociam antes as verbas que permitem definir o que vai ser noticiado e o que vai ser confundido.

ReformaPolitica

E as pessoas, ainda insistem em dizer que a escolha de suas vidas é dela…

Até que o ano chega ao fim, ninguém quer fazer o balanço real da situação e estragar a festa. Ano que vem a gente vê, agora vamos relaxar…

E com isso o mundo continua ameaçado, por atitudes e decisões de uma humanidade que diz uma coisa, acredita no que diz, mas faz outra coisa.

Imagens da semana 199 - http://www.mdig.com.br/index.php?itemid=11629

E aumenta o acumulo de lixo, especialmente o atômico, dejetos contaminam nascentes, indústrias abusam de recursos naturais, queimam vegetação, desmatam, desertificam, jogam lixo em excesso no ar, no mar e na terra, regulam a indústria de medicamentos para alimentar a venda de remédios, consumimos excessivamente sem necessidade, bebemos álcool em demasia e dirigimos nossos bólidos automóveis falando ao celular, sem nenhum respeito à vida, às leis, e a nós mesmos, agredimos e abusamos de animais, torturamos e matamos crianças por falta de atitudes…

Você pensa que escolhe… é você a pessoa boa que acredita no Espírito do Natal? OK… Então eu sou o PAPAI NOEL.

Voce-acredita-em-tudo-que-le

Ver Todos os artigos de Labi Mendonça