s
Videocasts Café Brasil
Corrente pra trás
Corrente pra trás
O que vai a seguir é um capítulo de meu livro ...

Ver mais

O que é um “bom” número de downloads para podcasts?
O que é um “bom” número de downloads para podcasts?
A Omny Studio, plataforma global na qual publico meus ...

Ver mais

O campeão
O campeão
Morreu Zagallo. Morreu o futebol brasileiro que aprendi ...

Ver mais

O potencial dos microinfluenciadores
O potencial dos microinfluenciadores
O potencial das personalidades digitais para as marcas ...

Ver mais

Café Brasil 928 – Preguiça Intelectual
Café Brasil 928 – Preguiça Intelectual
Láááááááá em 2004 eu lancei meu livro Brasileiros ...

Ver mais

Café Brasil 927 – Quando a água baixar
Café Brasil 927 – Quando a água baixar
A história de Frodo Bolseiro em "O Senhor dos Anéis" ...

Ver mais

Café Brasil 926 – Definição de Gaúcho – Revisitado
Café Brasil 926 – Definição de Gaúcho – Revisitado
Então... diante dos acontecimentos dos últimos dias eu ...

Ver mais

Café Brasil 925 – No Beyond The Cave
Café Brasil 925 – No Beyond The Cave
Recebi um convite para participar do podcast Beyond The ...

Ver mais

LíderCast 322 – Rodrigo Rezende
LíderCast 322 – Rodrigo Rezende
Rodrigo Rezende, carioca, empreendedor raiz, um dos ...

Ver mais

LíderCast 321 – Rafael Cortez
LíderCast 321 – Rafael Cortez
Tá no ar o #LC321 O convidado de hoje é Rafael Cortez, ...

Ver mais

LíderCast 320 – Alessandra Bottini
LíderCast 320 – Alessandra Bottini
A convidada de hoje é Alessandra Bottini, da 270B, uma ...

Ver mais

LíderCast Especial – Rodrigo Gurgel – Revisitado
LíderCast Especial – Rodrigo Gurgel – Revisitado
No episódio de hoje a revisita a uma conversa que foi ...

Ver mais

Segunda Live do Café Com Leite, com Alessandro Loiola
Segunda Live do Café Com Leite, com Alessandro Loiola
Segunda live do Café Com Leite, com Alessandro Loiola, ...

Ver mais

Live Café Com Leite com Roberto Motta
Live Café Com Leite com Roberto Motta
Live inaugural da série Café Com Leite Na Escola, ...

Ver mais

Café² – Live com Christian Gurtner
Café² – Live com Christian Gurtner
O Café², live eventual que faço com o Christian ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Americanah
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Americanah   “O identitarismo tem duas dimensões, uma dimensão intelectual e uma dimensão política, que estão profundamente articuladas, integradas. A dimensão intelectual é resultado ...

Ver mais

A tragédia e o princípio da subsidiariedade
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
A tragédia e o princípio da subsidiariedade “Ações que se limitam às respostas de emergência em situações de crise não são suficiente. Eventos como esse – cada vez mais comuns por ...

Ver mais

Percepções opostas sobre a Argentina
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Percepções opostas sobre a Argentina “A lista de perrengues diários e dramas nacionais é grande, e a inflação, com certeza, é um dos mais complicados. […] A falta de confiança na ...

Ver mais

Economia + Criatividade = Economia Criativa
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Economia + Criatividade = Economia Criativa Já se encontra à disposição no Espaço Democrático, a segunda edição revista, atualizada e ampliada do livro Economia + Criatividade = Economia ...

Ver mais

Cafezinho 625 – Fake news que matam
Cafezinho 625 – Fake news que matam
Há tempos eu digo que saímos da Sociedade da Informação ...

Ver mais

Cafezinho 624 – Desastres não naturais
Cafezinho 624 – Desastres não naturais
Ao longo dos anos, o Brasil experimentou uma variedade ...

Ver mais

Cafezinho 623 – Duas lamas, duas tragédias
Cafezinho 623 – Duas lamas, duas tragédias
O Brasil está vivenciando duas lamas que revelam muito ...

Ver mais

Cafezinho 622 – Sobre liderança e culhões
Cafezinho 622 – Sobre liderança e culhões
Minhas palestras e cursos sobre liderança abrem assim: ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 07

Videocast Nakata T02 07

Ciça Camargo -

REFLETINDO SOBRE GENTE NUTRITIVA

Se a sua rotina envolve receber e visitar clientes, você já deve ter dedicado um bom tempo imaginando como fazer a diferença no dia a dia deles. Como resolver o problema deles. E como você, seus concorrentes também estão preocupados e, provavelmente, oferecendo o mesmo padrão de serviço, preço e qualidade que você oferece.

Você só ganha a parada sendo gente nutritiva.

Você conhece muita gente assim, e talvez nem perceba. Se você é homem, pergunte para sua namorada, noiva, esposa ou irmã. Se é mulher, responda:

– Por que você vai naquela cabeleireira e não na outra, que é mais exuberante, melhor instalada, com mais gente?

Provavelmente a maioria das respostas não terá a ver com a capacidade técnica da cabeleireira de prestar um bom serviço. De fazer uma boa unha. Isso é o mínimo que se espera. Provavelmente a resposta terá a ver com a forma como a cabeleireira trata seus clientes. Será que você a escolhe por ela ser uma pessoa nutritiva?

Quer saber se você é uma pessoa nutritiva? Então faça um exercício comigo!

Gente nutritiva

Imagine que você está em uma sala, uma sala qualquer, e que um conhecido chega até você. É uma pessoa que você adora e os 15 minutos que ela fica ali com você, são incríveis!

Você conhece alguém assim? Pense nessa pessoa.

Agora, repita o exercício, mas imagine que quem vem até você não é uma pessoa da qual você gosta. Pelo contrário. Aí, os 15 minutos parecem eternos e você não vê a hora dela ir embora, certo?

Conhece gente assim? Pense nela.

Agora tente visualizar essas duas pessoas, uma ao lado da outra, e me responda:

Qual é a diferença entre elas?

Eu vou ajudar você com a resposta. Repita as frases abaixo, mas com uma pequena mudança. Pronuncie a frase em voz alta, mas onde você lê a palavra tempo, substitua pela palavra vida.

  • Estou fazendo um passatempo.
  • Me dá um minuto do seu tempo?
  • Não tenho tempo.

Viu como fica pesado quando você substitui “tempo” por “vida”?

Aquela pessoa que ficou com você aqueles 15 minutos insuportáveis, não roubou só 15 minutos de seu tempo. Roubou 15 minutos da sua vida.

Já a outra pessoa que transformou aqueles 15 minutos em momentos de prazer, felicidade, emoção ou diversão, enriqueceu 15 minutos de sua vida. Foi nutritiva.

Você é uma pessoa nutritiva?

Voltemos àquela mesma sala, mesmo local. A porta se abre e desta vez que entra é você. O que é que a pessoa que está na sala vê entrar? Alguém nutritivo ou um… pocotó?

O que é que você fará com os 15 minutos de vida que aquela pessoa deu a você?

Faça com que valham a pena!

As pessoas costumam se agrupar em torno de gente que é

  • Divertida;
  • Informativa;
  • Confiável;

Ninguém gosta de pessoas emburradas, mal humoradas, desinformadas, pouco confiáveis e desarticuladas, não é mesmo? Então você já tem uma pista de como agir.

Conhecimento técnico, computadores, paredes pintadas, chão limpo, roupa limpa, cabelo penteado, e bom papo todo mundo pode ter. Mas isso não fará ninguém nutritivo.

Ser nutritivo tem mais a ver com o que você é do que com o que você tem. Aposto que você conhece pessoas com baixa instrução, sem dinheiro no banco, sem fama nem poder, mas que são absolutamente nutritivas, não conhece? Pois é. Educação formal, dinheiro no banco, fama e fortuna não são pré-requisitos para ser nutritivo. Gente nutritiva tem atitude na direção de valorizar o tempo das pessoas. E isso não dá para comprar com dinheiro.

Mantenha isso em mente da próxima vez que um cliente chegar até você. Ao recebê-lo, você estará sendo divertido? Informativo? Confiável? Articulado?

Se não, você tem um problema.

Lembre-se sempre que tempo é vida. Valorize a vida que os outros dão a você.